sábado, 29 de junho de 2013

MARK OF THE VAMPIRE aka A MARCA DO VAMPIRO - 1935 - com Bela Lugosi


SINOPSE:

Depois da morte misteriosa de Sir Karell, policiais e curiosos de sua cidade desconfiam de que o assassino seja um vampiro. Quando sua filha e herdeira é atacada de mesma forma, todas as atenções são voltadas para o misterioso Conde Mora, interpretado pelo eterno Drácula, Bela Lugosi.








Formato: Avi / DVDRip
Tamanho: 750MB
Duração: 60 minutos
Idioma: Inglês
Legendas: Português (srt na pasta)

Legendas Traduzidas por Gustavo Nightmare


Links em 3 partes 4shared

http://www.4shared.com/rar/3HDx8Jdi/markvamppart1.html
http://www.4shared.com/rar/1R2yH2tX/markvamppart2.html
http://www.4shared.com/rar/NNajh1_A/markvamppart3.html

senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com












COMENTÁRIOS POR MIGUEL ANDRADE DO BLOG

Coisas que nunca são explicadas, como a marca de tiro na têmpora do Conde Mora. O papel de Conde Mora seria o retorno vampiresco de Bela Lugosi à direção de Tod Browning, após o bombástico sucesso de Drácula em 1931.
De baixo orçamento para os padrões MGM, o filme teria cerca de 80 minutos. Após os cortes, a duração foi parar em irrisórios 60 minutos, com personagens aparecendo do nada, e outros sumindo, com seus atores não creditados no início.






















Algumas das sequências eliminadas seriam exatamente mostrando o passado do nobre com sua filha Luma, brilhantemente interpretada por Carroll Borland. Eles teriam tido um caso incestuoso, o que levou ela a cometer suicídio, assim como seu pai, com um tiro na cabeça.
Forte mas condizente com o horror. O diretor que já tinha encarado a fúria dos chefões da MGM por causa do fracasso do ousado Freaks em 1932, não tinha mais forças para impor sua versão.
Para ajudar na bilheteria, o nome de Lionel Barrymore ganhou destaque nos pôsteres e vem em primeiro nos créditos iniciais. Bela Lugosi é o terceiro, e só aparece na segunda tela, no topo do resto do elenco.
Isso porque filmes de terror demoraram a ser considerados produtos de primeira, embora muito populares nos anos 30. Barrymore, enfim, bastante consagrado, emprestaria dignidade à produção.
Lugosi, com apenas uma frase de texto em todo filme, tem o trailer todo pra si. Aparece falando diretamente para a câmera, ameaçador como a gente gosta.


A Marca do Vampiro, aqui na posteridade, pode não ser uma obra prima, mas ainda diverte. A trama tem uma viradinha quase no final que pode decepcionar, mas não é nada perto de todo o espetáculo de antes.
Após 75 anos, preserva um raro clima sombrio capaz de ainda nos fazer sentir calafrios. Prova que se tornou um clássico, não um filme velho.



Direção: 


Roteiro: 

 Bernard Schubert (escritor)
 H.S. Kraft (escritor)
 Samuel Ornitz (escritor)
 John L. Balderston (escritor)
 Tod Browning (história)

Elenco:

Bela Lugosi - Conde Mora
Lionel Barrymore - Professor
Elizabeth Allan - Irena
Lionel Atwill - Inspetor Neumann
Jean Hersholt - Barão Otto
Henry Wadsworth - Fedor
Donald Meek - Dr.Doskil





SCREENSHOTS