segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

TALES OF TOMORROW aka CONTOS DA ESCURIDÃO - ( TV SERIES 1951 - 1953 ) - EPISÓDIO 16 PRIMEIRA TEMPORADA - FRANKENSTEIN com LON CHANEY Jr - lançado em 18 de janeiro de 1952











7 comentários:

  1. havia um brasileiro trabalhando na acessoria da direção(não creditado) no começo da série quando ainda pertencia a ABC. Seu nome era Jacy Campos que ficou bastante impressionado com o uso de apenas 1 câmera para realizar a transmissão ao vivo de uma peça de sci-fi e terror tipo grand guinol. Ele seguiu para a CBS onde ainda participou e viu outros programas teatrais ao vivo,com apenas 1 câmera usada e as técnicas e macetes para trocar cenários, roupas, atores, tanto que daí quando voltou ao Brasil em 56, tratou de repassar essa experiência na pioneira TV Tupi, criando o melhor programa da emissora(na minha opinião) que foi batizado de Câmera Um.
    Ele mesmo apresentava as histórias sempre de horror ou fantástico, com pesadas maquiagens e um cenário que era trocado a cada parte. Quando isto ia ocorrer, ele entrava acompanhado da única câmera que abria um close e ele narrava mais sobre o episódio. Enquanto isso atores e cenários eram trocados.Dizem que Rod Serling visitou o Brasil em 58, assistiu alguns episódios de Câmera Um e gostou da forma como que o diretor Jacy Campos apresentava as histórias vestido sempre de terno e gravata, fazendo uma voz soturna e um olhar sinistro e misterioso. Não é provado, mas foi dito que Rod Serling agradeceu Jacy Campos pela idéia antes de começar a rodar TWILIGHT ZONE em 59.
    Uma pena que não havia video-tape ou nada para registrar os episódios de Câmera Um, pois hoje causariam um grande impacto pela qualidade profissional e agilidade em empreender um grand guinol eficiênte, ao vivo com apenas uma câmera.
    O programa ia ao ar sexta-feira às 11 e meia da noite.
    Em relação a TALES OF TOMORROW, também muitos episódios se perderam, hoje não há qualquer registro deles, mas quando saiu da ABC e foi para a CBS ganhou mais produção, que queria repetir o sucesso de DIMENSION X nas rádios de lá.

    ResponderExcluir
  2. Nossa cara essa informação me deu uma pontada no coração! eu daria qualquer coisa para assistir um episódio que seja de Camera Um, informação essa que só poderia ter vindo de você mesmo Cart, simplismente incrível.
    Cart você tem material de sobra para um livro ou um enciclopédia sobre cinema e TV, principalmente sobre o cinema fantástico.
    É por isso que adoro a rede, estas informações nunca teríamos de outra maneira.
    Jacy Campos realizou algum outro trabalho mais conhecido ?

    ResponderExcluir
  3. na linha grand guinol, não. Mas ele ainda atuou em outras faixas de produção na TV brasileira e dirigiu 2 filmes em 64 e 68.
    Um dos seus mais ardorosos fans, era o Fernando Barbosa Lima, que quando assumiu a TVE em 86 solicitou Jacy Campos a realizar um episódio de Câmera Um para ser gravado e guardado como memória da TV. O episódio seria O BRAÇO, que em 58 foi tido como um dos melhores de todos os encenados. No ano de 58, a peça foi interpretada por DARY REIS, DANIEL FILHO e ÁTILA IORIO. Os 3 naufragam de um navio e param numa ilha deserta sem qualquer alimento. Logo percebem que iriam morrer de fome e fazem um pacto. Sortear um pauzinho e o que tirasse o menor, arrancaria seu braço esquerdo para os outros comerem, até que um navio surgisse...após o sorteio, o personagem do DANIEL FILHO(que era assistente do Jacy Campos em Câmera Um)perde e corta o braço,morrendo em seguida. Porém o navio não surgia e novo sorteio, dessa vez o personagem de ÁTILA YORIO perde. Sozinho na ilha, DARY REIS teria que arrancar seu próprio braço, pois era um juramento entre eles, que mesmo salvos deveriam cortar o braço em homenagem ao que fosse sacrificado. Quando estava perto de fazer isso, um navio surge e o salva, levando ele de volta à civilização, onde era um médico famoso.
    Aí ele desiste de cumprir o pacto, mas começa a ser assombrado pelos fanstasmas dos 2 amigos sem braço, atormentado de tal forma que no final do episódio, ele abre um vidro de ácido e joga sobre o ombro esquerdo, fazendo cair seu braço.
    Imagina isso em 58, Carlos?....
    Infelizmente quando da proposta de FERNANDO BARBOSA LIMA de gravar um remake desse episódio, com os recursos da TV dos anos 80, JACY CAMPOS faleceu.
    Cãmera Um foi o que me converteu sem dúvida para o mundo do terror e ficção, dos make-ups aterradores...nessa época já existia um baile de carnaval chamado BAILE DOS HORRORES, com desfile de fantasias de terror com muita maquiagem e eu adorava demais essa técnica. Após o fim de cada episódio, Jacy Campos apresentava os atores um por um, alguns tirando os make-ups grudentos do rosto monstuoso, era nojentão e impressionante, por essas e outras eu só queria ver filmes de terror e sci-fi no cinema.

    ResponderExcluir
  4. Grande Cartwright! Um brasileiro inspirou Rod Serling?!! Eu ia morrer sem saber dessa, e olha que sou muito fã de TWILIGHT ZONE... E falando em "Além da Imaginação", tenho 4 das 5 temporadas das legendas da série clássica, revisadas por mim; só fata a 4ª temporada, que logo revisarei. Se quiser, posso enviá-las pra você, por que parece que não tem nada de TWILIGHT ZONE por aqui (me desculpe se tiver enganado), o que é um pecado!!!

    E quanto a essa série, eu não conhecia. Nessa época a TV ainda engatinhava no Brasil. Tem outra série chamada SCIENCE FICTION THEATRE, de 1955, e já colorida (1ª temporada). Seria bom postar algo dela. Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Nossa eu imagino sim isso na época Cart, deve ter dado pesadelo em muita gente, e com certeza seria o comentário de todos no dia seguinte, ai iria começar com as histórias, de um amigo do amigo, que passou por algo parecido, é demais, quando eu era garoto e passava algum filme legal de terror no cinema ou na TV, na escola todo mundo tinha um comentário e sempre vinha um com uma dessa, que já havia acontecido com alguém conhecido.
    O mais legal é que agente até sabia que era papo furado, mas queríamos acreditar, para prolongar aquela sençação de mistério do filme, éra muito gostozo hahaha!
    Cara mas é uma pena não terem conseguido o remake, seria incrível, tenho certeza que se esse remake fosse feito, a série iria voltar com tudo e hoje teríamos uma série famtástica totalmente brasileira em DVD, já pensou que legal !

    ResponderExcluir
  6. Abri o arquivo com Windows Media Player, KMPlayer, e RealPlayer, e em todos eles só é reproduzido o áudio (embora identifiquem como arquivo avi). Isso só acontece no episódio Frankenstein, os outros episódios funcionam perfeitamente.
    Grande postagem, raridade. Parabéns ao blog, conheci a pouco tempo mas já virei frequentador assíduo.

    ResponderExcluir
  7. sérgio, voce deve usar o Media Player Classic com os codecs da K-Lite pack e aí a imagem vai aparecer.

    ResponderExcluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem