domingo, 14 de dezembro de 2014

MOON ZERO TWO aka GÂNGSTERS NA LUA - 1969



SINOPSE:

Um especialista em salvamentos no espaço e seu parceiro se envolvem com um grupo de criminosos com a intenção de roubar um pequeno asteroide feito de safira e fazê-lo colidir com a Lua para mais tarde resgatá-lo; O único lugar onde eles podem trazer o asteroide sem chamar atenção é uma área de garimpo distante. Mas primeiro eles têm que se livrar do mineiro. O que eles não sabem, porém, é que a irmã do mineiro contratou a mesma equipe de resgate para ajudá-la a localizar seu irmão.


Formato: MKV / DVDRip
Tamanho: 1.43 GB
Duração: 100 minutos
Idioma: Inglês
Legendas: Português (srt na pasta)

LEGENDAS TRADUZIDAS POR DOUGTRASH

Links em 8 partes Mega:

senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com.br










Comentários por Juvenatrix


Um western ambientado no espaço sideral, mais precisamente na nossa Lua, com tiroteios e brigas típicas desse subgênero do cinema. Essa é a ideia básica de Gangsters na Lua, o único filme com história futurística da produtora inglesa “Hammer”, mais conhecida por seus filmes coloridos góticos, evidenciando o vermelho vivo do sangue, e pela revitalização dos antigos monstros clássicos da produtora americana “Universal”. Só que, ao invés de vampiroslobisomensmúmias e a criatura de Frankenstein, temos foguetes e naves espaciais, uma cidade lunar, asteroides e equipamentos tecnológicos de 2021, ano em que se passa a história e que segundo o roteiro as viagens para planetas como Marte e Vênus já são regulares.
A direção é de Roy Ward Baker, que tem outros trabalhos na “Hammer” como Uma Sepultura Para a Eternidade (1967), Os Vampiros Amantes e O Conde Drácula (ambos de 1970), entre outros. O elenco é liderado pelo experiente ator americano James Olson, rosto conhecido por participações em várias séries de TV e pelo filme de FC O Enigma de Andrômeda (1971).
Num futuro próximo, a humanidade colonizou a Lua e construiu uma cidade. Lá também existem regiões disponibilizadas para mineiros explorarem os recursos naturais. Nesse cenário de um ambiente sem oxigênio nem vegetação e onde em metade do mês não há luz solar, um ex-astronauta e agora especialista em resgate de satélites, Capitão William H. Kemp (James Olson), juntamente com seu parceiro, o Engenheiro Korminski (Ori Levi), se envolvem com um grupo de gangsteres. Os criminosos são liderados pelo milionário excêntrico J. J. Hubbard (Warren Mitchell) e entre os capangas ainda temos o Sr. Whitsun (Dudley Foster) e o brutamontes Harry (Bernard Bresslaw). Eles contratam os serviços da dupla para resgatar um asteroide no espaço, rico em safira, um minério valioso, e escondê-lo numa região remota da Lua. O local escolhido é uma mina na face oculta, de propriedade do irmão da bela jovem Clementine Taplin (Catherine Schell). Porém, a mulher está procurando justamente a ajuda do Capitão Kemp para encontrar o irmão desaparecido, iniciando um conflito de interesses entre todos e envolvendo uma investigação policial da responsável pela lei na Lua, a bela Elizabeth Murph (Adrienne Corri).

Gangsters na Lua (1969) (3)

Gangsters na Lua é uma daquelas bagaceiras divertidas com história exagerada, um “western espacial” sem compromisso com a lógica, com direito a tiroteios bizarros e dançarinas de salão com roupas coloridas e penteados extravagantes. Os efeitos especiais são toscos e divertidos, com maquetes de naves e bases lunares, com os atores pendurados por cabos simulando movimentos no espaço. Entre as várias curiosidades, podemos citar a presença do eterno ator coadjuvantes dos filmes da “Hammer”, Michael Ripper, que não poderia ficar de fora e tem uma participação rápida como um jogador de cartas que está se divertindo no bar lunar. Outra curiosidade interessante é o monumento localizado onde o astronauta americano Neil Armstrong pisou pela primeira vez na Lua, numa homenagem para esse feito histórico da humanidade e que ocorreu poucos meses antes do lançamento do filme em 1969. E a abertura do filme há uma animação descontraída onde é mostrada a disputa entre os Estados Unidos e a antiga União Soviética pela conquista da Lua, satirizando a corrida espacial que agitou com muita intensidade e tensão o mundo no final dos anos 60 do século passado.



SCREENSHOTS


9 comentários:

  1. Que demais Doug Trash !
    Moon zero two, para os fãs da eterna Hammer, um Sci Fi muito legal lançado 3 meses depois que Neil Armstrong pisou pela primeira vez na Lua.,
    Amigo Doug seus lançamentos estão espetaculares, grandes legendas, muito obrigado por mais essa raridade.

    ResponderExcluir
  2. Olá Doug já assisti, e está ótimo, imagem nota 10 e as legendas estão muito boas, valeu mesmo !

    ResponderExcluir
  3. Puxa Carlosm42 e Doug, sensacional. A medida que clássicos como esse vão sendo legendados, vai diminuindo o possível "top ten" de inéditos de cada apreciador do cinema fantasia dos anos 50/60. Cada um tem sua "listinha de desejos", só por curiosidade eia a minha:

    01-Beginning of the End (1957)
    02-Invasion of the Saucer Men (1957)
    03-Project Moonbase (1953)
    04-Frankenstein's Daughter (1958)
    05-I Was a Teenage Frankenstein (1958)
    06-Curse of the Faceless Man (1958)
    07-The Astounding She-Monster (1957)
    08-The She-Creature (1956)
    09-Bride of the Gorilla (1951)
    10-The Neanderthal Man (1953)

    Aposto que alguns destes títulos também coincidem com seus desejos. Alguns, como o primeiro,já está se tornando tabu, pois não há legendas para traduzir em nenhuma lingua.
    Enfim, muito obrigado mesmo e um abraço a todos.

    ResponderExcluir
  4. Corrigindo: "eis a minha". Como dá pra ver são todos "fifties". Valeu!

    ResponderExcluir
  5. Larry muito boa a sua lista a qual eu incluiria "The woman eater" e 'Nabonga".
    Doug Trash parabens pela postage,

    ResponderExcluir
  6. Mais uma agradabilissima surpresa deste blog. O filme eh bem bom e muito interessante de se assistir.
    Primeiro vou falar do que não gostei pra logo mais me concentrar no que realmente interessa: as qualidades do filme.
    -- a trilha sonora, pecado comum da época, fica se intrometendo em toda cena repetindo o refrão da abertura,
    ("mooon zeeroooo twooooo, mooooon zerooo twoooooooo");
    -- achei que faltou um capricho maior nas cenas de acao pra ficarem mais emocionantes;
    E foi isso. Isso é tudo o que eu tenho para reclamar.
    O que eu gostei:
    ++ o figurino. Muita coisa das roupas, era proprio dos anos 60, cintos com fiveloes, botas e tal, mas caramba, como vamos saber se a moda não volta amanha? Nada praticas, mas muito divertidas;
    ++ a historia é um faroeste total, na mesma linha de Rango, e faz todo sentido. No espaço seremos mesmo estranhos em uma terra estranha;
    ++ os dialogos: em 10 minutos de filme, já tinha material pra muita discussão filosofica: a burocracia, o comodismo, o poder das grandes corporacoes...
    ++ efeitos especiais. Sim, da pra ver que eh maquete, sim da pra ver que usaram cabos, mas era o que se tinha. A produção não fugiu da luta e fez cenas com cenarios, bases lunares, veiculos e tudo mais.
    Fiquei com a impressão que o pessoal do Supermarionation, o Gerry e a Silvya Anderson, trocaram figurinhas com a produção desse filme. A disposição dos pilotos na cabine da Moon Zero Two, parcialmente sentados, lado a lado, era bem semelhante a cabine das Aguias de Espaço 1999. E o que dizer das mulheres com perucas coloridas na Lua? Na hora lembrei da serie UFO.
    Enfim, um bom filme, que se assiste do começo ao fim sem se sentir.

    ResponderExcluir
  7. Passando pra avisar que adicionei os créditos do doug, o LordVelho não avia informado a origem da legenda.

    Parabéns pelas postagens carlos e obrigado DougTrash pelo filme,abraço.

    ResponderExcluir
  8. alguem tem esse filme? queria muito ver, se tiver como repostar

    ResponderExcluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem