quarta-feira, 1 de abril de 2015

MATANGO aka O ATAQUE DOS HOMENS-COGUMELOS - 1963

MATANGO
Direção : Inoshiro Honda
POSTADO PRIMEIRAMENTE EM 9/10/2010



SINOPSE:

Um passeio de iate levando 7 pessoas, enfrenta uma tempestade em alto mar, que deixa o barco a deriva, sem rádio e instrumentos de navegação. Após atravessarem espessa neblina, encontram uma ilha num ponto remoto e se dirigem à margem para encontrar comida e água, alem de possíveis habitantes. Mas acabam percebendo que o lugar é deserto, até que avistam outra embarcação encalhada e destruida.
Investigando seu interior, concluem tratar-se de um barco de pesquisa científica, sobre efeitos de explosões nucleares na vida marítima e da própria ilha. De acordo com o diário de bordo, seus tripulantes desapareceram misteriosamente enquanto procuravam comida.
Apenas cogumelos foram encontrados, mas a dúvida de que poderiam ser venenosos, tornou a sobrevivencia dos 7 náufragos mais difícil ainda, além de conduzí-los a um conflito entre eles, desgastados e assustados com estranhaa aparições que surgiam, no barco em que estabeleceram moradia.




Formato : AVI
Fonte : DVDRip
Tamanho : 700 mb
Duração : 90 min
Idioma : Japonês
Legendas : Português ( srt na pasta ) TRADUÇÃO CARTWRIGHT

FICHA TÉCNICA:
Inoshiro Honda : direção
Tomoyuki Tanaka : produtor
Takeshi Kimura : screenplay
Shinichi Hoshi : roteiro adaptado
Masami Fukushima : roteiro adaptado
William Hope Hodgson : história ("The Voice in the Night")
Sadao Bekku : música
Kumi Mizuno - soundtrack
EQUIPE DE EFEITOS ESPECIAIS:
Special Effects - Departmento
Shigeru Nakamura : special effects unit (produção)
Teruyoshi Nakano : special effects (diretor assistente)
Eiji Tsuburaya : special effects (direção)
Akira Watanabe : special effects (diretor de arte)
Akira Watanabe : special effects (decoração do cenário)
Visual Effects - Departmento
Sadamasa Arikawa : special effects (direção de fotografia)
Kuichiro Kishida : special effects (iluminação)
Yukio Manoda : fotografia ótica
Hiroshi Mukoyama : processo de base
Hiroshi Mukoyama : chefe de efeitos de ótica
Yoshiyuki Tokumasa : fotografia de efeitos óticos
Sokei Tomioka : special effects diretor de fotografia



LINKS EM 2 PARTES 4SHARED



LEGENDAS TRADUÇÃO E SINCRONIA DE CARTWRIGHT

























COMENTÁRIOS:
por CARTWRIGHT

Um dos projetos de Eiji Tsuburaya mais ambiciosos de seu staff de special effects, fugindo do estilo que o marcou como criador de gigantes monstros destruidores, e mergulhando numa história cercado de terror e mistério.
Foi o primeiro passo rumo à uma série que ele viria a criar, chamado "ULTRA-Q", protótipo do ULTRAMAN, seu maior êxito na TV, e que abordadva scripts voltados para sobrenatural e sci-fi na linha de OUTER LIMITS e TWILIGHT ZONE.


o mestre dos efeitos especias EIJI TSUBURAYA e seus filhos famosos

Inoshiro Honda mais uma vez mostra toda a sua capacidade de envolver o público, com uma condução asfixiante passo a passo, mergulhando nos personagens e realçando o lado psicológico até expandir para o horror da mutação biológica.

INOSHIRO HONDA, o diretor mais famoso do cinema fantástico japonês

MATANGO foi um enorme sucesso no Japão, tornando-se até mania para colecionadores e aficcionados do sci-fi asiático. As lojas de brinquedos venderam kits e souvernirs do bichinho, como poucos personagens conseguiriam.



Bonequinho Matango e vários outros souvernirs para coleção


O ator Hiroshi Koizumi, que faz o papel principal em MOTHRA, atua como o capitão do iate e sempre participou de muitos projetos de Ishirô, mas não tanto quanto Kenji Sahara, que é figurinha carimbada em quase todos os filmes da dupla Honda/Tsuburaya. Ele é o jovem herói nos filmes H-Man e Mysterians, mas nesse filme faz um sujeito inescrupuloso, o navegador Koyama e sua caracterização está tão bem realizada, que até é dificil reconhecê-lo a princípio.
MATANGO, apesar do grande sucesso no Japão, não foi lançado nos cinemas dos Estados Unidos, sendo editado e dublado em inglês em 65 pela dupla Arkoff & Nicholson direto para a TV Americana. O filme por isso também não penetrou nos mercados de cinema da América do Sul.
Mas mesmo só exibido na TV de lá em 65, tornou-se um cult como poucos projetos de Honda conseguiram de forma tão avassaladora. 3 anos depois, um livro de Carlos Castaneda sobre estudos do efeito da psilocibina e outros cogumelos no cérebro humano, produzindo viagens alucinógenas e fortes reações psicológicas quase irreversíveis, tornou-se best seller e referencia da geração hippie no mundo e foi lançado no Brasil como A ERVA DO DIABO.

























Os livros Teachings of Don Juan(A Erva do Diabo) e Journey to Ixtlan(excelente)


o famoso cogumelo psilocibe cubensis

Apesar de antevisando um fenômeno, que seriam os cogumelos alucinógenos na sociedade de um modo geral, MATANGO é considerado um dos melhores trabalhos de Inoshiro Honda por tratar de forma mais detalhada os valores morais e a decadencia humana diante do flagelo da fome e da
sobrevivência
A personagem Mami virou um ícone da geração Robert Crumb e da contra-cultura e ainda hoje seus souvernirs são vinculados em lojas especializadas.

Mami, a personagem enfatizada no mundo alucinógeno

O filme gerou gravações psicodélicas de vários albuns desde a trilha sonora original até
adaptações, não preciso dizer o recorde de vendas quando lançado em DVD no mercado ocidental.


TRILHA SONORA OFICIAL DE MATANGO


Formato: MP3
Qualidade: 320 Kbps
Tamanho: 170MB

LINK ÚNICO 4SHARED:


senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com



capa do DVD cultuado pelos colecionadores


Raro no Brasil, (sem passagem pela TV aberta ou mesmo por assinatura) esse é mais um tesouro do cinema fantástico criado pelos mestres japoneses Honda & Tsuburaya, ídolos imortais de todos os amantes desse segmento.

O universo criado por Honda e Tsuburaya

(esquerda para direita:, Ishiro Honda,Sadamasa Arikawa, Eiji Tsuburaya e Tomoyuki Tanaka)


free image hosting
























ELENCO:

Akira Kubo ... Kenji Murai - Professor
Kumi Mizuno ... Mami Sekiguchi - Cantora
Hiroshi Koizumi ... Naoyuki Sakuta - Capitão
Kenji Sahara ... Senzô Koyama - Navegador
Hiroshi Tachikawa ... Etsurô Yoshida - Escritor
Yoshio Tsuchiya ... Masafumi Kasai - Proprietário
Miki Yashiro ... Akiko Sôma - Estudante
Haruo Nakajima ... Matango




SCREENSHOTS:




22 comentários:

  1. É isso ai Cartwright, mais uma aula completa em suas postagens.
    Já estou baixando, a erva do diabo eu li umas 3x ,in clusive sua continuação.
    Eu enxergo estes livros do Carlos Castaneda como uma história de ficção que te deixa vidrado lendo, nunca levei a sério, mas ele fez um ótimo estudo, A Erva do Diabo, foi seu estudo de doutorado em antropologia.
    Só sei que este livro me rendeu bons momentos, ou seja eu "viagei" com ele.

    ResponderExcluir
  2. as experiencias com a psilocibina são um fato, mas deturpado por uma turma de jovens usuários que faziam um tipo de chá dela e ficavam em estado alucinado, sem perceber sua real capacidade de introspecção e abertura de campos no cérebro causando percepções extra-sensoriais e até mesmo alucinações mais ligado a um campo dimensional do que propriamente fruto da imaginação.
    Não aconselho a experiencia para ninguem, pois como o próprio Don Juan afirma, é uma viagem com possível consequencia, mas que é um fato, seu poder transcendental, não há dúvida.
    Principalmente quando o cogumelo psilocibina vem com um teor mais forte, causado por uma espécie de trigo, que é parte da alimentação do boi da raça zebu.
    Na sua fermentação, provinda das fezes em contato com o sereno ou chuva e o sol da manhã, produz tamanhos que podem alcançar a largura de um formato de CD e são capazes de provocar fortes alterações químicas no cérebro humano, dilatação da pupila e apesar do aspecto psicodélico, são efeitos que mergulham no subconsciente em contato com o consciente, abrindo uma porta inconvencional, onde a realidade se torna parte de uma outra dimensão, que na verdade não pode ser vista em estado normal, mas que está acontecendo,apesar de não ser percebida.
    A aplicação do uso da psilocibina ainda é polêmica e tratada como droga proibida, apesar de não haver uma legislação específica para seu uso.
    Para a medicina, trata-se de mais um componente alucinógeno da natureza, mas para determinados campos especiais da intelectualidade humana bem como tradições indígenas de povos antigos, uma chave que abre portas da percepção, como dizia Aldous Huxley, o célebre guru da contra-cultura.

    ResponderExcluir
  3. Eu já estudei muito estas coisa afinal eu sou farmaceutico bioquímico, o efeito da psilocibina é semelhante ao do LSD, e hoje em dia a psilocibina em alguns casos tem sido usado para tratamento de depressões sérias, com condições controladas, o paciente ingere a droga e por serca de 5 horas, fica confortavelmente deitado com um som relachante, não me lembro o nome do médico pesquisador , nos USA , ele retornou os estudos do que ele diz ser uma droga que foi deixada para traz, e tem muito potencial de cura, uma delas é salvar vidas de pessoas que inclusive já tentaram suicidio, se você ver os relatos as pessoas são agradecidas a este pesquisador por salva-las com a viagem psicodélica, sem contar o tratamento de dependentes em opiódes ( heroína, morfina, codeína,etc), que tem dados bons resultados.
    Parece que o preconceito vem diminuindo, e as pessoas começam a aceitar o uso de um tabu, em primeiro como um tratamento.
    Por que sinceramente o uso de psicodélicos, não traz maleficio para a saúde física, não traz dependencia de nenhum tipo, nem física nem psicolólica, é claro que é necessário responsabilidade e um local controlado, sem riscos.
    A psilocibina usada pelo Dom Juan não era retirada das fezes do boi, alias ele cresce em qualquer fezes pode ser de vaca também, maS ele usava os cogumelos mágicos a de nome psilocibe mexicana, que são uns cogumelos compridinhos e fininhos, além de usar principalmente a mescalina, retirada do cactos peiote, e droga mais perigosa que ele usava era a chamada erva do diabo que é a raiz da Datura, que contém como princípio ativo a Atropina e a Escopolamina, esta sim uma droga perigosa pelos efeitos físicos sobre tudo no músculo cardíaco e risco de depressão respiratória , a intoxicação pela Datura dura em torno de 2 a 3 dias, é realmente perigosa.

    ResponderExcluir
  4. sim Carlos mas o que difere a psilocibina encontrada nas fezes do boi zebu de outras, é pela propriedade do trigo especial dado à essa espécie, que contem um resultado mais forte e eficaz.
    Don Juan sempre mencionava o cogumelo San Pero, que é vermelho com pontas brancas, muito confundido com outra espécie de fungo(venenoso) de aparencia semelhante.
    Esse agente alucinógeno pode produzir um estado de hipno-extra sensorial, que duraria muito mais que 24 horas, em fases intercaladas.
    Já a Datura, não é propriamente para essas finalidades e seu componente químico é usado na fabricação de remédios para controlar quadros de insanidade violenta em pacientes com pertubações psíquicas.
    Uma planta bem conhecida, chamada Trombeta( ou Copo de Leite )é abundante desse conteúdo.
    Já a mescalina, aliás a favorita dos pesquisadores e do próprio Castaneda, produz um efeito alucinógeno e emocional, com percepção exagerada das cores, pela dilatação excessiva da pupila e sensações de euforia e relaxamento em fases distintas.
    Mas assim como na medicina, o tratamento é uma faca de duas pontas, tanto pode auxiliar na neutralização da complexidade patológica como pode desacerbar para quadros mais graves.
    Maravilha saber de seu grau de conhecimento, não tenho formação nesse sentido, apenas acumulo informações, experiencias próprias e pesquisas voluntárias.

    ResponderExcluir
  5. Ai minha santa kerupita! Valha-me meu HD..... Não dá tempo de eu ir baxando o acervo do blog que já saem novos clássicos por aqui!

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Exatamente Cart é isso ai é a trobeteira, como conhecida aqui no brasil ( ou copo de leite),
    a atropina ja teve muito uso na medicina , hoje é menos usada, principalmente em colírios para glaucoma e outras problemas, e um derivado muito semelhante é usado em emergencias para com outros produtos salvar ou reanimar pessoas EM estado grave , principalmente como antiarrítmico.
    E a escopolamina ainda é muito usada como um pré anestésico em cirurgias, e um produto muito conhecido que tem a formula molecular muito parecida e é produzido apartir da escopolamina que é o buscopan o famoso Butilbrometo de escopolamina.
    A muitos anos atrás nos anos 1900 até 1930 ela foi usada em disturbios psicóticos, mas não é usado a muito tempo, um derivado da Atropina que também é da mesma classe de drogas um AntiMuscarínico, é importante para o tratamento do Mal de Parkinson, é o também famoso Artane ( principio ativo TRIEXIFENIDIL ), que infelizmente já foi muito usado em uma época em que não era necessário a retenção da receita , como droga de abuso exatamente como um alucinógeno , não um psicodélico, mas como a erva do diabo , com efeitos muito semelhantes, pois é um antimuscarínico, como a atropina.
    Já os psicodélicos como o LSD ,Mescalina e a psilocibina, possuem efeitos muito semelhantes, praticamente iguais, pois são drogas da mesma classe, e os efeitos físicos são os mesmos , aumento do ritmo cardíaco, midriático ( produzem dilatação da pupila ), secretam grande quantidade de Serotonina, aumenta a pressão sanguínea, mas se for uma pessoa saudavel, sem problemas de saúde , estes efeitos passam junto com a eliminação da droga, sem maiores problemas.
    O cogumelo venenoso (fungo) que você mencionou, é a Amanita Muscarina, que também possui antimuscarínicos em grande concentração como a Datura, e pode ser fatais.

    ResponderExcluir
  7. que ótimo ler suas observações técnicas sobre os elementos dessas propriedades tóxicas, Carlos.
    Na juventude conheci o Artane que produzia um tipo de alucinação similar ao sono profundo acordado, onde ilusão e realidade conviviam em conjunto, muitas vezes trazendo à tona, as fobias e o lado mais obscuro dos chamados pesadêlos oriundos de pequenos traumas não localizados pela consciencia.
    Vi esse remédio sendo aplicado em pacientes com desiquilibrio mental crônico em hospícios que visitei quando um parente foi internado, vindo de Londres e que ao fugir da polícia no metrô, engoliu uma fita com mais de 20 ácidos sintéticos conhecidos como Pink Dots( nº 24 ), similar à mescalina, caindo em profunda alucinação da qual jamais retornou e foi deportado para o Brasil e que veio a falecer alguns anos depois.
    Outro nome importante foi Timothy Leary, um entusiasta do LSD que era uma categoria do ácido que atingiu o teor 25, uma fórmula derivada de um trigo especial, que voce deve conhecer bem mais suas especificações técnicas e composição.
    Ele começou em faculdades, com experimentos de som e imagens, como terapia grupal com seus alunos. Descoberto e condenado, fugiu da prisão indo para Alemanha onde se juntou ao grupo psicodélico de Kraut, Ash Ra Temple, no qual até cantou ao vivo em shows do grupo. No album Seven Up de 72, as capas de 100 cópias lançadas pela Kosmische Kuriere, vinham com uma dose do LSD no canto direito baixo da frente, num pequeno quadradinho de pouco mais de 0,5 cm.,mas que as autoridades jamais puderam comprovar, pois foram todos vendidos e usados.
    Interessante notar que numa parte de Matango, o personagem que faz o novelista, menciona os cogumelos como "Cogumelos do Riso", referindo-se a um tradicional conto japonês que contava que seus ancestrais mais velhos subiam a montanha e comiam os cogumelos, sentindo grande euforia que os faziam rir de forma incontrolável e eram assistidos por seu povo que achavam estarem em contato com seus deuses.
    O foco dessas experimentações estão em quase todos os rituais indígenas e povos antigos.
    A aplicação terapêutica ainda causa polêmica e controvérsias dos segmentos profissionais e deve se extender ainda por muito tempo.

    ResponderExcluir
  8. É verdade ,causa polemica, mas isso já esta mudando cada vez mais rápido.
    O legal é que a Erva do Diabo, foi importante na minha escolha proficinal, quando li com meus 17, 18 anos, eu já gostava muito, achava muito interessante, o efeito mental das drogas, sempre fui curioso, e depois que li pela 1ª vez tive certeza que queria estudar isso mais a fundo, e quem sabe um dia saber sintetisar medicamentos,etc.
    E foi o que aconteceu, quando muleque eu já esperimentei de tudo, sintetizei, fiz extratos ,etc. Tive bons momentos, nunca tive uma bad trip, mas não recomendo para ninguém, pois é necessário um local seguro e com pessoas caretas porque o rsico de uma crise psicótica é real, e o tratamento hoje em dia é administração de benzodiazepínicos (diazepan e similares) para deprimir o sistema nervoso central e interromper as alucinações.

    ResponderExcluir
  9. também fiz experiencias com os alucinógenos, mas de forma técnica sem a busca por prazer e hábito. Avaliei as escadas dessas atividades no efeito da mente e do emocional.
    A chamada bad trip pode ser uma viagem sem volta, com sequelas que comprometeriam a estabilidade psíquica do indivíduo, por isso mesmo, ainda não pode ser aplicado em tratamentos de doenças e patologias nas pessoas com pertubações mentais.
    Contudo os remédios de contenção são tão ou mais prejudiciais ao organismo como um todo, que soa como um cobertor curto, voce tapa a cabeça descobre os pés.
    Daí vejo a imensa importancia e responsabilidade da composição e formulação desses ingredientes naturais e sua posologia no tratamento de pessoas com séries instabilidades psíquicas.

    ResponderExcluir
  10. Concordo, mas a psilocibina, esta sendo muito estudada, e muitas pessoas já usufruiram de suus efeitos, por enquanto , só este pesquisador, que não consigo me lembrar o nome, esta realizando estas pesquisas nos EUA, e o tratamento consiste em sessões de psicanálise, e o uso em local seguro , com acompanhamento do próprio médico, lógico, ele tem feito muitos avanços, é lógico que não é qualquer pessoa que pode usar este tratamento, é feito uma avaliação cuidadosa de cada caso, os principais casos e os que obtiveram efeito melhor do que o esperado, foram casos de pessoasentre 55 e 70 anos, que possuiam grande depressão, por não serem mais ativas, por acostumarem a vida mais parada, etc, o que acontece com muitas pessoas que se aposentam, não que seja problema único dos mais velhos, mas estas pessoas haviam perdido a vontade, haviam perdido o sentido a beleza da vida, simplismente por deixarem passar, isso é comum.
    E segundo o próprio médico pesquisador, com a esperiencia psicodélica, as pessoas aprenderam a entender novamente a beleza da vida, a prenderam a ver o sentido a beleza das coisa simples, quem já teve uma esperiencia psicodélica sabe o que estou falando.
    E com poucas sessões se não me engano 6 ou 7 uma por mes, estas pessoas tiveram uma melhora ,pode-se dizer uma cura deste mal, que não é esperado nem com anos de terapia com anti depressivos normais e psicoterapia..

    ResponderExcluir
  11. com esse direcionamento e cuidados especiais, acredito totalmente nos resultados benéficos desse tipo de experimentação, pois está na própria história da humanidade em seus tempos mais remotos, o uso de plantas, raizes e fungos não só para o evento dos rituais mas para curar seu povo de suas piores superstições e medo do desconhecido.
    Estranho como é citado o fungo de uma espécie de trigo, em forma de uma pequena banana, e que é chamado de Ergot, como a mais poderosa de todas as reações alucinógenas e que causavam sequelas terríveis chegando até ao cancer e lepra fulminante.
    Li algo sobre esse assunto e me impressionou a capacidade de destruir células da epiderme, tal qual transferir a mente humana para uma realidade sem volta do inconsciente mais profundo.

    ResponderExcluir
  12. É na verdade este fungo, não é bem um alucinógeno, ele é um veneno fortíssimo, que matou muita gente , em todas as eras da humanidade desde que o homem aprendeu a cultivar e estocar grãos, os piores envenenamentos se deram ná idade média, mas conseguimos tirar vantagem a desde veneno, hoje existem medicamentos, anagésicos, e para o tratamento da enxaqueca, o prícipio ativo derivado deste veneno (ergo) mais utilizado em medicamentos é a ergotamina.
    O interessante é que o Dr. Albert Hofmann, químico da multi nacional Sandoz, estava trabalhando com variações químicas da ergotamina, que é derivada da ergo,entre elas o acido lisérgico, quando sintetisou o acido lisérgico 25, estas sínteses eram apenas para desenvolver um medicamento melhor que a ergotamina e derivados para o trat. de enxaqueca, quando descobriu sem querer o LSD, quando pela pele absorveu cerca de 50 microgramas, do LSD-25 (ácido lisérgico-25).
    Então procurando um simples anti enxaqueca, descobriu-se o LSD

    ResponderExcluir
  13. AMIGOS!!! Agora to movendo terra e céu pra encontrar a trilha sonora!!!!

    ResponderExcluir
  14. Miguel as músicas estão nesse link:
    http://rapidshare.com/#!download|69|298437658|Mushroom.zip|163410

    as faixas são essas

    Track - Artist
    1. Brand New Cadillac — Go-Go 3 with the Beat Mint 4
    2. Namida No Okurimono — Gathers
    3. Koi No Dancehall — Cheese
    4. You Can't Sit Down — Pinkies
    5. Little Shimmy Brown — The Strikes
    6. Do Shite Bokuo Erandano? — Mammys
    7. My Funny Honey — Hippy Hippy Shakes
    8. Boku WA Collector — The Collectors
    9. Koi No Majutsushi — Time Machine
    10. Neon Lights — Yuji Okiyama
    11. Tokyo Night — The Poodles
    12. Telstar — Bravo Komatsu
    13. Flying Jelly Attack — Shonen Knife
    14. Honey Boy — Baby Baby
    15. The Ancient Hours — The Phantom Gift
    16. Bad — The Twenty Hits
    17. Tolkin' Planet Sandwitch — The Red Curtain
    18. Love Helicopter — Love Helicopters
    19. Birds Pale Eyes — The Muddy Lamps
    20. Aisare-Takute — Eva-01
    21. Blue Mayonnaise — The Wow Wow Hippies
    22. In Your Season — Mutant Monster Beach Party

    ResponderExcluir
  15. Miguel,estou lhe passando a gravação do Album que reproduzi a capa nos comentários, não é na verdade, a trilha original do filme.

    ResponderExcluir
  16. Carlos, fico fascinado com suas precisas informações sobre o assunto, em especial do Ergot e o fato de que dele, surgiu a fórmula que gerou o LSD e da forma como foi conseguido.
    É certo que da Sandoz tive as informações de que foi o berço da descoberta e do nome do cientista Albert Hoffman, mas esse pormenor foi surpreendente.
    Maravilha de conhecimento e embasamento seu, sobre o assunto.
    Todavia li que o Ergot foi talvez em uma outra tradução de fatos da história, uma droga de alucinação poderosa, descoberto quando encontraram um cavalo morto e o cérebro do animal continha propriedades do Ergot, de onde partiu o estudo.
    Dizem que a versão Cavalo de Tróia seria originária desta história e que passagens bíblicas mal traduzidas na verdade se referem ao uso do ergot como ritual pagão conhecido como a matança dos pães, uma passagem em que hebreus condenados e outras raças eram colocados numa cova e então lançavam pães(na verdade o trigo com o fungo brotado)e de onde surgiu a famosa praga da lepre durante os anos 1000 A.C.
    Mas imagino quanto a natureza tem de propriedades poderosas desconhecidas da ciencia humana de hoje, mesmo que em tempos remotos pudessem ser usados.

    ResponderExcluir
  17. Esta história eu não conheço, mas a ergo ela não tem propriedades alucinógenas, ela é sim a matéria prima para se produzir o LSD , e um veneno poderosíssimo, quantidades minimas, de micro gramas são mortais, como o LSD que também é poderoso uma dose de 25 microgramas, ou seja 25 milhonésimos da miligrama, ou seja pegue 1mg, divida por 1000 e use apenas 25 partes, isso é 25 micro gramas, e são suficientes para produzir esfeitos psicodélicos.

    ResponderExcluir
  18. hanscartwright, obrigado! Quebre a cabeça pelo japonês e nada!

    Só cheguei até aqui:www.godzillamonstermusic.com/matango.htm

    ResponderExcluir
  19. MUITO LEGAL PARABENS VOU ASSISTIR,ADORO ESSE GENERO

    ResponderExcluir
  20. Tem como reupar? O link não está mais funcionando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da sim amigo, aguarde um pouco que em breve vou reupar

      Excluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem