PROCURE SEU FILME NO SPACE MONSTER



.

.

domingo, 19 de abril de 2015

YOU'LL FIND OUT aka O CASTELO DOS MISTÉRIOS - 1940

POSTADO PRIMEIRAMENTE EM 29/08/2012



Formato : MKV 
Fonte : DVDRip
Tamanho : 1.420 gb
Duração : 98 min
Legendas:Português (srt na pasta)
Direção : David Butler
Produção : David Butler
História : David Butler/James V Kern
Fotografia : Frank Redman
Direção Musical : Roy Webb
Arranjo Musical : George Duning
Efeitos SONOVOX : Gilbert Wright
Composições : Jimmy McHugh/Johnny Mercer
Efeitos Especiais : Vernon L. Walker

**************************************

senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com
***************************************


SINOPSE

A doce Janis Bellacrest contrata o KOLLEGE OF MUSICAL KNOWLEDGE para tocar em seu aniversário de 21 anos no castelo do falecido pai. Kay Kyser e toda a sua trupe, que incluem, Ish Kabibble, Sully Mason, Harry Babbit e a bela Ginny Simms chegam à estranha mansão cercada de peças exóticas que o falecido pai de Jane colecionava pelos confins do mundo, até ser esquartejado por uma tribo indígena que o acusou de profanar seu templo.
Mas a irmã do falecido, a tia Margo, acredita poder falar com os mortos e contrata o medium Príncipe Saliano(BELA LUGOSI), para poder conduzir sessões espíritas com a ajuda de seu advogado e amigo da família, o juiz Spencer Mainwaring(BORIS KARLOFF).
Porem Janis não acredita no tal medium e convida o pf. Karl Fenninger(PETER LORRE)para desmascará-lo. Mas estranhos acidentes fazem com que a jovem filha do milionário acredite que alguem esteja querendo assassiná-la por algum motivo desconhecido.




COMENTÁRIOS
POR CARTWRIGTH


RECOMENDO AOS AMIGOS DO SPACE MONSTER QUE LEIAM ESTES COMENTÁRIOS, ANTES OU DEPOIS DE ASSISTIREM AO FILME, PARA QUE CONSIGAM ENTENDER ALGUMAS PASSAGENS CÔMICAS .

Segundo dos sete filmes que a banda de KAY KYSER fez para o cinema, depois do enorme sucesso de seu programa de rádio Kay Kyser's Kollege of Musical Knowledge, quando estreou na MUTUAL em 33 e atingiu o maior índice de audiência a partir de 38, ao se transferir em caráter nacional para a NBC. Chegou a ser registrado cerca de 20 milhões de aparêlhos ligados o que foi uma marca imbatível, considerando o ano e população vigente.

            THE KOLLEGE OF MUSICAL KNOWLEDGE já na fase da NBC, com KABIBBLE agachado
    no centro, ainda sem o seu penteado característico

Kay Kyser foi um inovador, sempre adicionando recursos eletrônicos como o SONOVOX, que o cantor HARRY BABBIT usava e causava um enorme encanto no público.

                         HARRY BABBIT imitando o som do SAX com a voz, através do SONOVOX

                         HARRY BABBIT em dupla com GINNY SIMMS e o SONOVOX criando efeitos
absolutamente vanguardistas para época.


Após KAY, esse recurso eletrônico passou a fazer parte de muitos projetos de cinema, animação e discos. DISNEY usou o aparelho para fazer a voz do trenzinho no longa DUMBO e em "The Reluctant Dragon". Um dos projetos mais mais conhecido da criançada em 47 foi WHIZZER THE TALKING AIRPLANE, que também usava os recursos do SONOVOX. Mas Kay seria sempre lembrado como o pioneiro na adição de eletrônica na música popular do país.

                          o disco de WHIZZER que foi muito popular e recorde de vendas em 47

Kay tambem criava gags e cenas cômicas com sua orquestra, que pegavam o público de surprêsa. Sua característica principal no programa de rádio eram as famosas sabatinas em que convidados respondiam perguntas e se não soubessem ele gritava: STUDENTS! para a platéia que respondia.

                            cena do programa ainda na radio MUTUAL em 34, durante a sessão
de perguntas que lhe concedeu uma enorme popularidade.

Isso está bem mostrado no inicio de YOU'LL FIND OUT, que pra mim é o melhor dos sete longas da banda. Além do que, reuniu um trio da pesada em têrmos de terror clássico, que foram BORIS KARLOFF, BELA LUGOSI e PETER LORRE.
Foi a única vez que os três participaram num mesmo filme, mais pelo fato de que PETER LORRE e BELA LUGOSI, apesar de conterrâneos originais da HUNGRIA, nunca haviam atuado juntos e não voltariam mais a fazê-lo.

                        a única vez em que esses três nomes consagrados do TERROR se uniram
no mesmo filme, o que tornou YOU'LL FIND OUT mais especial

Mas o filme tem várias insinuações entre eles, de gozação, como quando BELA menciona sobre o INVISIBLE RAY, um filme que ele e KARLOFF atuaram.
O filme tem gags terríveis( que seriam de pouca compreensão no Brasil )como quando KAY fala em BING CROSBY, que tinha na verdade 4 filhos e havia um um filme no mesmo ano de YOU'LL FIND OUT, chamado My Son, My Son dirigido por CHARLES VIDOR. Assim KAY diz que CROSBY faria um filme chamado MY SON, MY SON, MY SON, MY SON. Há outras referências, como THE SPIRIT OF '76, um famoso quadro de Archibald Willard, conhecido como YANKEE DOODLE, pintado em 1875, quando uma das amigas da Janis, menciona não querer ver espíritos.

                       o famoso quadro de Archibald Willard, THE SPIRIT OF '76 é mencionado
numa relação com espíritos na cena antes da sessão mediúnica.

É mencionado a rede de lojas HOBBY LOBBY fundada em Oklahoma City, quando KAY entra no quarto do falecido, repleto de estátuas bizarras e toda a sorte de peças exóticas indígenas. Depois pergunta se quem decorou o quarto foi Robert LeRoy Ripley, criador das tiras ACREDITE SE QUISER.

                                        a frente de uma das lojas HOBBY LOBBY em OHIO

Tem algumas piadas e trocadilhos que seriam impossíveis de se fazer uma tradução pé-da-letra, por isso eu fiz algumas adaptações para torná-las mais cômicas em nossa língua.
KAY KYSER foi um ídolo máximo para os americanos, sua vida foi exemplo para muitas gerações e ao  abandonar a carreira e a banda em 1950, voltou para sua terra natal, em CHAPEL HILL na CAROLINA DO NORTE e lá começou uma campanha para a melhoria do atendimento de saude, considerado um dos piores dos ESTADOS UNIDOS. Com suas campanhas, em que até incluiu uma gravação com FRANK SINATRA e DINAH SHORE chamada "It's All Up To You", tornou a sua cidade, Número Um em qualidade de saúde pública. Sua atuação deu grande resultado e a CAROLINA DO NORTE passou a ser um dos mais importantes centros médicos do país.

                         publicidade da campanha de KAY KYSER para arrecadar fundos para o
projeto do UNC HOSPITAL, com a música composta por SAMMY CAHN e JULIE
STYNE, que foi gravado com êxito por FRANK SINATRA e DINAH SHORE

KAY teve um tórrido romance com a cantora GINNY SIMMS, mas em 43, ela deixou a orquestra para se dedicar à carreira solo, quando então em seu lugar surgiu GEORGIA CARROLL, que ele conheceu durante suas apresentações para os soldados durante a 2ª Guerra, em 44, quando ela tinha apenas 17 anos e era uma modêlo que aparecia nas capas das principais revistas como VOGUE. Logo ela assumiria o lugar de GINNY e então se casaram, vivendo com KAY até a morte dele em 85.

                 uma das atuações da KAY KYSER'S KOLLEGE OF MUSICAL KNOWLEDGE, durante
suas apresentações para os soldados em 1942, durante a 2ª GUERRA.

                      GEORGIA CARROL entrou na vida de KAY com 17 anos e se tornou a cantora
da banda no lugar de GINNY SIMMS e logo depois se casando com ele, com
quem ficou até seu último dia. Ela sempre esteve a seu lado durante as
campanhas de fundo para os projetos que o marido assumia.

Seu memorial é um dos lugares mais visitados e homenageados de CHAPEL HILL, quando após sua retirada, passou a atuar como um grande arrecadador de fundos para diversos projetos do estado da CAROLINA DO NORTE, entre os quais, a North Carolina Symphony, North Carolina Safe Driving Program e também para a Playmaker's Theater, sendo tido como o responsável pelo erguimento desses projetos.

                           um dos locais mais venerados em CHAPEL HILL, sua lápide é visitada
por pessoas de todas as partes, que o consideram um dos maiores
nomes do mundo artístico do país.

Ele passou os anos finais de sua vida, ao lado de GEORGIA CARROL em sua casa simples, que ele havia herdado dos pais em CHAPEL HILL, o qual reformou pois ela quase foi demolida pela cidade, que havia condenado o imóvel.

                    a histórica casa na 504 East Franklin Street em CHAPEL HILL, onde KAY KYSER
viveu até falecer de ataque cardíaco aos 80 anos

KAY lançou um grande número de discos e quando eu estava com 4 anos, tinha 3 LPs dele, que ouvia até furar, sendo que em um deles continha a música indicada ao OSCAR neste filme, "I'd Know You Anywhere", maravilhosamente interpretada por GINNY SIMMS e que foi usado na série PERDIDOS NO ESPAÇO, como tema para PENNY(interpretado pela minha amada priminha ANGELA CARTWRIGHT)



                           alguns dos muitos LPS lançados por KAY KYSER em sua carreira de
grande sucesso e vendas record em todo os ESTADOS UNIDOS.

GINNY foi considerada uma das mais belas vozes do país(e de rosto também) e quando rompeu seu romance com KAY, saindo da banda, participou de um filme da dupla ABBOTT e COSTELLO, "Hit the Ice" em 43 e continuou brilhando até que o chefão da MGM, LOUIS B. MAYER a pediu em casamento, o que ela recusou, tendo desde então, dificuldades em seguir carreira, vendo sempre as portas se fechando para ela.

                    GINNY SIMMS, um dos mais belos rostos e vozes da música popular americana


                 dois dos muitos LPs de GINNY SIMMS sendo o que de baixo, ONE MORE DREAM
contem a canção "I'd Know You Anywhere"


Mas além do excelente HARRY BABBIT, SULLY MASON( que foi o co-fundador da orquestra de KAY KYSER )e de tantos instrumentistas de talento, o maior destaque a banda fica por conta do engraçadíssimo, MERWIN BOGUE, exímio trumpetista, que adotou o nome de ISH KABIBBLE, uma denominação iídiche(a
lingua falada pelos judeus) que significa: "Quem, eu me preocupar?". O sucesso de ISH foi tão grande que até a revista Mad, criou seu personagem principal, ALFRED E NEWMAN, usurpando a idéia original de MERWIN. ISH e seu cabelo franjinha, foi um símbolo marcante durante o período de grande sucesso da KAY KYSER'S KOLLEGE OF MUSICAL KNOWLEDGE, sendo que apesar de seu personagem gaiato, ISH era o empresário da banda até ela terminar e foi um dos maiores amigos pessoais de KAY, que o considerava um gênio intelectual e sério homem de negócios.

                       ISH KABIBBLE foi o meu primeiro ídolo que eu lembre, pude assistir uns
episódios do KAY KYSER feitos para TV em 50 que foram recuperados em
Kinescope e passou na TV Rio no começo da programação desse canal.
Isso sem falar nos LPs que furava de ouvir. Quando o filme YOU'LL FIND
OUT passou em 66 na TV GLOBO eu fique em total êxtase e não falava
outra coisa no colégio.

os quatro nomes principais da banda de KAY KYSER: GINNY SIMMS/SULLY MASON
/HARRY BABBIT e ISH KABIBBLE

Para o filme YOU'LL FIND OUT, os efeitos especiais, poucos mas aplicados com eficiência, ficaram a cargo do mestre VERNON L WALKER, que entre tantos trabalhos, foi o diretor de fotografia de KING KONG de 1933, além de outros dos filmes da KAY KYSER'S KOLLEGE OF MUSICAL KNOWLEDGE.

                    um dos nomes mais importantes dos filmes de KAY, o veterano e consagrado
criador de efeitos e de direção de fotografia, VERNON L WALKER

Mas acreditem que apesar dos hits de KAY KYSER terem atingindo uma média de 11 canções em primeiro lugar nas paradas americanas, durante os anos 40, o que era um feito raro, só ultrapassado recentemente por MADONNA com 12 hits e por MICHAEL JACKSON com 13 hits, um dos seu maiores êxitos, foi quando interpretou pela primeira vez, "The Woody Woodpecker Song" em 48, ficando no topo absoluto de vendas e foi indicado ao OSCAR de melhor canção. A canção foi feita para o cartoon, WET BLANKET POLICY de 48, interpretada por GLORIA WOOD com o riso feito por HARRY BABBIT. O sucesso foi tão grande para o personagem criado por BUGS HARDAWAY, que o produtor WALTER LANTZ, a partir desse cartoon, passou a usar a canção como tema do pássaro biruta.

                       capa do single THE WOODY WOODPECKER SONG gravado por KAY KYSER

                   cena do cartoon WET BLANKET POLICY dirigido por DICK LUNDY que introduziu
a canção THE WOODY WOODPECKER SONG, um dos maiores sucessos de venda de
KAY KYSER.

Eis a letra completa da composição de GEORGE TIBBLES e RAMEY IDRISS:

Ho-ho-ho ho ho, ho-ho-ho ho ho
Oh, that's the Woody Woodpecker song
Ho-ho-ho ho ho, ho-ho-ho ho ho
Yeah, he's a-peckin' it all day long

He pecks a few holes in a tree to see
If a redwood's really red
And it's nothing to him, on the tiniest whim
To peck a few holes in your head

Ho-ho-ho ho ho, ho-ho-ho ho ho
Oh, that's the Woody Woodpecker's tune
Ho-ho-ho ho ho, ho-ho-ho ho ho
Makes the other woodpeckers swoon

Though it doesn't make sense to the dull and the dense
And the lady woodpeckers long for
Ho-ho-ho ho ho, ho-ho-ho ho ho
That's the Woody Woodpecker song

Ho-ho-ho ho ho, ho-ho-ho ho ho
Woody Woodpecker's serenade
Ho-ho-ho ho ho, ho-ho-ho ho ho
On the woodpecker hit parade

Though he can't sing a note, there's a frog in his throat
All his top notes come out blurred
He's the ladies' first choice, with a laugh in his voice
He gives all his rivals the bird

Ho-ho-ho ho ho, ho-ho-ho ho ho
He'll be settlin' down some day
Ho-ho-ho ho ho, ho-ho-ho ho ho
He'll be hearin' the preacher say

For the rest of your life, you'll be woody and wife
And the choir will sing along with
Ho-ho-ho ho ho, ho-ho-ho ho ho
The Woody Woodpecker song


Aliás KAY KYSER sempre foi caricaturado em vários cartoons, desde DISNEY até no TERMITE TERRACE, como TEX AVERY no ótimo HOLLYWOOD STEPS OUT de 41 e ISADORE FRELENG em MALIBU BEACH PARTY de 40

                        cena do cartoon HOLLYWOOD STEPS OUT com KAY KYSER, dirigido pelo
maior de todos os mestres do cartoon, FRED AVERY

Espero que voces se deliciem tanto quanto eu não só com o filme, que eu acho mágico, mas também com as belas canções, algumas na linha "HOT BRASS" que KAY foi um dos principais, já que sua orquestra representava os universitários e uma cultura jovem da época, rebelde e agitada.
Um dos melhores momentos é na canção "The Bad Humor Man" em que ISH faz o mal-humorado vendedor de picolé, um trocadilho com os famosos ICE CREAMS da GOOD HUMOR fundado em Youngstown, Ohio.

                           as famosas carrocinhas de picolé da GOOD HUMOR, cujo os sininhos,
faziam a criançada correr para o final da calçada, atacando os
vendedores com os mais variados pedidos de sabores.


Esse é sem dúvida um dos meus filmes prediletos e aproveito para agradecer ao blog L'Univers Fantastique de la Science-Fiction, pela versão MKV que baixei deles, excelente qualidade de imagem e som.
Aliás recomendo aos seguidores do CINESPACEMONSTER visitarem esse blog que tem muita raridade, só que todos, apesar do original falado em ingles, apenas oferecem, é claro, legendas em Francês.
Mas vale a pena conhecer.



ELENCO

Kay Kyser - Kay Kyser
Peter Lorre - Professor Karl Fenninger
Boris Karloff - Juiz Spencer Mainwaring
Bela Lugosi - Príncipe Saliano
Helen Parrish - Janis Bellacrest
Dennis O'Keefe - Chuck Deems
Alma Kruger - Tia Margo Bellacrest
Joseph Eggenton - Jurgen, o mordomo
Kay Kyser Band - eles mesmos
Ginny Simms - Ginny Simms
Harry Babbitt - Harry Babbitt
M.A. Bogue - Ish Kabibble
Sully Mason - Sully Mason

LOBBY CARDS






























SCREENSHOTS


quinta-feira, 16 de abril de 2015

THE BRIDE OF FRANKENSTEIN aka A NOIVA DE FRANKENSTEIN - 1935 - DUBLADO


POSTADO PRIMEIRAMENTE EM 15/05/2004

SINOPSE:

Dr. Frankenstein (Colin Clive) e seu monstro (Boris Karloff) retornam, pois não estavam mortos como inicialmente se acreditava. O pesquisador planeja parar suas demoníacas experiências, mas quando um cientista louco (Ernest Thesiger) seqüestra sua esposa (Valerie Hobson), ele concorda em ajudá-lo em criar uma nova criatura, uma mulher (Elsa Lanchester), para ser companheira do monstro.




Formato: Avi / DVDRip
Tamanho: 1,36 GB
Duração: 75 minutos
Idioma: Português (dublado)

LINK ÚNICO DEPOSITFILES


senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com






THE BRIDE OF FRANKENSTEIN

 COM AUDIO DOS COMENTÁRIOS DO HISTORIADOR
SCOTT MACQUEEN



Formato: Avi / DVDRip
Tamanho: 271 MB
Duração: 75 minutos
Idioma: Inglês
Legendas: Português ( fixas no video )

LINK ÚNICO 4SHARED:


senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com



DOCUMENTÁRIO 
CREATING THE BRIDE OF FRANKENSTEIN



SINOPSE:

Documentário incrível, com muitas curiosidades sobre a produção, direção e filmagem, de um dos melhores filmes já feitos pela Universal, com apresentação de JOE DANTE, temos entrevistas com  historiadores cinematográficos, escritores como CLIVE BARKER, atores e seus filhos como SARA KARLOFF, maquiadores como RICK BAKER ( Um Lobisomem Americano em Londres), e muito mais.

Formato: Avi / DVDRip
Tamanho: 280 MB
Duração: 39 minutos
Idioma: Inglês
Legendas: Português ( fixas no video )

LINK ÚNICO 4SHARED:



senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com




CURIOSIDADES

A Noiva de Frankenstein foi refilmada em 1985, como A Prometida
A atriz Elsa Lanchester interpreta um duplo papel em  A Noiva de Frankenstein, além de interpretar a companheira do monstro ela ainda faz no prólogo o papel de Mary Shelley, a autora do livro o qual Frankenstein foi baseado.

Tanto nos créditos finais quanto nos iniciais há uma interrogação no espaço onde deveria aparecer a intérprete da companheira do monstro. Com isso, a atriz Elsa Lanchester apenas foi creditada no filme como sendo a intérprete de Mary Shelley.
Logo após o início das filmagens,  o ator Colin Clive quebrou a perna em um acidente quando montava um cavalo. É por este motivo que em grande parte das cenas em que o Dr. Frankenstein aparece no filme ele está sentado.
Quando filmou a cena em que o monstro surge de dentro do moinho de vento em chamas, o ator Boris Karloff escorregou e caiu em cena. Quando estava sendo ajudado pelos integrantes da produção, ele percebeu que havia quebrado sua perna no tombo. A estrutura metálica utilizada como parte do próprio personagem serviu para fixar sua perna até que ela fosse endireitada no departamento médico da produção. 
A trilha sonora, fez tanto sucesso que foi reutilizada na série do personagem Flash Gordon estrelada por Buster Crabbe.

DIREÇÃO

JAMES WHALE

ELENCO

BORIS KARLOFF
ELSA LANCHESTER
COLIN CLIVE
VALERIE HOBSON
ERNEST THESIGER


SCREENSHOTS