domingo, 24 de maio de 2015

GODZILLA ( GOJIRA ) - 1954 / GODZILLA: KING OF THE MONSTERS - 1956

GODZILLA - 1954

GODZILLA, KING OF THE MONSTERS - 1956

Direção : Terry Morse/Inoshiro Honda

VERSÃO ORIGINAL - JAPÃO 1954 
E
 VERSÃO AMERICANA 1956

POSTADO PRIMEIRAMENTE EM 08/12/2011



SINOPSE: 
GODZILLA, KING OF THE MONSTERS

O repórter do United World News, STEVE MARTIN é enviado para uma matéria no Cairo, mas faz escala no Japão para um encontro social e acaba por testemunhar a destruição de TÓKIO, por uma criatura milenar, despertada por atividades atômicas na baia da cidade.
Enquanto acompanha todas as investigações e peregrina pelo país, Steve acaba sendo vitimado e acorda num hospital sendo atendido por Amiko Umani filha do paleontólogo, o dr. Kyohei Yamane. Assim ele vai se recordando dos acontecimentos e assiste a única chance de derrotar o monstro chamado GODZILLA, numa invenção do Dr. Sherasawa, que destruia todo o oxigênio da água.
Mas o cientista se recusava a usar sua bomba, pois sabia que isso acabaria com toda a vida marítima da baia de TÓKIO.
Com isso além da capital, outras cidades sofriam ameaça de total destruição da fúria de GODZILLA, que resistia todas as armas das Forças Armadas japonesas.




GODZILLA, KING OF THE MONSTERS
DVDRip

Formato: Avi / DVDRip
Tamanho:550MB
Idioma: Inglês
Duração: 80 minutos
Legendas: Português (srt na pasta)

Link Único 4shared:
http://www.4shared.com/rar/H8SRFuoA/044Godzilla_King_of_the_Monste.html

GODZILLA, KING OF THE MONSTERS
BRRip

Formato: MKV / BRRip
Tamanho: 1,36 Giga
Idioma: Inglês
Duração: 80 minutos
Legendas: Português (srt na pasta)

Links em 2 partes 4shared:

http://www.4shared.com/rar/45nLRkpxba/reigodpart1.html
http://www.4shared.com/rar/s8K5rnKaba/reigodpart2.html

tradução das legendas: desconhecido
Revisão, correções e adaptações de linha : CARTWRIGHT



GODZILLA - GOJIRA - 1954
BRRip

Formato: MKV / BRRip
Tamanho: 1,65 Giga
Idioma: Japonês
Duração: 92 minutos
Legendas: Português (srt na pasta)



senha p/descompactar todas as versões
www.cinespacemonster.blogspot.com.





COMENTÁRIOS POR CARTWRIGHT
GODZILLA KING OF THE MONSTERS


Essa foi a versão que eu vi nos cinemas nos anos 50, não conhecia o original japonês, que foi exibido apenas nas salas de cinemas de CHINATOWN na Califórnia.
Isso aconteceu porque Edmund Goldman assistiu e comprou os direitos do filme junto a Toho e vendeu para a JEWELL ENTERPRISES de Richard Kay and Harry Rybnick, que tinham contrato com JOSEPH LEVINE, um produtor que trazia para os cinemas americanos vários filmes de fora como: SANTA CLAUS do México e principalmente UNE FÉE... PAS COMME LES AUTRES 1956 de Jean Tourane, um dos cults que me apaixonei na infância e nunca mais vi.


O maravilho filme de JEAN TOURANE, com a primeira introdução de seu mais famoso personagem, SATURNIN que foi distribuido nos States e até no Brasil, graças à atuação de JOSEPH LEVINE que buscava principalmente na EUROPA, títulos desconhecidos do mercado americano.



Como ainda havia certos resquícios da sociedade americana e Japão, LEVINE autorizou a criação de uma nova história, usando as imagens originais de INOSHIRO HONDA, como arquivo footage e trazendo o ator RAYMOND BURR como ator principal, que faria assim várias filmagens contracenando com outros atores, como o japonês Frank Iwanaga e o editor do jornal MIKEL CONRAD. Para contracenar com os atores originais do filme japones, principalmente a atriz MOMOKO KÔCHI e o consagrado TAKASHI SHIMURA(o ator favorito de AKIRA KUROSAWA), RAYMOND BURR filmou cenas em que ele fica de frente com figurantes de costas, usando roupa igual dos atores e então apareciam closes de MOMOKO e TAKASHI, falando como se fosse com ele. Não é lá nenhum efeito tipo FORREST GUMP, mas funcionou relativamente bem.
Ainda que a versão japonêsa é mais contundente, a versão americana que circulou aqui, tornou o monstro de EIJI TSUBURAYA, um fenômeno de bilheteria.
O diretor TERRY O. MORSE, fez algumas melhorias na fotografia e até retocou alguns efeitos para o mercado do cinema americano. Desde então outros sucessos de INOSHIRO HONDA passaram a ter versões americanas com inclusões de atores do país e dublagem dos atores originais.


Um dos SCI FI dirigidos por TERRY O MORSE mais conhecidos, foi THE UNKNOWN WORLD de 51, lhe deu crédito para assumir a direção da versão USA de GODZILLA e depois também outros filmes de HONDA
                       

Interessante notar que o ator RAYMOND BURR, depois do sucesso desta versão de GODZILLA, acabou sendo convidado para atuar como o advogado PERRY MASON, uma série da tv americana, que foi talvez o maior sucesso mundial, líder absoluto de audiência durante os 9 anos em que foi exibido (de 57 até 66), no qual recebeu dois Emmys.


o sucesso de RAYMOND BURR como PERRY MASON foi tão imenso, que no Canadá, foi feito um sêlo comemorativo em seu nome pelo reconhecimento de seu sucesso, tido como o mais popular ator de séries no país.


Até então, BURR fazia papéis menores como o assassino Lars Thorwald, no suspense de ALFRED HITCHCOCK, JANELA INDISCRETA de 54 e LOUCOS DE AMOR dos irmãos MARX. Como ele foi sempre atuante nas séries de TV, logo sua carreira se tornou um enorme sucesso com PERRY MASON. Foi
nos sets que ele conheceu ROBERT BENEVIDES e então passaram a viver juntos. Apesar de seus empresários arrumarem 2 casamentos e filhos,
RAYMOND BURR nunca escondeu seu lado homossexual e se uniu ao ator coadjuvante BOB BENEVIDES(que atuou em alguns filmes como THE MONSTER THAT CHALLENGED THE WORLD) e quando BURR faleceu, deixou-lhe uma soma no valor de $32 milhões de dólares.


BURR ao lado de BARBARA HALE, a eterna Della Street da série PERRY MASON e seu companheiro BOB BENEVIDES, durante seus últimos mêses. BURR foi diagnosticado com câncer, mas se recusou a operar, pois queria terminar os 2 episódios que filmava para TV, antes de morrer.


BURR sofria de câncer e faleceu em 93, mas assim mesmo filmou dois especiais, um como PERRY MASON,"The Case of the Killer Kiss" e outro como IRONSIDE em "The Return of Ironside".


RAYMOND BURR ficou famoso também por sua especialização em criação de orquídeas híbridas ao lado de BOB BENEVIDES. Uma de suas últimas orquídeas recebeu o nome de BARBARA HALE, sua grande amiga e parceira da série PERRY MASON


A série IRONSIDE foi outro grande sucesso, em que ele atuava sentado numa cadeira de rodas após ser atingido por uma bala no primeiro episódio, quando perseguia um bandido. Ao longo dos 197 episódios de
IRONSIDE, RAYMOND BURR filmou sempre sentado numa cadeira de rodas,o que lhe causou problemas de visão por estar sempre olhando para cima. A música-tema de IRONSIDE foi usada por QUENTIN TARANTINO em KILL BILL nas cenas em que se fazia um close nos olhos da atriz UMA THURMAN, numa expressão de ódio, pronta para matar seus inimigos que jurou vingança.


Capa do volume 1 em DVD da série IRONSIDE, que estreou na TV RIO
em 69 e que foi mais um grande sucesso na carreira de BURR.


Como CINESPACEMONSTER é o mais completo acêrvo da dupla HONDA & TSUBURAYA, nada mais providencial que postar essa versão USA que é bem difícil de encontrar na Net. Assim aqui está o GODZILLA, fã dos GIANTS, mascando chiclete e levando uma multidão aos cinemas do tio SAM,naquela época em que PEARL HARBOR ainda era um trauma no país.


Cartaz japonês para a versão americana de TERRY MORSE com GODZILLA cuja voz foi feita raspando uma corda de contrabaixo ligado em captadores.




clique para ampliar


GODZILLA KING OF THE MONSTERS!




GODZILLA ( GOJIRA )



5 comentários:

  1. links em japones off, vocês podem reupar por favor?

    ResponderExcluir
  2. Saudações!

    O link para a versão original Japonesa está OFF, poderiam postar novamente?

    ResponderExcluir
  3. gente,alguem sabe qual é a senha para descompactar o Godzilla 1954?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara compra um óculos a senha está bem abaixo do último par de links está destacado em outra cor

      Excluir
    2. cara compra um óculos a senha está bem abaixo do último par de links está destacado em outra cor

      Excluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem