domingo, 15 de agosto de 2010

EL BUQUE MALDITO - THE GHOST GALLEON ( O Galeão Fantasma ) - 1974


SINOPSE:    Duas modelos, em uma viagem secreta de lancha que vai ser usada com propósitos publicitários, encontram um navio abandonado. Á bordo, elas são atacadas pelos cadáveres dos Cavaleiros Templários que repousavam em caixões no interior do navio. Para evitar um escândalo, o chefe das moças não avisa a guarda costeira e monta uma pequena equipe de resgate para encontrá-las. Obviamente, eles apenas encontram horror e morte nas mãos esqueléticas dos Templários mortos vivos.

Fonte : B Movie Box Car Blues

Comentários:
A terceira parte da tetralogia de Amando de Ossorio com os “mortos cegos” é geralmente considerada a pior da série. Isso se deve mais a precariedade da produção, em especial os efeitos especiais constrangedores, do que a trama e a direção, que estão no mesmo nível dos outros filmes. Dessa vez, Ossorio coloca seus monstros de estimação em um Galeão assombrado que navega na costa da Espanha. A mitologia dos “Blind Dead” ganha o acréscimo de elementos das lendas do Triângulo das Bermudas e do navio fantasma “Flying Dutchman”.
Apesar de isolar os Templários em um único ambiente, Ossorio cria grandes momentos no interior do galeão, um cenário excepcional. Todos os ataques dos zumbis são memoráveis e a sua saída dos caixões, eletrizante (felizmente com esse novo cenário a ressurreição do primeiro filme não pode ser reutilizada). Também, “El Buque maldito” conta com um dos melhores finais da tetralogia.
Mas não foram os pontos positivos que fizeram a fama deste filme, os “defeitos especiais” quase colocam tudo a perder. As cenas externas do navio fantasma foram feitas com uma ridícula miniatura, provavelmente em uma piscina. Isso poderia até provocar certo humor involuntário, mas na verdade chega a ser lamentável. Outra cena constrangedora acontece quando os “heróis” jogam os caixões dos “Blind Dead” para fora do barco: parecem caixinhas de fósforo indo para o fundo de um aquário. O que piora tudo é o fato de que essas cenas não eram obrigatoriamente necessárias, poderiam ter sido deixadas para a imaginação da platéia.
Quem conseguir assistir “El buque maldito” sem ligar muito para este tipo de problema, vai ser contemplado com uma ótima atmosfera de horror e com a excelente visão de Amando de Ossório, um diretor que jamais poderá ser acusado de repetir a si mesmo, pois ele reinventou os Cavaleiros Templários em cada um dos quatro filmes.
Fonte : B Movie Box Car Blues

Com direção , roteiro e história de Amando de Ossorio (1918-2001) , O Galeão Fantasma (El buque maldito - Ship of Zombies) de 1974 é o terceiro filme da saga dos "Zumbis cegos" postado no Blog Cine Dark Side . Os dois primeiros foram : La Noche del Terror Ciego (1971) e La noche de las gaviotas (1975) . Esqueçam os "efeitos especiais constrangedores" pois os mesmos não comprometem a qualidade do filme . A direção de Amando de Ossorio é segura e a história foi bem desenvolvida . Quem assistiu os dois filmes anteriores não deve perder este "O Galeão Fantasma" . Boa Sessão de Cinema .
Tatuador

ESTE INCRÍVEL CLÁSSICO FOI POSTADO NO CINE DARK SIDE E LEGENDADO POR NOSSO AMIGO TATUADOR, MAIS UMA RARIDADE DO CINE DARK SIDE
Título original: El buque maldito
Ano: 1974
Direção: Amando de Ossorio
Gênero: Terror
País: Espanha
Idioma : espanhol
Legenda pt.br : MGross
Sincronia e Revisão: Tatuador
Duração: 89 minutos
Formato: rmvb/ DVDRip
Tamanho: 289MB

ELENCO:
Maria Perschy ... Lillian
Jack Taylor ... Howard Tucker
Bárbara Rey ... Noemi
Carlos Lemos ... Professor Grüber
Manuel de Blas ... Sergio
 Blanca Estrada ... Kathy

SCREENS:

LINK : megaupload

Legendas:

2 comentários:

  1. Otimo filme,recomendado para quem é gosta de "ALEM DA IMAGINAÇÃO" E "CONTOS DA CRIPTA"

    ResponderExcluir
  2. Caro amigo, esse belo filme não pode ser mais baixado pelo Megaupload. Por acaso existe outro link onde posso baixá-los com as legendas?

    Abraços

    ResponderExcluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem