sábado, 24 de maio de 2014

THE MOLE PEOPLE aka O TEMPLO DO PAVOR - 1956

THE MOLE PEOPLE
Direção : Virgil Vogel

Postado primeiramente em 11 de setembro de 2010

Formato : AVI
Fonte : DVDRip
Tamanho : 700 mb
Duração : 84 min.
Gênero : Sci-fi/Terror
Ano : 1956
Direção : Virgil Vogel
Produção : William Alland
Make-ups : Bud Westmore
Efeitos de Fotografia : Clifford Stine
Música : Joseph Gershenson

*******************************************
Legendas Traduzidas e sincronizadas por cartwright

LINKS em 2 partes uptobox


senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com


SINOPSE:

Após encontrarem uma lamparina com inscrições sumerianas sobre o povo de Ishtar que fugiu do Dilúvio para as montanhas geladas de Kuhitara, os arqueólogos liderados pelo Dr. Roger Bentley (John Agar)escalam a região inóspita até o cume, quando acham evidencias dessa civilização desaparecida. Contudo, um acidente com um dos membros,que cai num fosso profundo, obriga-os a descerem para resgatá-lo. Só que estranhos sêres, habitantes da escuridão, ameaçam suas vidas tanto quanto um povo albino que os vêem como ameaças.

COMENTÁRIOS:
POR CARTWRIGHT

Mais um clássico da Universal nos anos 50, que enchia as matinées dos cinemas, a maioria com produção do expert William Alland, parceiro fiel de Jack Arnold em todos os seus filmes, além de produzir outros cults, como "This Island Earth","The Deadly Mantis"(o qual também escreveu o roteiro)e "The Black Castle", quando lançou Nathan Juran na direção. William Alland era parceiro de Orson Welles na rádio e membro da Mercury Theatre Group, participando do famoso programa de rádio"War of the Worlds" e atuando em filmes como "A Dama de Shangai" e "Citizen Kane".
Já o diretor Virgil Vogel, que só trabalhava como assistente de edição, conseguiu sua primeira chance como diretor em "The Mole People", que lhe concedeu um contrato com a Universal quando também o levou para a TV, onde dirigiu centenas de séries e apenas alguns filme para cinema.

Virgil Vogel , John Agar e um Homem Toupeira

Outro destaque é o requisitadíssimo Bud Westmore dos make-ups...se fosse citar o que ele já fez, precisaria de 20 páginas, um dos profissionais mais reconhecidos na área.
E é claro Clifford Stine, que sempre trabalhou com Jack Arnold e iniciou sua carreira no super cult "King Kong" de 33, como membro dos efeitos especiais.
O coadjuvante Nestor Paiva, figurinha carimbada de vários cults como O MONSTRO DA LAGOA NEGRA e TARÂNTULA, sempre com um sotaque bem latino, apesar de ser californiano, marca sua presença. Seu último trabalho foi dublar a série Johnny Quest,costumeiramente fazendo o vilão com sotaque de algum país estrangeiro.
Mas o grande nome de "The Mole People" é sem dúvida, o indefectível John Agar que começou sua carreira, após casar-se com a estrelinha de Hollywood, Shirley Temple, conseguindo atuar num clássico western, com John Wayne e Henry Fonda,"Fort Apache" de John Huston em 1948. 

Agar e sua esposa Shirkey Temple


Mas sua carreira ficou marcada pelos sci-fi como THE BRAIN OF PLANET AROUS, THE ROCKET MAN,TARANTULA,THE JOURNEY TO THE SEVENTH PLANET,THE REVENGE OF CREATURE,THE GOLDEN MISTRESS,ATTACK OF PUPPET PEOPLE,INVISIBLE INVADERS,DESTINATION SPACE,THE THING FROM VENUS,WOMEN OF PREHISTORIC PLANET,e outros.
Ganhou prêmios pelo conjunto da obra na ACADEMY OF SCIENCE-FICTION,FANTASY AND HORROR FILMS dos Estados Unidos.







No elenco também, fazendo o papel de alto sacerdote, o magrão Alan Narpier, que foi o mordomo Alfred da série "Batman" dos anos 60.
"The Mole People" foi um daqueles sucessos com o público, que reverteu em todo o tipo de produtos da mídia nos anos 50. Dizem que foi influenciador direto na grande maioria de roteiros da saga "Jornada nas Estrelas", cuja produção, nunca negou influencia do script e clima da história.
Mas choveu magazines, souvernir de lojas, brinquedos, puzzles, "Moles Toy" entre outros segmentos.























bonequinhos maleáveis dos "Mole" com perninhas decepadas e outros kits

O grupo americano, The Residents, fascinados por esse filme criaram uma trilogia em LP e CD no começo dos anos 80, chamado The Mole Show,com os discos "Mark of Mole", "Tunes of 2 Cities"(onde se nota um Chubs segurando um cogumelo na contra capa, alimento do povo de Ishtar)e "The Big Bubble".














Capas de Mark of the Mole e Tunes of Two Cities, narrando sobre duas civilizaçõs, Chubs que comandam os Moles, criaturas que trabalham para suprir alimentos para seus dominadores.


THE RESIDENTS MARK OF THE MOLE


Uma coisa é certa. Esse filme alavancou definitivamente a nova fase da Universal no reino do sci-fi horror, abandonando de vez os monstros clássicos cujo os direitos que eram parciais, foram passados definitivamente para a inglesa Hammer.
Muitos outros diretores como George Pal,Val Guest e o próprio Jack Arnold se disseram marcados pela suntuosa proposta do filme e alguns segmentos de roteiro, com histórias parecidas, começaram a surgir também nas telas a partir de então.
O lançamento em DVD desse clássico,foi aguardado ansiosamente pelos aficcionados e fans no mundo inteiro.








Uma curiosidade é que "The Mole People" começa com um depoimento do Pf.Frank C Baxter, que apresenta algumas curiosidades sobre teorias a respeito do interior da Terra através dos tempos.
Façam suas pipocas, afundem na sua poltrona favorita e viaje no tempo com essa pérola dos anos 50.
































DURANTE AS FILMAGENS CLIQUE NAS FOTOS PARA AMPLIAR


ELENCO:

John Agar ... Dr. Roger Bentley
Cynthia Patrick ... Adad
Hugh Beaumont ... Dr. Jud Bellamin
Alan Napier ... Elinu, O Alto Sacerdote
Nestor Paiva ... Prof. Etienne Lafarge
Phil Chambers ... Dr. Paul Stuart
Rodd Redwing ... Nazar
Robin Hughes ... Capitão
Pf.Frank Baxter ... introdução


SCREENSHOTS:

Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket

























sexta-feira, 23 de maio de 2014

IL FIUME DEL GRANDE CAIMANO aka ALLIGATOR aka O JACARÉ- 1979

POSTADO PRIMEIRAMENTE EM 07/07/2013



SINOPSE:

Um crocodilo monstruoso ataca turistas em meio de uma aldeia, nativos acham que se trata da encarnação de seu deus furioso com a invasão do homem branco.



Formato: MKV / DVDRip
Tamanho: 1,31 giga
Duração: 89 minutos
Idioma: Italiano e Inglês ( selecionável/Dual audio )
Legendas: Português (srt na pasta)


Legendas por DRAKKEN

Links em 4 partes mega

senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com

Agradecimento especial ao amigo Pedro Leite pelos links




COMENTÁRIOS POR MARCELO CARRARD

O fascínio que muitos diretores italianos tem com relação à selva, à floresta, é impressionante, e gerou grandes e eternos clássicos do Cinema Exploitation como: CANNIBAL HOLOCAUST, CUT AND RUN, EATEN ALIVE, MOUNTAIN OF THE CANNIBAL GOD e muitos outros. Os Irmãos  Martino: Luciano, o Produtor, e Sergio, o Diretor, além de criarem o já citado: Mountain of  the Cannibal God, também foram responsáveis por uma genial aventura selvagem envolvendo turistas  europeus, nativos selvagens e um lendário crocodilo assassino em uma remota e exótica floresta tropical, o filme intitulado: IL FIUME DEL GRANDE CAIMANO, aka ALLIGATOR,  é de 1979. A ganância e a especulação turística e imobiliária dos brancos europeus é aos poucos destruída pela força da natureza conduzindo o filme para inevitáveis sequências de ataques do tal crocodilo e dos nativos que se revoltam com suas flechas de fogo.
























O plot lembra uma série de outros filmes sobre ataques de animais como TUBARÃO e PIRANHA. A trilha sonora genial do Mestre STELVIO CIPRIANI é um dos grandes destaques desse filme muito divertido que ainda tem no elenco BARBARA BACH e MEL FERRER. A longa e sangrenta sequência do ataque durante a festa no barco é genial. Muito bem criadas as atmosferas de suspense como a do ataque do casal de nativos. Locações muito bem aproveitadas e muitas cenas de rituais dos nativos, que os espectadores europeus adoram ver.Muito interessante a sequência no início onde as modelos estão sendo fotografadas no barco e a imagem fica momentaneamente congelada em P/B com uma montagem que cria um crescente clima de suspense com a câmera subjetiva rondando o barco debaixo da água e na superfície do lago. Nem só de filmes Giallo viveram os Irmãos Martino, e filmes como esse do Crocodilo são um bom exemplo da versatilidade dessa dupla apaixonada por Cinema que deixou sua marca na Cinematografia Italiana, com uma obra cultuada até hoje. 




SCREENSHOTS