sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

A TARA MALDITA - 1956

THE BAD SEED
Direção : Mervin LeRoy













Fonte : DVDRip
Tamanho 1.280mb
Duração : 130 min.
Video: XVID 720x480 30.00fps 1242Kbps
Audio: MPEG Audio Layer 3 48000Hz stereo 128Kbps
Servidor : vários hosts com protector link
Links : 4 partes
Legendas : incluídas na pasta
Ano : 1956
Direção : Mervin LeRoy
Roteiro : John Lee Mahin
Roteiro : Maxwell Anderson
Novela : William March
Fotografia : Harold Rosson
Música : Alex North





SINOPSE:

Que mais Christine Penmark poderia desejar ? Casada com um
promissor Coronel das Forças Armadas e uma filhinha meiga e
educada, que trata seus parentes e vizinhos com cortesia e
sorriso.
A menina é o sonho da senhoria da casa, a atenciosa Mônica
que sempre faz agrados a pequena Rhoda com mimos e presentes.
Mas quando o Coronel precisa viajar a serviço, indo para
Washington, a sua espôsa enfrenta seus piores pesadêlos que a
acompanham desde a infância e com a visita de seu pai, um
exímio criminologista aposentado, traz à tona um segrêdo
terrível. Mas o que mais a atormenta é a forma como sua doce
filha Rhoda se comporta, quando algo a contraria, o que
revela uma outra face perigosa e mortal.

COMENTÁRIOS:

Primeiro filme a usar uma criança como vilã e assassina, um
verdadeiro terror em forma de princesa, causando grande impacto
no cinema dos anos 50, tanto que o diretor Mervin LeRoy se viu
forçado pelo departamento de censura ou mais conhecido como The
Motion Picture Production Code, a modificar a cena final que a
princípio foi fiel ao livro de William March, sendo refilmado
sem que o fim fosse divulgado aos atores até o último dia de
filmagem quando o script foi liberado.

o best-seller de William March que tem o final originalmente rodado
mas que foi forçado a ser alterado por problemas de censura

A exigencia naqueles anos 50, permeava a moral que eles chamavam
de "Crime doesn't pay"(O crime não compensa).
Mesmo assim após o final, uma mensagem da produção aparecia na
tela pedindo a todos os espectadores, não contarem o desfecho
para ninguem que ainda não tivesse visto o filme.

uma mensagem para quem ia sair da sessão.

Na verdade, THE BAD SEED foi um sucesso da BROADWAY que estreou
em Dezembro de 1954 e deu a NANCY KELLY o prêmio TONY de melhor
atriz nos palcos em 55. Ela então recriou seu personagem para o
filme e do mesmo modo as atrizes Eileen Heckart, Evelyn Varden e
Joan Croydon, bem como Henry Jones que faz o papel do moribundo
LeRoy.
A principio a atriz ROSALIND RUSSEL tinha sido convidada para o
papel da mãe, mas a produção acabou contratando a maior parte do
elenco da peça teatral. Aliás a premiada atriz teatral Joan
Croydon fez aqui o seu único trabalho para cinema, só atuando
depois em algumas poucas séries de TV, sendo consagrada mesmo
como atriz de palco.
O filme teve 4 indicações para o OSCAR como atriz principal
(NANCY KELLY) e atrizes coadjuvantes (EILEEEN HECKART no papel da
mãe do menino assassinado Daigle, que tem soberba atuação como
uma alcólatra que bebe exageradamente após a morte de seu filho
de 8 anos)e é claro PATTY McCORMACK como a pequena serial-killer,
aliás a primeira vez que uma criança é mostrada como assassina
cruel e perversa.

a pequena Rhoda procurando um novo amiguinho.Voce aceitaria?

Também a fotografia de HAROLD ROSSON recebeu uma indicação para
o OSCAR desse ano.
O filme nesse ponto foi inspiração para vários outros roteiros e
até remakes realizados a partir deste clássico. Destaca-se THE
GOOD SON(O ANJO MALVADO)com na época, os atores mirins MACAULAY
CULKIN e ELIJAH WOOD e cuja história tem alguns pontos em comum
(no caso, o patinho de borracha com relação à medalha do colégio
para a Rhoda), como tambem, A PROFECIA, A ÓRFÃ, A COLHEITA
MALDITA, CHILDREN, UMA FRESTA NO TETO, TODAS AS NOITES ÀS NOVE,
O CHAMADO, HARRY POTTER E O ENIGMA DO PRÍNCIPE, CIDADE DOS
AMALDIÇOADOS entre outros.

uma galeria de pequenos assassinos do cinema

Outra aparição conhecida dos apreciadores do sci-fi é o pai da
Rhoda, o ator WILLIAM HOPPER, dos filmes DEADLY MANTIS, 20
MILLION MILES FROM EARTH, CONQUEST OF SPACE e que atuou também
no filme famoso com JAMES DEAN, REBEL WITHOUT A CAUSE(Juventude
Transviada). Ele veio a falecer com 55 anos vítima de um derrame.

o ator William Hopper famoso matador de monstros gigante do Nathan Juran

A atriz mirim PATTY McCORMACK, seguiu sua carreira sem
interrupção, diferente da maioria das crianças do cinema e
atuou em vários filmes e séries da TV Americana.

a pequena Patty ontem e hoje

Outro rosto bem familiar de vários seriados é o HENRY JONES,
com uma filmografia extensa(VERTIGO,ARACNOFOBIA) e praticamente
apareceu nas séries de TV mais populares dos Estados Unidos.
Quem não lembra do irmão do Dr.Smith em Perdidos no Espaço, o
jogador e trapaceiro, JEREMY SMITH ?

o popular ator de várias séries de TV, Henry Jones, falecido em 99 ao lado de Jonathan Harris,
o dr. Smith na maravilhosa série de Irwin Allen, LOST IN SPACE.

Também a gorda e falante senhoria Monica interpretada pela atriz
da Broadway EVELYN VARDEN, que faz o papel da dona da lanchonete
de fé religiosa extrema em O MENSAGEIRO DO DIABO, do CHARLES
LAUGHTON.

a atriz Evelyn Varden no filme O MENSAGEIRO DO DIABO,
incitando o povo a linchar o serial killer interpretado por
Robert Mitchum

O filme contém uma trilha sonora composta por ALEX NORTH que é o
compositor da famosa música de GHOST O OUTRO LADO DA VIDA, a
melancólica "UNCHAINED MELODY" e uma longa lista de projetos
feitos para o cinema como SPARTACUS, CLEÓPATRA 1963, UM BONDE
CHAMADO DESEJO,VIVA ZAPATA! 1952, QUEM TEM MEDO DE VIRGINIA WOOLF,
etc.

LPs com a trilha sonora do filme, composta por Alex North

Outro fato curioso do filme é que ao final, os atores e atrizes
são todos apresentados como numa peça de teatro e após isso, mais
uma cena adicionada para fazer a platéia rir e descontrair diante
do teor sombrio que o roteiro carrega ao longo dos 120 minutos.
Um clássico do cinema com interpretações primorosas e direção
segura e criativa do premiado MERVIN LEROY.

o diretor de vários sucessos do cinema, como QUO VADIS,MR.ROBERTS,
THE DEVIL AT 4 O'CLOCK, EAST SIDE WEST SIDE e que mesmo não sendo
creditado, dirigiu boa parte de O MÁGICO DE OZ em 1939



Um filme que vai fazer voce pensar duas vezes, antes de pôr uma criança de castigo





ELENCO:

Nancy Kelly ... Christine Penmark
Patty McCormack ... Rhoda Penmark
Henry Jones ... Leroy Jessup
Eileen Heckart ... Hortense Daigle
Evelyn Varden ... Monica Breedlove
William Hopper ... Col. Kenneth Penmark
Paul Fix ... Richard Bravo
Jesse White ... Emory Wages
Gage Clarke ... Reginald 'Reggie' Tasker
Joan Croydon ... Claudia Fern
Frank Cady ... Henry Daigle






capa do DVD remasterizado


SCREENSHOTS:














THE BAD SEED





8 comentários:

  1. cara você não sabe como eu adoro, de ver postado umas surpresas assim aem saber de nada, muito legal cart, não conhecia mas vou conferir com certeza. Valeu!!!

    ResponderExcluir
  2. o filme é extraido de uma peça teatral de enorme sucesso na Broadway e é considerado um clássico arrojado que causou enorme polêmica nos anos 50.
    A censura atuou firme contra o final e impôs uma
    outra solução ao livro de William March
    Mas o diretor MERVIN LEROY, não perdeu o passo e criou um exercício original de teatro e cinema,
    transformando a pequena RHODE num símbolo cult durante as décadas seguintes...
    Até bandas de rock experimental,punk etc, usaram esse título como NICK CAVE E THE BAD SEEDS que tinha o vocalista do EINSTURZENDE NEUBAUTEN, BLIXA BARGELD e que esteve no Brasil entre os anos 80 e 90. Em 66 também surgiu uma banda texana com esse nome. As capas iniciais sugeriam a pequena Rhoda como símbolo dos grupos.

    ResponderExcluir
  3. Mais cultura pra dentro de minha caixola, Nick Cave e The Bad Seeds, sempre escutei e gostei muito de Nick Cave, mas só agora fiquei sabendo a origem do nome da banda, é incrível como as bandas ,principalmente dos anos 80 usavam como inspiração os clássicos do cinema, existem inumeras bandas de todas as épocas, posso estar errado , mas me parece que nos anos 80 as bandas sempre tinham como influencia os clássicos, principalmente no Terror e Sci Fi, posso citar muitas , mas eu acho que , pelo menos é o que me vem agora na cabeça, o Misfits e o Iron Maiden eram as bandas que mais demonstravam seu amor ao cinema fantástico.
    O Misfits principalmente no Sci Fi, 90% de suas letras eram sobre algum clássico e lógico a maior parte dos anos 50, e o Iron na parte do terror e também Sci Fi, como o Misfits também tinha um pouco do terror e suspense.
    Musicas dos misfits , 20 eyes (filme the Eye Creatures de 1965 ), Astro Zumbis, The Brain Eater, Night of the living dead, die die my Darling, Crawling Eye, bloodfeast, day the earth caugh in fire, die monster die, fiend without a face, horror hotel, Vampira, Them, teenagers form Mars, Return of the Fly, lost in Space, e , etc, etc, etc.
    Inclusive eu ainda vou postar os discos e alguns video clips dos Misfits, inclusive tem um video clip deles que foi dirigido, nada mais nada menos do que por George Romero, não lembro o nome da música mas vou coloca-lo aqui, eles podem até ser a trilha sonora do Space Monster, hehehe!! muito legal né ?

    ResponderExcluir
  4. todos esses grupos de música punk, industrial, rock garage, hardcore e até alguns psicodélicos, são ilustres fans e idolatradores do cinema fantástico de terror e sci-fi dos anos 50 e 60.
    Voce citou vários com referencia direta aos cults dessa fase.
    Ainda tem outros mais obscuros e até famosos como Black Sabbath (do filme de 63 de MARIO BAVA), The Triffids da Austrália,Klaatu do Canadá(referindo ao alien de O DIA EM QUE A TERRA PAROU),THE ARGONAUTS de Londres e muito mais que já sumiu na poeira.

    ResponderExcluir
  5. Muito obrigado!!
    Certos clássicos são obrigatórios e sempre quis conhecer esse.

    Edson

    ResponderExcluir
  6. como vc deixou seu blog tão personalizado asssim? lindo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Xena's , eu só usei as funções do próprio blogger, e alguns gifs

      Excluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem