domingo, 5 de abril de 2015

ULTRASEVEN - 1967 / 1968



Ultraseven (ウルトラセブン - Urutorasebun), uma série de TV japonesa de tokusatsu. Produzida pela Tsuburaya Productions, foi exibida pela TBS entre 1º de Outubro de 1967 até 8 de Setembro de 1968, com um total de 49 episódios. Criado por Eiji Tsuburaya, esta sequência de Ultraman se tornou uma das grandes séries de fantasia produzidas no Japão. Sua popularidade foi tanta, que o herói Ultra Seven (ou simplesmente 'Seven') fez aparições em quase todas as outras séries da franquia 'Ultra', tendo, inclusive mais exposição do que o original Ultraman (embora o original Ultraman seja sem dúvida o mais conhecido dos Ultras).




Em um futuro não muito distante, a Terra se encontra constantemente sob o ataque de ameaças extra-terrestres. Para os combater, a Força de Defesa Terrestre forma o Esquadrão Ultra (ウルトラ警備隊 Urutora keibi-tai), uma equipe de elite com seis membros que utilizam veículos e armamentos de alta tecnologia. Junto ao Esqudrão Ultra está o misterioso Dan Moroboshi que, secretamente, é um alienígena da Terra da Luz na Nebulosa M-78, Ultraseven.

PERSONAGENS E ELENCO

  • Comandante Kaoru Kiriyama é o capitão do Esquadrão Ultra. Natural de Tóquio.
    • Ator: Shōji Nakayama
  • Shigeru Furuhashi é outro membro do Esquadrão Ultra. Muitos anos mais tarde, ele seria um alto comandante da TDF e um dos poucos aliados de Ultraseven. Ele é de Hokkaido.
    • Ator: Sandayū Dokumamushi, que anteriormente tinha sido o Patrulheiro Daisuke Arashi em Ultraman.
  • Anne Yuri é o único membro feminino do Esquadrão Ultra, e também o mais jovem. Ela é a operadora da equipe de comunicação e enfermeira, mas é ainda muito eficaz em ação. Tem uma queda pelo colega Dan Moroboshi. Ela também é de Tóquio.
    • Atriz: Yuriko Hishimi
  • Soga é atirador especialista no Esquadrão Ultra. Ele é divertido mas feroz na batalha. Ele é amigo de Dan Moroboshi. É do sul de Kyushu.
    • Ator: Shinsuke Achiha
  • Amagi é o estrategista. Ele é de Nagoya.
    • Ator: Bin "Satoshi" Furuya, anteriormente o ator dublê de Ultraman.
  • Dan Moroboshi / Ultra Seven (agente 340), o personagem-título, natural da Terra da Luz na Nebulosa M-78, o mesmo planeta de Ultraman. Originalmente enviado para mapear a Via Láctea, ele visita a Terra e esta o cativa. Em sua primeira visita ele salva a vida de um jovem alpinista chamado Jiro Satsuma, que quase cai para a sua morte ao salvar um companheiro alpinista. Em vez de fundir-se com ele, como fez Ultraman com o Patrulheiro Shin Hayata, 340 transforma-se em uma cópia do inconsciente Jiro. No entanto, muda seu nome para Dan Moroboshi para evitar confusão. Um homem misterioso, mas amigável, Dan se junta ao Esquadrão Ultra como sexto membro. Desconhecido para eles ou qualquer outra pessoa, ele salva a Terra de invasões alienígenas como o Agente 340, batizado pelo Esquadrão como seu "7° membro honorário", Ultra Seven.
    • Ator: Kohji Moritsugu; Dublê: Koji Uenishi.

O INÍCIO

A explosão da bomba atômica sobre o Japão, em setembro de 1945, deixou profundas cicatrizes no povo nipônico. Sendo as únicas vítimas diretas do holocausto nuclear, é lógico pensar que durante muitos anos imagens terríveis de pesadelos devem ter estremecido o sono do povo japonês.
Mas é interessante notar como o drama nuclear levou aquele povo a uma paixão desmedida pela fantasia. O início do cine fantástico japonês se deu a partir de 1954, com o primeiro filme sobre Godzilla, o rei dos monstros, produzido pela Toho.
A explicação do sucesso pode estar no fato de que vendo destruição em massa na tevê, os japoneses estavam enfrentando seus próprios medos e valorizado o seu esforço de reconstrução do país.
Godzilla se transformou em favorito do público com o passar dos anos. Diferente do filme original de 1954, que funcionava como uma alegoria da bomba atômica, as tramas foram tornando-se pura fantasia e em espetáculos de ficção branca, onde o sangue e a morte não existiam e onde a destruição de cidades (ou maquetes) era rotina habitual nas histórias.
Eiji Tsuburaya trabalhou em diversos filmes de Godzilla na seção de efeitos especiais. Em 1957, ele estava envolvido em um projeto de tevê chamado Super Giant, onde o protagonista era um super-herói que defendia a Terra de ameaças alienígenas. A aparência do Super Giantera a de um homem comum em um figurino com capa, mostrando grande influência de histórias em quadrinhos norte-americanas, especificamente Superman.
Assim, tanto Super Giant como Godzilla são as pedras fundamentais do Tokusatsu, nome dado ao gênero de filmes e séries de tevê japoneses baseados em efeitos especiais e fantasia.
Determinado a tentar a sorte sozinho, Eiji Tsuburaya tornou-se independente da Toho e fundou sua própria produtora, a Tsuburaya Productions. Depois de anos de trabalho duro, conseguiu produzir a primeira série, intitulada Ultra Q (1966), que a cada episódio trazia uma aventura com elenco não-fixo.
Ultra Q seria o berço de várias ideias que Tsuburaya iria direcionando com o passar do tempo. No início, era uma equipe de investigadores que analisavam fenômenos paranormais e que, cedo ou tarde, terminavam por descubrir enormes monstros. Muitas de estas criaturas eram versões camufladas de monstros popularmente conhecidos, ainda que aparececiam com outro nome na série – possivelmente por uma questão de direitos do autor. King Kong e Godzilla apareceram em episódios e, já que Tsuburaya desejava filmar histórias com maior ênfase no mistério (em um estilo similar à série Arquivo X) a rede de televisão insistiu em aumentar a frequência de aparições das criaturas nos episódios. Apesar de que Ultra Q (inédita no Brasil) se tornou popular, não se compararia em termos de êxito e prestígio com a segunda série que Tsuburaya lançaria em julho do mesmo ano, a célebre Ultraman, com 39 episódios.
ABAIXO ALGUNS PERSONAGENS E CRITURAS DA SÉRIE ULTRA Q












Ultraman é um fenômeno popular que continua até hoje em dia. A franquia da série conta com cerca de 20 versões diferentes. Inclusive, o mais novo filme da franquia se chama Ultraman Saga,  lançado em 2012. Ele será o terceiro filme da trilogia estrelada por Ultraman Zero, o filho de Ultraseven. Outros Ultras também terão uma participação especial no longa.
Mas, de todas as versões “ultras”, a mais recordada e conhecida neste lado do ocidente é sem dúvida Ultraseven, que cronologicamente corresponde à segunda da franquia.
Achando que após Ultraseven não haveria mais produções Ultra, o projeto foi muito ambicioso e a produção caprichada. A cena do último episódio, onde Dan revela a Anne sua verdadeira identidade, foi memorável. A popularidade do personagem proporcionou participações em diversas séries Ultra que ainda surgiriam.
Ultraseven teve uma linha muito diferente deUltraman. Com um clima mais dramático, dark, de suspense e um design elaborado, as histórias tiveram um tom mais sério. Outra diferença é que Ultraman enfrentava, em sua maioria, monstros provenientes da Terra e Ultraseven apenas monstros alienígenas.
O lançamento de Ultraseven pela Tsuburaya gerou grande rivalidade entre as duas grandes produtoras televisivas do Japão, já que a Toei Company estreava Robô Gigante.
TSUBURAYA E O ELENCO DE ULTRASEVEN
Em toda a série Ultra, as definições do personagem, assim como a história central, costumam ser similares. Um alienígena visita a Terra e contata um humano que se encontra em perigo. O alienígena o resgata e termina por integrar-se com ele em uma espécie de alter ego (com algumas variações, como o humano que morre e o alienígena toma seu lugar). Na pele do humano, o herói passa formar parte de alguma força internacional de defesa planetária, com a qual se vê envolvido na luta contra ataques do espaço. Quando a ameaça está fora de controle, o alienígena é invocado pelo humano, que termina por derrotar os invasores graças a seus superpoderes. Não é difícil encontrar mais de um paralelismo entre esta saga e a britânicaThunderbirds, de Gerry Anderson, em especial as generosas maquetes futuristas, os veículos utilizados e a noção da força de defesa internacional.
BASTIDORES DE ULTRASEVEN


Sem dúvida, Ultraman é o mais próximo de um super herói clássico de quadrinhos americanos, mas criado por japoneses. Tem todas as características do gênero, sendo super poderes, origem alienígena, defesa da humanidade como meta, enfrentamento a ameaças descomunais do espaço exterior que desejam conquistar a Terra; e um calcanhar de Aquiles, que impõe uma quota de suspense sobre a invencibilidade do herói. No caso do Ultraman original, o ser só pode aparecer durante três minutos – tempo em que pode exibir todos seus poderes, nos quais os recebe da energia solar. E a possibilidade de invocar a Ultraman reside na cápsula Beta, que indica com sua cor o tempo de energia que resta até que o herói fique sem poderes.
EIJI TSUBURAYA
O MESTRE DOS MONSTROS

O problema é que Tsuburaya não estava satisfeito com o produto, apesar de ter tido uma resposta massiva do público. Considerava que o nível era muito infantil e decidiu tentar com Ultraseven, no ano seguinte, uma variação mais adulta do mesmo tema. Mas a nova série teve uma resposta inicial mediana de público e Tsuburaya preferiu voltar a produzir séries ao estilo Ultraman e nunca mais tentou a sorte em mudar a premissa de uma série Ultra. Posteriormente, Ultraseven tornaria-se a série mais famosa da franquia Ultra, um fenômeno cult .
Susumu Kurobe (Hayata) e Koji Moritsugu (Dan Moroboshi) exibem os painéis monocromáticos (P&B) autografados da série Ultra Hero Memorial comemorativos do 45º aniversário das séries ultra. Foram feitos apenas 150 em todo o mundo



Formato: Avi / DVDRip
Tamanho: Média de 250 MB por episódio
Duração: 24 minutos por episódio
Idioma: Japonês
Legendas: Português ( fixas ) / TRADUÇÃO DAS LEGENDAS PROJETO ULTRASEVEN

LINKS ÚNICOS PARA CADA EPISÓDIO PELO MINHATECA:


senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com

27 comentários:

  1. Sem palavras.Só posso agradecer por esse sensacional post.Era um dos meus tokusatsus favoritos quando criança(junto de Spectreman e Robô Gigante).Seu site é uma verdadeira "viagem".Valeu mesmo e um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu amigo !
      Em breve estarei postando o Robo Gigante

      Excluir
  2. Respostas
    1. Desculpe me lembrei este episódio é aquele que foi proibido de passar e por isso esta sem legenda e vocês conseguiram valeu.

      Excluir
    2. É isso mesmo Mister Quadrinhos, inclusive a imagem dele esta ruiim também, mas é legal pra gente conhecer.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Valeu amigo !
      Em breve estarei postando o Robo Gigante, e mais um filme clássico da Toho, mas este vai ficar em segredo hehehe .
      Grande abraço !

      Excluir
  4. Quando eu era mais novo, assistia muito a Ultraseven. Eu achava a série incrível e, voltando agora a assisti-la, vejo que continuo venerando-a. Obrigado por essa postagem, certamente ela me trará horas de um feliz saudosismo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adoro estas séries, eu tenho aquela sensação de lembrança , mas também gosto pela própria série, ainda mais sabendo os detalhes técnicos que sabemos e temos acesso hoje em dia, os filmes e séries clássicas, principalmente, os que tem efeitos especiais de Eiji Tsuburaya , ou qualquer outro da Toho ou Toei , que inspiraram as técnicas usadas até em Indiana Jones, ficam ainda mais especiais, é incrível ter acesso a estas informações, e principalmente aos filmes , que se não fosse pela internet, provavelmente nunca teríamos visto.

      Pois os lançamentos em DVD e Blu Ray no Brasil são ridículos, só é lançado novidade, e os clássicos existentes lançados são mínimos.

      Se você entrar no site AMAZON, e comparar por exemplo com Submarino, Americanas DVD World, etc, etc, etc, nós não temos nada ABSOLUTAMENTE NADA, NADA E NADA, em quantidade e variedade, dos que ainda estão a venda, acho, estou chutando, mas é uma maneira de reclamar, não dá nem 2% dos filmes clássicos e antigos que a Amazon tem em seu site.

      Da vontade de chorar, comparando os sites dessa maneira, e tem FDP, que tenta nos derrubar, achando que estamos sendo foras da lei, porque procuramos e legendamos filmes que nunca jamais seriam lançados e vendidos aqui no Brasil, é revoltante.

      Acredito que com esta atitude, divulgamos o trabalho, e até incentivamos, a compra do DVD importado, como eu faço ( e já gastei demais com isso), ou o nacional se EXISTISSE para a compra, ou damos uma dica para os filmes que podem ser lançados.

      Excluir
    2. Há uma cultura, aqui no Brasil, de se acabar com o clássico para dar lugar ao novo. Não que o novo seja melhor, mas porque se objetiva apenas o lucro.
      IO mercado musical brasileiro, por exemplo, está quase extinto. Porque não voltamos a produzir boa música como antigamente?
      Como você citou: nos EUA pode-se adquirir material de várias décadas atrás. No Japão os fãs têm uma miríade de opções em diversos ramos do entretenimento. No Brasil, somos tratados muito mal, e olha que as coleções em DVD/Blu-ray não são nada baratas...
      Realmente, ainda bem que temos acesso ao que amamos via internet!!

      Excluir
  5. Olá! Gostei muito do seu blog. A única coisa que eu não gostei do Ultraseven legendado pelo projeto Ultraseven, que eu adquiri na versão de 12 dvds, são as propagandas do projeto Ultraseven, que aparecem várias vezes lá em cima do vídeo: "Projetoultraseven@yahoo.com", enfeiando muito a série, pois aparece umas 3 vezes por episódio, e dura uns 20 segundos cada aparição. Eu achei isso uma grande falta de sensibilidade com o público, um grande egoismo, pois bastaria essa tarja aparecer uma única vez, por 5 segundos no episódio, de preferencia numa parte pouco importante, que todo mundo ficaria ciente do esforço e méritos do projeto ultraseven. Ainda por cima há a legenda na tela de menu, que é uma tela linda, mas fica praticamente estragada com a tarja do projeto. Eu tentei encontrar algum programa que retire tais legendas, mas não consegui encontrar. E só gostaria de terminar dizendo para o projeto Ultraseven, que bastaria a tarja deles entrar uma única vez pela duração de 5 segundos, que todos que assistissem a Ultraseven legendado por eles ficariam plenamente cônscios do mérito deles, e outra coisa, eles poderiam ter feito a tarja imitando as letras da abertura da série Ultraseven, poderiam ter feito uma coisa mais artística, simples de fazer, pois dai a tarja não ficaria uma coisa tão fria, ficaria até melhor do que sem tarja, de repente! rs Por isso eu espero que alguma empresa lance algum dia Ultraseven oficial aqui no Brasil, sem tarja, mas em 12 dvds, e não em 3 ou 4 dvs, com qualidade de imagem comprometida. Uma coisa que eu acho engraçada é que eu já vi que o preço do box ultraseven japonês, convertido em reais custa uns absurdos mil reais, ou mais. Porém, se os 12 dvds forem lançados oficialmente algum dia no Brasil, nós sabemos que jamais sairá por mil reais, sairia no máximo por uns 240 reais os 12 dvds, ou seja, nós pagaríamos muito menos por ultraseven original no brasil do que os japoneses (ou talvez esse preço absurdo que eu vi sendo vendido o box do ultraseven japonês aconteça porque o box esteja esgotado, e por isso os poucos a venda são vendidos muito caro, de repente é isso). Muito legal o seu blog. Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, esqueci de dizer no comentário sobre a tarja, o meu nome é Márcio.

      Excluir
    2. Olá Marcio ! eu já penso de outra maneira, eles fizeram as legendas, então eles tem direito de fazer da maneira deles, se não fosse por eles não existiria Ultra Seven legendado, "Cavalo dado Não se Olha os Dentes"

      Eu agradeço demais o Projeto Ultra Seven, e só tenho a agradecer e não tenho reclamação nenhuma, infelizmente na Internet as pessoas acham que tem o direito de reclamar o que é compartilhado pela boa vontade dos outros

      Excluir
  6. Olá Carlos! Eu também sou grato ao projeto Ultraseven, estou baixando o Ultraman Jack na minhateca. Só gostaria de reafirmar que eu não estou baixando aqui o Ultraseven, pois eu o comprei; então não foi cavalo dado, eu comprei! Eu acho que críticas são sempre bem vindas, e de repente os próprios responsáveis pelo projeto Ultraseven até fariam diferente hoje em dia, de repente se arrependeram de ter colocado tarjar tão longas, até os melhores homens cometem erros. E para terminar, eu não acho que porque foram eles que colocaram as legendas eles tinham o direito de colocar quantas tarjas quisessem; acho que o bom senso é o que deve sempre prevalecer, em qualquer empreitada, pois inclusive, seguindo esta lógica que a legenda é deles, poderíamos dizer que Ultraseven não é deles, e (para a nossa infelicidade!) eles não poderiam ter legendado. E para terminar de vez esse meu comentário, gostaria de dizer que o meu comentário não teve nenhuma intenção maliciosa, de por exemplo levar pessoas a não baixarem o Ultraseven do seu blog, simplesmente porque não existe Ultraseven legendado sem as tarjas em nenhum lugar, e as pessoas não tem opção. Se houvesse Ultraseven legendado sem as tarjas em outro lugar na net, eu não criticaria o Ultraseven que você está disponibilizando, para as pessoas baixarem em outro local, pois isso não seria a meu ver uma atitude decente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você comprou, acredito que não foi do pessoal do projeto Ultraseven, tem muito pilantra por aí que pega as legendas dos outros e vendem , por exemplo, as legendas do Space Monster, que estão disponíveis para todos, pois são em arquivos srt, estão em varios sites de venda de filmes classicos e raros

      E outra coisa eu não falei isso com medo de não baixarem do blog, eu não me preocupo com isso, eu não ganho nada com o blog, e o ultraseven existe em inúmeros blogs , sites e foruns para baixar , não é só aqui.
      Eles fazem o que fazem, justamente, porque tem gente que lucra que vende, o que não deveria estar sendo vendido e sim compartilhado, como você disse o Ultraseven não é deles, e quem vendeu para você esta cometendo um crime, este é o motivo de quem compartilha e faz legendas, gravar seu nome, eu faço isso nas legendas e no filme

      Então pode ter certeza que quem vendeu para você não tem nada a ver com o projeto

      Excluir
  7. Carlos, o Projeto Ultraseven vendeu Ultraseven legendado sim, o vendeu para pagar o custo do trabalho de legendagem; o cliente comprava e recebia depois de um número determinado de vendas serem feitas, para não vazar na net ou outro vendedor ganhar dinheiro com o trabalho dos outros; depois disso eu não sei se o projeto Ultraseven continuou vendendo ainda por algum tempo. Foi por isso que eu fiz a minha crítica à marca "projetoultraseven" aparecer tanto; o projetoultraseven ganhou pelo seu trabalho, não fizeram as legendas de graça, por isso eu achei que tinha o direito de fazer uma crítica. Veja, eu já li reclamações semelhantes, de pessoas que compraram Jyraia original, dizendo que aparecia o logo, neste caso o logo da Toei,e já vi pessoas que compraram Fantomas original, reclamando que a estampa dos dvds é feia, pouco artística, pelo fato de aparecer em destaque o logo da empresa que lançou os dvds aqui no Brasil. Enfim, só para concluir, quero dizer que eu jamais reclamaria da tarja do projeto caso eles não tivessem sido remunerados pelo trabalho que fizeram. E embora eu saiba que não preciso lhe dizer isto, sinta-se a vontade para apagar todos esses meus comentários se quiser, por minhas criticas estarem soando deslocadas. Talvez eu devesse ter feito essa crítica em algum fórum. Para mim basta você, que é um grande fã de Ultraseven como eu, ter lido a minha opinião. E ainda assim, essa minha critica é apenas uma pequena observação, ela de modo algum objetiva denegrir o projeto ultraseven, eu sou fã desse projeto, como toda pessoa que adora séries e desenhos japoneses deve ser. E mudando de assunto, eu gostaria de dizer que gostei muito do sistema para postar mensagem anônima no seu blog, em que não é preciso entrar com códigos, mas sim escolher algumas imagens, comidas, bebidas, etc. Acho que seria muito legal e positivo se outros blogs e sites seguissem esse sistema que você adotou. Márcio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não amigo de maneira alguma vou apagar, aqui todos sabem que nós compartilhamos e não vendemos, desde o início do Space Monster eu e nossos colaboradores já traduzimos mais de 150 legendas, todas totalmente gratuítas, e foram feitas com carinho, por fãs.

      Se alguém traduz legendas com o intuito de vender, é errado, ninguém detém os direitos autorais , foi muito bom você ter comentado isso aqui, é uma informação a mais para os fãs.
      Como já te disse, é muito errado o pessoal cobrar, principalmente os sites que usam de nosso trabalho para lucrar, não vou falar o nome de sites, para não causar intrigas, mas tem muita gente vendendo o trabalho alheio .
      Nossos comentários servem para mostrar as pessoas.
      Depois se você quiser de uma pesquisada, veja as legendas traduzidas por nós e procure nestes sites por aí, você vai encontrar inúmeros filmes sendo vendidos, inclusive com os próprios erros de português e de digitação, não se dão ao trabalho nem de conferir e arrumar os erros

      É isso aí Marcio, serviu para me informar, eu pensei que o projeto Ultra Seven tinha sido um projeto de compartilhamento, como alguns outros projetos de que tenho conhecimento

      Como o Além da Imaginação e o projeto The Outer Limits, do qual varios colaboradores do Space Monster participaram, mas todos para o puro compartilhamento.

      Peço desculpas, eu realmente achava que o Projeto Ultra 7 era de compartilhamento, bom vivendo e aprendendo.

      Um abraço Marcio, e obrigado pelos comentários .

      Excluir
    2. Caro Carlos! Eu tinha escrito uma mensagem para postar aqui, antes de saber se você já tinha colocado outro comentário. Portanto, irei comentar o que você escreveu neste comentário, e no final, postar o comentário que eu já tinha escrito, em que eu declaro a opinião pessoal que eu cheguei sobre este assunto, após refletir sobre algumas de suas palavras. Sobre este seu comentário, sim, o projetoultraseven cobrou para custear a legenda que eles criaram, assim como fizeram também com o anime "Patrulha Estelar", e não sei se fizeram com outras séries. Mas eu particularmente acho essa atitude justa, de cobrar só para custear o custo da legendagem, em vez de não ganharem nada com a legendagem, e ainda por cima verem um monte de vendedores ganhando com o trabalho deles. Eu por exemplo quero comprar "O Regresso de Ultraman" legendado com qualidade máxima em 13 dvds, porque um dia eu quero ter uma tv de led grande (não tenho ainda, assisto tudo na tela pequena do notebook!) e com essa qualidade sei que não vai ficar granulada a imagem. Mas veja só, é cobrado em média 80 reais por essa série na maioria dos vendedores, um absurdo, mas eu fiquei muito feliz de encontrar uma loja de séries e animes aqui na net, uma loja bem popular por sinal, garantia de satisfação, que cobra 40 reais por essa série já com o frete. Eu fiquei muito feliz porque acho que é assim que tem que ser, essas lojas precisam vender essas séries com o menor lucro possível, pois senão é muita sacanagem ganharem dinheiro com produto e legenda dos outros. Há muitas lojas que estão cobrando até 100 e 120 reais pelo ultraman jack (e só os dvds, sem impressão, caixinha ou encartes). Eu escrevi para um professor que na net diz que é um grande colecionador e que gosta de trocar séries, etc, e que vende também, e perguntei a ele por quando ele vendia o Ultraman Hayata (são 10 dvds), e ele me informou que vende por 100 reais. Ou seja, esse professor que obviamente não vou dizer quem é para não criar intriga também, me achou com cara de idiota. Uma vergonha.

      Isso que você falou das legendas que roubaram do seu projeto e nem se deram ao trabalho de corrigir algum erro de digitação é um retrato perfeitamente fiel de como são e como agem os sanguessugas!

      Eu vi a lista de alguns filmes que você traduziu e sincronizou, eu vi alguns de terror, e eu adoro os posters desses filmes antigos das décadas de 30, 40 e 50, a melhor época do cinema para mim que nasci em 1978. Puxa, demais mesmo. Eu lembro que fiquei olhando um bom tempo para o pôster do Corcunda de Notre Dame com o Charles Laughton; obras primas, o filme e o poster. Mas o meu ator preferido do cinema americano não é da década de 30 ou de 40, é o Richard Burton, eu o acho o ator mais carismático, apesar de ter feito muitos filmes medianos.

      Enfim meu amigo Carlos, nem vou colocar a outra mensagem que eu tinha escrito, porque essa já ficou muito grande, mas resumindo o que ela contém, eu lhe pedia desculpas e ao projeto ultraseven, pois refleti e cheguei a conclusão que o projetoseven é irrepreensível, e que a questão das tarjas prolongadas é até uma coisa positiva, pois se um dia Seven for lançado oficialmente no Brasil, o fato do Seven oficial não possuir tarjas será um detalhe a mais para que os fãs sintam vontade de comprar os dvds originais, então essas tarjas que enfeiam um pouquinho algumas partes dos episódios é uma coisa boa, pois não concorre com um lançamento oficial, fica um pouquinho inferior, e eu acho muito justo que o produto não oficial seja um pouco inferior, para não concorrer com o original.

      Então é isso meu caro Carlos fã de filmes e séries clássicas, o seu blog já está nos meus favoritos, aparecerei outras vezes. Um abraço, e eu que agradeço.

      Excluir
    3. Infelizmente , aqui no Brasil temos que nos contentar sem os DVDs originais, mas pelo menos conseguimos através da internet, se fosse alguns anos atrás, ficaríamos chupando o dedo.
      Mas eu ainda sonho em ter uma bela coleção de DVDs originais com legendas, extras como entrevistas, making of, etc.
      Um lançamento muito bom que teve este ano foi o Dawn Of The Dead do George Romero, uma caixa com um BluRay com a versão original com imagem incrível, e um DVD com a versão extendida, com a versão italiana do dario Argento e making of, acho que depois desse vamos ficar 100 anos esperando outro bom lançamento, foi um milagre acontecer isso por aqui, e não está muito caro não eu paguei 49 reais.

      De vez em quando lembram dos pobres brasileiros
      Até mais Marcio !

      Excluir
  8. Como ficou a história do Minhateca? Tem chance dos episódios serem reupados? Parei durante alguns dias e perdi os 10 últimos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou repostar mas vai demorar amigo, tenho outros projetos pela frente.

      Excluir
    2. Valeu a resposta Carlosm42, essa pilantragem do MinhaTeca atrasou a vida de todo mundo. De qualquer forma nesses projetos tinha o Robô Gigante certo? Estou esperando!

      Excluir
  9. Consegui baixar o Ultraseven, mas, o super homem, não, pois os links são do Mediafire, e mesmo
    está suspenso!
    De qualquer forma, obrigado!
    ttaketa

    ResponderExcluir
  10. Ola, voces pretendem re-postar em outro servidor? Só tem a versão legendada? O episodio 12 é legendado? Aqui eu só consegui baixar via torrent. Queria muito rever com a dublagem original da record. Um abraço e Feliz Natal e 2016 a todos!

    ResponderExcluir
  11. retiro o qeu disse,desculpa ..a senha funfou,obrigado e parabens pelo trabalho

    ResponderExcluir
  12. admin,how gto download it?have gto register or not?

    ResponderExcluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem