sábado, 2 de outubro de 2010

FLYING SAUCERS OVER HOLLYWOOD : THE PLAN 9 COMPANION aka THE ED WOOD STORY : THE PLAN 9 COMPANION - 1992










15 comentários:

  1. Imagino que esse documentário deve ser melhor que o próprio Plan 9, que é desprezível, na minha opinião. Valeu, Carlos.

    Ab. Chusma.

    ResponderExcluir
  2. Carlos, fabuloso documentário, essencial sobre tudo para amantes de cinema de verdade.

    Quem admira a obra-prima dirigida por Tim Burton em 92 terá diversão extra, juntando mentalmente os fatos apresentados com o que foi, ou a forma como foi retratado, Ed Wood.

    ResponderExcluir
  3. Exatamente Miguel, e o interessante é que o filme de Tim Burton é bem fiel aos fatos, este doc. tem muita informação, e é incrível o número de críticos de artistas e diretores, que adoram este diretor único, eu acho que se deve pela vontade e pelo amor que Ed Wood tinha pelo cinema e não pelo seu "talento".
    Mas no final fica aquela sensação de tristeza, e de "caramba ele quase conseguiu", porque o Ed morreu cedo por causa da bebida, e se ele tivesse vivido 1 ou 2 anos mais, ele pelo menos morreria feliz, porque no final dos anos 70, seus filmes começaram a se tornar famosos, e idolatrados como clássicos, e conseguiria ganhar uma graninha a mais, hoje em dia posteres originais de Plan 9 valem 1000 2000 dolares ou mais.

    ResponderExcluir
  4. Chusma , eu acho que é sacanagem chamar de desprezível, eu acho que cada filme tem uma maneira diferente da gente ver e exigir .
    O plan 9 como a maioria dos Sci Fi desta época, nós temos que assistir com uma certa inocencia, eu digo até que seja necessário nós nos tornarmos mais infantis por um momento, pra nos divertir, e só pelo fato de ter a ultima cena que Bela Lugosi gravou antes de morrer, já vale.
    O Bela participou de inúmeros filmes, já chegou a participar de 3 ou 4 longas por mes, e o íncrível é que esta foi a última imagem dele mesmo, não apareceu mais em lugar nenhum, nem em filmagem de festa de aniversário.Isso eu acho muito legal!

    ResponderExcluir
  5. um fato curioso é que antes de Plan 9 começar a ser rodado, Ed Wood adiantou o pagamento de 200 dolars do que combinara com Bela Lugosi e fez duas cenas,uma no cemitério e outra em que o ator saia de uma casa(do ator Tor Johnson),cheirava uma flor e caminhava.Elas nada tinham a ver com o roteiro do filme.
    O problema é que com esse dinheiro, Bela adquiriu mais drogas e sofreu uma overdose, falecendo no dia seguinte.
    O prejuizo tremendo que teria Ed Wood, foi amenizado, quando ele decidiu continuar o filme colocando o quiroprático de sua esposa, Tom Mason, que tinha 1,85 ou seja, mais alto que Bela Lugosi e bem magro, totalmente diferente do porte físico do falecido astro e para resolver esse problema, fez com que o substituto aparecesse sempre tapando o rosto, deixando só os olhos, para então seguir com o roteiro,como se Bela Lugosi continuasse as filmagens.
    Esse ato de desespero, além do fato que o ator Tor Johnson ao tentar sair do caixão numa cena, ficou literalmente preso, algumas cenas em que o cenário do cemitério desloca e levanta o tapete falso,ficaram cultuados e apesar do profundo amadorismo, está hoje ocupando um lugar de destaque na história do cinema.
    O título de pior filme do mundo dado pela Golden Turkey Awards, aumentou mais ainda o culto ao Ed Wood, que jamais sonhou que um dia seria idolatrado.
    O biográfico filme dirigido por Tim Burton tem um belo ensaio da vida do esquizo Ed e uma comédia escrita por Steven Martin, "Bowfinger" de 1999 dirigido por Frank Oz( parceiro de Jim Henson no Muppet Show) com o ator Eddie Murphy, faz uma homage bem humorada do sonho de Ed Wood ver um filme seu sendo aplaudido na pré-estréia, pelo público presente.
    Aliás Plan 9 estreou nos cinemas ao lado de um filme policial de suspense britânico "Time Lock" com o Sean Connery, antes dele ser chamado por Walt Disney para ser galã de Darby O'Gill.
    O que eu penso na verdade sobre Ed Wood, é que apesar de sua inoperancia, de uma coisa eu não posso menosprezar, que foi sua paixão humana pela câmera e o gênero sci-fi terror que embalava seu sonho megalomaníaco de se tornar uma celebridade em Hollywood.
    Assim como a sina de Van Gogh,após a morte, Ed foi reverenciado pelo mercado do cinema.

    ResponderExcluir
  6. Carlos, respeito sua opinião, mas nmão concordo. Sei lá... depois de ver o filme Ed Wood, do Tim Burton, achei que daria boas risadas dos seus fimes. Mas não foi o que aconteceu. Vi A noiva do monstro e Plan 9 e achei simplesmente insuportáveis. O fato do cara amar o cinema pode até provocar uma simpatia para com a sua pessoa, mas não com a sua obra. É o caso que a vida real é muito mais preciosa que a ficção.

    Obs: discordo quando nos créditos de Ed Wood (1994) colocam que Bela Lugosi se tornou o maior ator de horror da história. Caramba, sou só eu que não gosto dele (nem mesmo no Drácula)?

    Ab. Chusma

    ResponderExcluir
  7. Carlos, mais fiel do que eu suspeitava! Me emociona quando (não lembro quem agora, assisti ao doc faz um tempinho) fala dele que uma vez chorou e perguntou "Não sei o que não dá certo. Eu dou o melhor de mim!"...

    E concordo com absolutamente tudo o que você disse quanto a ser "desprezível".

    Um saco essa atitude das plateias atuais de se sentirem as mais espertas do universo. Exigem realismo na fantasia e fantasia na realidade.

    Acabam incensando qualquer lixo que os excecutivos (com muito dinheiro) promovem. Invariavelmente são coisas que não vão muito além da obviedade e da falta de imaginação.

    Hans, cade esse "Bowfinger"? Eu quero assistir! :D

    Acho que além das drogas, Lugosi fez péssimas escolhas profissionais. Fez coisas como no auge, trocar a Universal por um contrato com a Monogram! OUCH!!!

    Por mais que eu creia que a fama de pior diretor concebida pelo Golden Turkey Awards tenha dado destaque a Ed Wood para as gerações futuras, o título é discutível. Exemplo: O brasileiro Moacyr Góes, que faz filmes tanto do Padre Marcelo quanto da Xuxa, tem que melhorar muito pra chegar aos pés de Wood.

    Não vou nem me estender dizendo o que eu acho de gente como o Christopher Nolan...

    Gente com MILHÕES de dólares, e mesmo assim suas obras não sobreviverão a 4 décadas!

    Hahaha

    PS: E não foi a glória ver Maila Nurmi, a Vampira, entre a lista dos finados da noite do Oscar de 2009? >> http://cidadaoquem.blogspot.com/2009/08/maila-nurmi-e-vinganca-dos-rejeitados.html

    ResponderExcluir
  8. Miguel apelou, putz. E olha que deixar claro que era a MINHA OPINIÃO apenas sobre o filme Plan 9(e não sobre o todo sci-fi da década de 1950, gênero que aprecio bastante, apesar da sua inocência; prova esta que sempre estou comentando por aqui). Companheiro, vamos debater sem generalizar ou partir para ofenças pessoais, por favor.

    Ab. Chusma.

    ResponderExcluir
  9. Chusma tudo bem, concordo, mas também eu entendo muito bem o Miguel, o Miguel é cara legal e com muita cultura, como você Chusma, mas é que quem gosta e é fã, não aceita isso
    Agora Chusma eu só te pesso um fazor, você pode até desprezar Ed Wood e sua obra, talvez um dia algo te faça mudar de idéia, mas mais uma vez, por favor, não tente menosprezar Bela Lugosi, todo fã de terror Sci Fi e de cinema, tem muitas dívidas com ele.
    Se você assistir o documentário do Christofer Lee, no final ele faz sua homenagem a quem ele acha um dos maiores artistas que já teve o prazer de conhecer, ele faz questão de dizer, e fala em tom emocionado, do Bela, do Vincent e de outro grande Cushing.
    E eu sou um dos milhões de fãs de do Bela, sua vida foi difícil desde o início, ele é simplismente maravilhoso.
    E a história dele com Ed Wood é muito bonita!!!

    ResponderExcluir
  10. Miguel eu vou postar este filme do Steve Martin, você vai adorar é muuuiitttooo legal, vou tentar colocar hoje!!!

    ResponderExcluir
  11. Carlos, quanto ao Bela, creio que seja puro gosto pessoal (nem considero menosprezo, pois reconheço que ele teve uma carreira de destaque no gênero). Apenas não sou fã dele. Já quanto ao Ed Wood, além de gosto pessoal, parece ser um gosto geral da população, tendo em vista que ele é considerado o pior dos piores, assim como Plan 9. Posso dizer que a escolha, na minha concepção, foi justa.

    Ab. Chusma.

    ResponderExcluir
  12. Chusma,
    OW! Não apelei, nem se sinta atacado... Não foi pessoal, ok?

    Pode ser que lendo tenha um tom agressivo, mas não era isso mesmo.

    Claro e óbvio que é a sua opinião! Respeito como não poderia ser diferente.

    Não sei quem é você, portanto, não sei se é seu caso. Me senti à vontade para também expor a minha opinião ao Carlos.

    É preciso embarcar na viagenzinha... Deixar-se levar pelo encantamento de quando aquilo foi produzido. :D

    Embaixo destes títulos de melhores e piores há seres humanos fabulosos que abriram caminho para tantos outros. Merecem todo nosso respeito.

    Se há um errinho no filme do Burton, é exagerar na competição entre Lugosi e Karloff. No final eles se referem a isso quanto aos filmes do primeiro serem muito mais vendidos naquela primeira metade dos anos 90.

    Infelizmente, vivemos num país muito pobre, que respeita quase nada seus ídolos do passado. A cultura dos EUA, até pelo capitalismo super desenvolvido, sabe preservar-los($$) bem mais.

    Lugosi não só é o maior nome do horror (autor da imagem iconográfica do Conde Drácula), como um dos maiores atores a trabalhar em Hollywood. Um daqueles casos de que qualquer filme com sua presença vale a pena!

    Carlos, opa! Tô no aguardo desse filme!

    ResponderExcluir
  13. Hi there
    Can u tell me what's the password for this film, please?

    ResponderExcluir
  14. Hi Marcin, the password is
    www.cinespacemonster.blogspot.com

    ResponderExcluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem