quarta-feira, 4 de agosto de 2021

BELA LUGOSI MEETS A BROOKLYN GORILLA aka O SATÂNICO DR. ZABOR - 1952

POSTADO ORIGINALMENTE EM 09/12/16



SINOPSE :

Dois patetas encontram um cientista louco em uma ilha. O filme, que foi uma tentativa de tirar vantagem das comédias de Dean Martin e Jerry Lewis, é considerado um dos piores filmes de todos os tempos.

DIREÇÃO:
William Beaudine

ELENCO:
Bela Lugosi as Dr. Zabor
Duke Mitchell as Duke Mitchell
Sammy Petrillo as Sammy Petrillo
Charlita as NonaMuriel
Landers as Saloma

1ª OPÇÃO

Formato: MKV / DVDRip
Tamanho: 1.57 GB
Duração: 77 minutos
Idioma: Inglês
Legendas: Inglês, Italiano e Português (embutida)

LEGENDAS TRADUZIDAS POR DOUGTRASH

Pasta no Google Drive:


senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com.br



2ª OPÇÃO

Formato: MKV / DVDRip
Tamanho: 765MB
Duração: 77 minutos
Idioma: Inglês
Legendas: Português (embutida)

LEGENDAS TRADUZIDAS POR DOUGTRASH


LINK MEGA: 

LINK UPTOBOX:

LINK ULOZ:


SENHA PARA DESCOMPACTAR
cinespacemonster


TRAILER




COMENTÁRIOS
POR MIGUEL ANDRADE BLOG LA DOLCE VITA



Vivo ou morto! Bela Lugosi 

nas estreias de Vincent Price



Vincent Price apreciando o boneco de cera de Bela Lugosi, ou melhor, Drácula  é daqueles registros amadores que nos fazem bendizer a popularização a fotografia no século XX.  A data causa dúvidas em alguns lugares da web




Alguns acreditam ser na première de O Museu de Cera (House of Wax, 1953 de André De Toth) pela obviedade. Há quem ache se tratar da noite de estreia de Túmulo Sinistro (The Tomb of Ligei, 1964 de Roger Corman).

E quem acredita na segunda hipótese está certíssimo! Existe um vídeo em 16mm disponível no Getty Images da gloriosa noite de arrepios que foi a première de Túmulo Sinistro em Los Angeles.




Na foto  a esquerda do caixão estava a atriz Elsa Lanchester. Em 64 já bem distante de seu auge como Noiva de Frankenstein do filme (Bride of Frankenstein, 1935 de James Whale), mas uma eterna estrela aos fãs de filmes de terror.





Não foi a única celebridade da área a marcar presença. Estiveram lá Maila Nurmi (a Vampira) com chapéu de cossaca e Carroll Borland, vampiresca “filha” de Lugosi do já bem antigo A Marca do Vampiro (Mark of the Vampire, 1935 de Tod Browning)




Nenhuma delas esteva no elenco de Túmulo Sinistro. Só foram dar close mesmo, fazer presença não é coisa desde a invenção do BBB, né?

O luxo do luxo! Bela Lugosi representado num boneco de cera só coroa o evento. Com o advento da popularização da TV ele se tornaria muito famoso novamente com a exibição de seus velhos filmes com copyrights baratos.

Infelizmente Lugosi havia falecido oito anos antes, aos 73 anos de idade. Na pior das situações para um astro de cinema: Esquecido por todos, viciado, com dificuldades financeiras topando aparecer em filmes verdadeiramente terríveis.

Mas ele havia estado (inadvertidamente?) em pessoa em outra première de um filme com Vincent Price. Em 1953 Hollywood parou para a noite de gala de O Museu de Cera (House of Wax de  de André De Toth).

O filme era a aposta da Warner Bros para a cada vez mais acirrada concorrência com a televisão, então uma novidade que seduziu de cara o público. Só numa sala de cinema poderíamos assisti-lo em 3D, outra novidade da época.

Claro, premier de um filme de grande estúdio explorando o 3D atrairia uma multidão de curiosos e veículos de imprensa. Tanto auê ajudou a firmar Vincent Price como um dos maiores vilões do cinema.


BELA LUGOSI NA PREMIERE DE 
HOUSE OF WAX


E aí alguém de um estúdio nanico teve a brilhante ideia de promover seu filme aproveitando o furdunço. Mandou pra lá o Bela Lugosi (que maioria achava que já estivesse morto) com a velha capa de Drácula segurando ela coleira um homem vestido de gorila.

Um homem vestido de gorila na coleira! Na festa dos outros...  Assista com seus próprios olhos!





O filme classe Z em questão era “Bela Lugosi Meets a Brooklyn Gorilla” (1952 de William Beaudine). Comédia esdrúxula protagonizada por um genérico patético da dupla Dean Martin e Jerry Lewis.

Enquanto O Museu de Cera com a première glamorosa foi produzido com 658.000 dólares, “Bela Lugosi Meets a Brooklyn Gorilla” custou em dinheiro da época 50.000 dólares. Há quem jure que foram só 12.000 mesmo.

Será que no meio dessa miséria alguém achou ruim o Bela Lugosi ir naquela noite pra divulgar seu filme tão pobrinho?  Bom, a aparição foi incluída no cinejornal da WB da época e posteriormente incluída nos extras do DVD e BD de O Museu de Cera.





SCREENSHOTS



15 comentários:

  1. Espetacular Douglas, demais, eu amo sou fã absoluto do Bela Lugosi
    Douglas me faz um favor eu queria o seu email, se não quiser falar aqui, me manda no meu email spacemonster@bol.com.br

    Queria te pedir um favor

    ResponderExcluir
  2. cacildes!, eu já sabia, através do filmaço ED Wood, que o Bela tava na pior neste período, mas contracenar com um sujeito vestido de gorila foi o fim da picada. E mesmo numa pindauba de um filme deste o bela continua sendo magistral! e esse gorila só não é mais patético do que o genérico do jerry lewis !!!

    ResponderExcluir
  3. cacildes!, eu já sabia, através do filmaço ED Wood, que o Bela tava na pior neste período, mas contracenar com um sujeito vestido de gorila foi o fim da picada. E mesmo numa pindauba de um filme deste o bela continua sendo magistral! e esse gorila só não é mais patético do que o genérico do jerry lewis !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ator Martin Landau, que fez o papel de Bela no "Ed Wood", assistiu este filme 3 vezes para se preparar para seu papel e disse que foi tão ruim que fazia os filmes do Ed parecerem "...E o Vento Levou".

      Excluir
  4. Olá Douglas, mais uma vez você está sendo campeão. Sempre quis ver este filme. Lembro que com Bela Lugosi tb. existem outros dois que devem ser o máximo que é o O Homem Gorila (1943) e A Volta do Homem Gorila, estes tb. são praticamente impossíveis de achar. Abração e mais uma vez obrigado por trazer estas preciosidades. PalmaniaBR

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Com mais este Gorillamen voce nos da a oportunidade de curtimos esta arte que foi os homens vestidos de gorilla no cinema americano e neste caso a ultima interpretação do Crash Corrigan como Gorilla men . Crash que foi o meu idolo no primeiro seriado que vi na antiga tv tupi "Império submarino".

      Parabéns pela postagem.

      Excluir
  6. Sr. Douglas, parabéns por este filme do Lugosi o qual já tinha há muitos anos mas sem as legendas - conheci em Londres em 1973, o produtor deste, Herman Cohen, do qual fiquei amigo e me correspondi durante vários anos.
    Foi ele que produziu os dois últimos filmes de minha atriz favorita Miss Joan Crawford (Espetáculo de Sangue-Berserk e Trog, o monstro da caverna já postado aqui no site e do qual fiz um comentário.Tenho todos os filmes de horror dele e também do Lugosi.
    Posso lhe enviar os que o sr. quiser, inclusive os dois do Lugosi que um fan aí encima procura.
    Atenciosamente Jaime Palhinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos interessados sim. Por favor, envie para o email do dono do blog:
      spacemonster@bol.com.br

      Excluir
  7. Pra assistir tem que entrar "no clima" super trash.O imdb foi muito cruel com o filme( nota 2,9 !),mas quem é fã do Bela nem vai ligar(muito).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo Luiz, inclusive este filme é indicado para os fãs de Bela Lugosi, para quem tem prazer apenas em ver o verdadeiro e único Drácula em ação,
      O bela Lugosi e o Peter Cushing foram os melhores na arte de atuar como cientistas malucos, é lógico sem tirar os créditos de COLIN CLIVE no Frankenstein original de 1931, ele foi soberbo, mas foi o único papel que ele fez como cientista maluco.

      Excluir
  8. não consigo assistir nenhum filme aqui.....sou leigo nesses sites de filmes...podem de ajudar

    ResponderExcluir
  9. Oi! Por favor, tem como reupar essa pérola? Obrigado!

    ResponderExcluir
  10. Muito obrigado por reupar!! Baixando agora. Abs.

    ResponderExcluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem