domingo, 27 de dezembro de 2020

MR. SARDONICUS aka MÁSCARA DO HORROR - 1961 - DUAL AUDIO

POSTADO PRIMEIRAMENTE EM 25/11/2010


SINOPSE:

Sir Robert Cargrave, um promissor médico londrino em 1880, especializado em problemas físicos, encomenda o que então seria uma grande novidade no mundo da ciência: a seringa hipodérmica, que o auxilia na cura de paralisia e outras sequelas.
Mas uma carta enviada de um remoto lugar chamado Gorslava, por sua ex-namorada, Maude, que implora para que ele vá até o castelo de seu marido, o Barão Sardonicus, sem muitas explicações, faz com que ele largue o hospital para atende-la.

DIREÇÃO:
William Castle

ELENCO:
Oskar Homolka as Krull
Ronald Lewis as Sir Robert Cargrave
Audrey Dalton as Maude Sardonicus
Guy Rolfe as Baron Sardonicus
Vladimir Sokoloff as Henryk Toleslawski
Erika Peters as Elenka
Lorna Hanson as Anna

Formato: MKV / BRRip / 720P
Tamanho: 875MB
Duração:
90 minutos
Idioma: Inglês e Português selecionáveis 
Legendas:
Português ( srt na pasta )

REMASTER COM DUBLAGEM CLÁSSICA AIC SP POR CANNIBAL
LEGENDAS POR VICIADOS


LINK AMAZON:

LINK 4SHARED:


SENHA PARA DESCOMPACTAR
cinespacemonster


TRAILER




COMENTÁRIOS:
CARTWRIGHT

Considerado pelo próprio William Castle, seu filme favorito do gênero, em que concordo plenamente, um universo de horror total, com cemitérios, fogs e todo um clima de sobrenatural, conduz uma história, que na verdade foi originalmente escrita como uma pequena novela, por Ray Russell para a revista PLAYBOY, e que Castle comprou os direitos e pediu ao autor para adaptar em script. Castle afirma que adorou cada segundo do projeto sendo realizado.
Um dos pontos fortes do filme são os make-ups que foram muito impactantes na época, principalmente o do ator Guy Rolfe, que submeteu à horas de preparo e ainda teve que manter-se nesse estado por um tempo enorme, causando total desconforto e alguma febre.
Mas William Castle não podia deixar de criar seus marcantes gimmicks e neste caso, cartões luminosos eram distribuidos na entrada do cinema, um com o polegar levantado para cima e outro para baixo, tal como Julio Cesar executava os gladiadores no Coliseu e que ao final da história, o diretor pedia para o público escolher o destino do Barão Sardonicus que tinha duas opções: terminar bem ou sofrer terrível castigo por suas maldades ao longo da trama.
É claro que o público sempre optava pelo polegar para baixo e a cena em que Sardonicus escapa nunca foi exibido, apesar de William Castle jurar que ele rodou essas cenas também,ainda que a atriz Audrey(O MONSTRO QUE DESAFIOU O MUNDO) Dalton, garantiu que essas cenas da segunda opção nunca foi realizado. Esses cards luminosos são considerados souvenirs de alto valor para colecionadores, e bem verdade eles nunca foram distribuidos no Brasil.




Foi um dos filmes que mais adorei de tudo que vi no segmento terror, apesar da modesta produção, tem os elementos completos do que se espera do gênero.
Foi pela primeira vez lançado em DVD num pack com mais 7 filmes do diretor e se tornou um dos cults mais venerados pelo público especializado, com publicações em revistas, gibis, máscaras e todo um merchandise posterior ao lançamento de Outubro de 61.
Destaque para o bizarro mordomo OSKAR HOMOLKA, um rosto conhecido em Hollywood que participou de lotes de clássicos do cinema, contracenando com a musa MARILYN MONROE, entre vários sucessos de bilheteria. Um cult imperdível do mestre dos Gimmicks que faz sua sórdida aparição no começo e no final deste filme com seu humor negro característico e inconfundível.


"Punishment Poll" (Enquete da Punição):


O gerente do cinema ia até a frente da sala e os espectadores eram convidados a votar para escolher o destino de Mr. Sardonicus, sendo que polegar para cima significava um "final feliz" para o vilão, e polegar para baixo a sua morte (estilo Coliseu na Roma Antiga).
Para garantir a interatividade, William Castle gravou os dois finais - com Sardonicus sendo punido ou então sendo perdoado. Ironicamente, em nenhuma das sessões de MR. SARDONICUS o público teve piedade pelo vilão, então o "final feliz" alternativo nunca precisou ser exibido!


o mestre Castle explicando como usar os cards ao público



SCREENSHOTS


11 comentários:

  1. Cara, este filme é maravilhoso. Gosto muito.

    ResponderExcluir
  2. É um dos meus preferidos, sem dúvida.

    Cabrera

    ResponderExcluir
  3. Assiti a este filme várias vezes na TV quando era criança. É maravilhoso, pena que clássicos como este não encontrem mais espaço na mídia televisiva.
    Parbéns pela postagem.

    ResponderExcluir
  4. O filme pode ser bom, mas o Castle considerar sua melhor produção, ignorando "O bebê de Rosemary", não faz muito sentido.

    ResponderExcluir
  5. Postagem maravilhosa, adoro os filmes clássicos, e esse site é sensacional, agradeço a todos. Obrigada

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, Carlos! Por favor, dê uma olhada no seu e-mail do BOL.

    ResponderExcluir
  7. Um Ano Novo cheio de saude, paz e realizações.
    Obrigado pelas postagens, esses filmes fazem parte da minha vida
    Fernando Trottmann
    Leme-SP

    ResponderExcluir
  8. Carlos, já te respondi. Qualquer dúvida é só falar, um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia esse do Willian castle. Vou assistir. valeu

    ResponderExcluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem