sábado, 20 de maio de 2017

THE WATCHER IN THE WOODS AKA O MISTÉRIO NO BOSQUE (1980)

SINOPSE:
O Mistério no Bosque é um filme de suspense coproduzido por britânicos e norte-americanos em 1980. Ele foi baseado no livro “The Watcher in the Woods” de 1976 da autora norte-americana Florence Engel Randall. O filme conta a história de uma adolescente e sua irmã mais nova que se envolvem num mistério sobrenatural sobre uma garota desaparecida no bosque que rodeia a sua nova casa nos campos ingleses.



DIREÇÃO:
John Hough

ELENCO:
Bette Davis……………….......Senhora Aylwood
Lynn-Holly Johnson……..…Jan Curtis
Kyle Richards…………...…...Ellie Curtis
Carroll Baker……………....…Helen Curtis
David McCallum.............Paul Curtis
Benedict Taylor………..…….Mike Fleming
Frances Cuka…………....……Mary Fleming
Richard Pasco…………..…...Tom Colley
Ian Bannen…………………....John Keller
Katharine Levy……………....Karen Aylwood
Eleanor Summerfield………Senhora Thayer
Georgina Hale………………...A jovem senhora Aylwood

Formato: DVD-Rip/MKV
Tamanho do arquivo: 1,43GB 
Duração: 1h23min 
Proporção da imagem: 16:9 (720X400) 
País de origem: Inglaterra/EUA
Idioma: Inglês/Português
Legendas: Português (Inseridas no arquivo) TRADUZIDAS E SINCRONIZADAS POR MAJOR


LINKS DO FILME EM CINCO PARTES NO MEGA:

LINK PARA OS FINAIS ALTERNATIVOS:


Senha para descompactar:
cinespacemonster.blogspot.com.br

CURIOSIDADES:
O produtor Tom Leetch levou a ideia do projeto desse filme para o executivo da Disney, Ron Miller, afirmando que ele poderia ser o “Exorcista" do estúdio. Brian Clemens adaptou o livro em um roteiro. No entanto, a Disney achou que a versão de Clemens tinha um final bem diferente e mais sombrio que o do livro, então chamaram Rosemary Anne Sisson para reescrevê-lo. Este roteiro também foi posteriormente revisto por Gerry Day.
Durante as filmagens, Ron Miller muitas vezes interviu para suavizar as cenas mais intensas, o que criou uma tensão entre ele e Tom Leetch. Foi Miller quem escolheu John Hough para dirigir o filme depois de ver seu filme anterior, “A Casa da Noite Eterna” (The Legend of Hell House) de 1973.

O DIRETOR JOHN HUGH

Inicialmente o filme foi lançado em 1980, mas devido às críticas relacionadas ao seu final, foi retirado dos cinemas e relançado em 1981 com um novo final.
Vários finais novos foram escritos por vários escritores da Disney para substituir o original. Além do trabalho dos escritores do estúdio, vários escritores de ficção científica criaram os seus finais, incluindo Robert Silverberg, Joe Haldeman, e a dupla Larry Niven / Jerry Pournelle. Todos trabalharam separadamente, e foram pagos por seus finais alternativos, mas aparentemente nenhum deles foi usado. Harrison Ellenshaw, o supervisor de efeitos visuais, mais tarde afirmou que havia cerca de 152 possíveis finais, e foi ele quem escreveu a versão do final que eventualmente acompanhou o relançamento do filme.
De acordo com o diretor John Hough durante seu comentário de áudio nos Extras do DVD do filme lançado em 2002, escalar alguém para o papel da jovem senhora Aylwood foi complicado, uma vez que esse personagem foi caracterizado em dois períodos de tempo separados. Bette Davis chegou a ser considerada para atuar em ambas as versões do personagem.
De acordo com Hough, Davis queria "desesperadamente" atuar nos dois papéis, tanto assim, que uma equipe de especialistas em maquiagem e cabelo foi trazida de Los Angeles para prepara-la para testes de cena. O objetivo era tentar caracterizá-la como uma mulher de trinta anos. Após os testes de cena serem concluídos e vistos pela equipe de produção, Hough ficou muito preocupado com o resultado, pois Davis no máximo aparentava ser vinte anos mais jovem (A atriz na época estava com 72 anos de idade).
Hough então chamou a atriz para uma conversa reservada, lhe explicando que o resultado não foi o esperado, Davis então após uma longa tragada num cigarro, concordou com Hough dizendo que ele tinha razão.

BETTE DAVIS

Após isso, a atriz britânica Georgina Hale acabou assumindo o papel da jovem senhora Aylwood, e de acordo com Hough, ela conseguiu o papel em grande parte pela grande admiração que tinha por Davis.
Para o papel de Jan, a primeira escolha foi Diane Lane, no entanto, devido a problemas não revelados, Lynn-Holly Johnson foi escolhida, já que havia chamado a atenção nos Estados Unidos por seu papel de uma patinadora do gelo cega no filme “Castelos de Gelo” (Ice Castles) de 1978, pelo qual ela recebeu uma nomeação ao Globo de Ouro.


Carroll Baker, que estava morando em Londres na época, foi convidada por Hough (que há muito tempo admirava seu trabalho) para o papel da mãe de Jan, Helen Curtis. Aos onze anos de idade, Kyle Richards interpretou Ellie, a irmã mais nova de Jan. Ela já havia trabalhado com Hough em “A Montanha Enfeitiçada” (Escape to Witch Mountain) de 1975, num papel não creditado como uma versão mais jovem da sua irmã, Kim Richards.
O filme foi rodado principalmente no Pinewood Studios em Buckinghamshire, Inglaterra, e em áreas próximas. A casa usada no filme posteriormente foi derrubada, e em seu lugar foram construídos prédios.
Hough usou vários locais que também são vistos em outras produções cinematográficas, mas o mais perceptível é a grande mansão onde o personagem John Keller mora, que foi a mesma usada no filme “Desafio do Além” (The Haunting) de 1963.
Após a reação da crítica durante uma exibição limitada apenas aos cinemas de Nova York em abril de 1980, uma semana depois de lançado o filme foi retirado de exibição e refilmagens do seu final começaram a serem rodadas sem a participação de Hough (Estas foram conduzidas pelo diretor Vincent McEveety, que não foi creditado).

O NÃO CREDITADO DIRETOR VINCENT MCEVEETY DURANTE
UM INTERVALO NAS FILMAGENS DA SUA CENA FINAL

Devido à greve dos atores em 1980, Davis não pôde voltar à Inglaterra para as refilmagens, então as suas filmagens adicionais foram rodadas na Califórnia.
O final apresentado no filme aqui postado é o feito em 1981. Nos cinemas, quando o filme foi lançado primeiramente em 1980, este contava com o primeiro final alternativo. Já o segundo final alternativo era o real final pretendido, mas este nunca foi concluído conforme havia sido imaginado. Tanto o primeiro como o segundo finais alternativos, fazem parte desta postagem.


SCREENSHOTS:






8 comentários:

  1. Cara onde vc acha essas raridades. Muito bom mesmo e o Tarou como andas? Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haunter, a gente navega por aí e acaba se deparando com os filmes. O Tarou está no episódio 30, e continua em andamento... Abraço!

      Excluir
  2. MAJOR DESCULPA PERGUNTAR EU SEI VC É UM CARA OCUPADO MAIS QUANDO VAI TER MAIS EPIS DO TARO???????????? JÁ TEM UM TEMPO Q NÃO ROLA MAIS EPIS!! VC TRADUZ DO INGLES NÉ?????????????????????? É DE ALGUM FANSUB GRINGO QUE DISPONIBILIZA E VC TRADUZ?????? E ULTRAMAN GAYA QUANDO VAI ROLAR CARA ESTOU MUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUITO ANCIOSO!!!!!!KKKKKKKK VALEU HENSHIN!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Altair, primeiramente não precisa se desculpar, você não fez nada de errado. Sobre o Tarou o que acontece é o seguinte: Eu baixei todos os episódios da série, todos legendados em Inglês/Chinês/Malaio. Me parece que a fonte deles é um Box de DVD da Malásia, só que as legendas em inglês são meio "por cima", não traduzem o que realmente se diz, mas sim dão uma ideia do que é dito, entende? Só que na hora de passar isso pro português... Nem nos nomes eu confio, eu pesquiso tudo antes de prosseguir, às vezes quando não entendo uma frase eu vou em um site japonês onde tem os resumos de todos os episódios do Tarou e me consulto pra tentar descobrir o sentido do que é dito, e quando não encontro deixo quieto e vou legendando até o fim, pra descobrir mais na frente do enredo o que aquela conversa significaria, depois volto lá atrás e faço a frase "bater" com o resto da legenda e por aí vai. É bem trabalhoso, haja vista que não vi em nenhum lugar Fansub algum fazendo esse serviço, e olha que eles geralmente são em vários fazendo o serviço, eu sou do Fansub "Eu sozinho". Por isso o trabalho é demorado, talvez pense: "Mas ele teve tempo de fazer o Mistério no Bosque!" Sim, eu traduzi a sua legenda, só que o arquivo era bem melhor, eu traduzi a legenda desse filme de 01h20 de duração no mesmo tempo que eu faço um episódio do Tarou, e olha que o filme em duração equivale a um pouco mais de três episódios da série. Agora sou eu quem te peço desculpas pela resposta tão grande Altair. Em tempo: vai lá na pastinha que hoje pus o episódio 31 do Tarou e o Gaia assim que terminar o Tarou começarei, acho que esse dará bem menos trabalho já que a fonte das legendas é melhor. Um abraço!

      Excluir
    2. Embora não esteja assistindo este Tarou, parabenizo por este esforço. :)

      Excluir
  3. AMIGO MAJOR MUUUUUUUUUITO OBRIGADO PELA RESPOSTA!!! VC É UM CARA SUPER BACANA NÃO QUE NEM CERTA GENTE Q IGNORA A GENTE VALEU AMIGO COMO EU DISSE ANTES MAJOR O DEUS DA LEGENDA!!!!!!!!!!!!! EU NÃO SABIA DESSE TRABALHO TODO!!!!!!!!!!!!!!!!!!! HENSHIN!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Major..Boa tarde..li a sua resposta ao Altair Super Fa..Descobri então como voce se dedicade verdade para manter esses filmes com essa ótima qualidade..não sabia eu, que dava tanto trabalho legendar...meus parabéns por vc ter essa força que vai abrindo caminhos para os outros serem felizes..Sem ofender, posso eu colaborar com uns trocados para ajudar nas despesas? Li que vc tem varios colaboradores..mas não esta especificado lá qual o tipo de colaboração eles fazem.Grande abraço.Aguardo sua reposta aqui mesmo nesta pagina. Celso. São José do Rio Preto. S.P hoje 12.12.2017

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Celso! Obrigado pelos elogios, sobre colaborar, quando você lê "colaborador" é que essa pessoa colabora com o Space Monster postando conteúdo por aqui. Agradeço sua oferta, mas tanto eu como o Carlos (Dono do Space Monster), o Douglas, o Carlos Solrac e outros que passaram por aqui sempre postamos com a simples intenção de compartilhar o que temos com as outras pessoas, o objetivo do Space Monster é esse, compartilhar. Um grande abraço Celso!

      Excluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem