domingo, 19 de dezembro de 2010

THE PINK PANTHER STRIKES AGAIN - A NOVA TRANSA DA PANTERA COR DE ROSA - 1976

Como uma homenagem a Blake Edwards que morreu no último dia 15, estou postando este, que é uma Comédia Sci Fi e também um dos capítulos mais escraxados e absurdos da série Pantera cor de Rosa.


SINOPSE
Peter Sellers mais uma vez encarna o adoravel e incompetente inspetor Clouseau nesta impagável comédia co-estrelada por Herbert Lom, Colin Blakely e Lesley Anne Down. Apresentando "ferozes combates de caratê" com o essencial ajudante Burt Kwouk e alguns dos mais sensacionais disfarces de Clouseau, esta loucura bem humorada é certeza de muita diversão!
Completamente enlouquecido pelo absurdamente incompetente Clouseau, o inspetor Dreyfus (Lom) se apossa de uma arma letal e ameaça a destruição do mundo. Sua unica exigência para evitar a catastrofe: que Clouseau seja exterminado! Ao que o mundo responde: "Sem problemas!" Mas a incompreensível sorte de Clouseau não o abandona e os 26 assassinos contratados para acabar com ele não tem sucesso em sua empreitada ; contudo, talvez Clouseau consiga dar cabo de si mesmo tropeçando em seus próprios passos!


Diretor: Blake Edwards


Escritores: Frank Waldman (screenplay), Blake Edwards (screenplay)

Elenco

Peter Sellers ... Chief Inspector Clouseau
Herbert Lom ... Dreyfus
Lesley-Anne Down ... Olga
Burt Kwouk ... Cato Fong
Colin Blakely ... Drummond
Leonard Rossiter ... Quinlan
André Maranne ... Francois (as Andre Maranne)
Byron Kane ... Secretary of State
Howard K. Smith ... Himself (scenes deleted)
Dick Crockett ... The President
Richard Vernon ... Fassbender
Briony McRoberts ... Margo Fassbender
Dudley Sutton ... McClaren
Murray Kash ... Dr. Zelmo Flek (scenes deleted)
Hal Galili ... Danny Salvo






Comentários por Carlos

Blake cresceu em Los Angeles. Iniciou sua carreira artística na década de 1940, como ator e roteirista. Foi nesse período que ele criou a série radiofônica “Richard Diamond, Detetive Particular“, estrelada por Dick Powell. A série ganhou versão para a TV em 1957, estrelada por David Janssen. Com roteiros escritos por Blake, a série foi produzida até 1960.
Em 1958, ele criou e produziu “Peter Gunn”, estrelada por Craig Stevens, que interpretava um detetive particular. Considerada a primeira série de TV a apresentar uma trilha musical original, “Peter Gunn” ganhou notoriedade com seu clima noir acompanhado por uma orquestra que executava músicas de jazz compostas por Henry Mancini. Os dois trabalhariam juntos novamente em outras ocasiões. A produção encerrou em 1961, definindo carreira de Blake, que mais tarde migraria para o cinema.
O diretor chegou na TV como roteirista de teleteatros. Em 1954, criou a sitcom “The Mickey Rooney Show“, também conhecida como “Hey Mulligan”, em parceria com Richard Quine. A série, estrelada pelo comediante, apresentava um funcionário de um canal de TV que sonhava em se tornar estrela de algum programa. Entre 1959 e 1960 surgiu “Mr. Lucky“, estrelada por John Vivyan e Ross Martin. A série girava em torno de um jogador honesto, gerente de um cassino.
EDWARDS E  SUA ESPOSA JULIE ANDREWS
A partir da década de 1960, o diretor e roteirista fez carreira no cinema. Seus trabalhos mais conhecidos são a série de filmes “A Pantera Cor-de-Rosa“, que inspirou a criação do personagem da pantera. Aparecendo nos créditos iniciais do primeiro filme produzido em 1963, a personagem ganhou vida própria com a produção de uma série de curta metragens produzidos pela DePatie Freelang Productions. Em 1969, a personagem migrou para a TV, onde estrelou, pelo menos, quatro séries animadas.
Blake também dirigiu “Bonequinha de Luxo“, adaptação da obra de Truman Capote, “A Corrida do Século“, “Vício Maldito“, “Um Convidado Bem Trapalhão” e “Mulher Nota 10“.
Foi casado com Patricia Walker de 1953 a 1967, com quem teve dois filhos. Em 1969, casou-se com a atriz Julie Andrews. O casal adotou duas filhas vietnamitas. Blake dirigiu a esposa em: “Lili, Minha Adorável Espiã“, “Sementes de Tamarindo“, “SOB“, “Victor ou Vitctoria“, “O Homem que Amava as Mulheres” e “Assim é a Vida“.
Em 2004, o diretor recebeu um Oscar pelo conjunto de sua obra

Comentarios por Cartwrighth

Quando David DePatie conheceu Isadore(Friz) Freleng na Warner no começo dos anos 60 e ambos sabiam que a produtora iria encerrar as atividades, trataram de formar uma sociedade, com o talento de Norman McCabe que deu contornos finais à famosa Pantera, já criada para Black Edwards no primeiro projeto entre dePatie e Isadore Freleng.
Interessante que o primeiro desenho da Pink Panter(The Pink Phink) feita em 64 já ganhou logo um Oscar da Academia, que foi um fato inédito, ou seja, a primeira vez que um estúdio estreava já com o Oscar na premiação. Aliás Friz Freleng como diretor ganhou 5 Oscars.Ele dirigiu os primeiros 10 cartoons de Pink Panthers e trouxe para a emprêsa dele e do David dePatie, outros grandes nomes da animação, como Don Williams, La Verne Harding, Manny Perez e Art Davis. Também seu fiel parceiro Gerry Chiniquy e mais tarde, Robert McKimson. Art Davis estrearia em 68 dirigindo The Pink Package Plot, com Ed Love na animação.
Mas a série de cartoons da emprêsa que eu mais adorava era sem dúvida SUPER 6, até hoje idolatrado como a mais grata surpresa que veio da dePatie-Freleng, foi um projeto do próprio Gerry Chiniquy com a direção entre outros do Bob McKimson e Norman McCabe.
Que saudades tenho de SUPER 6, que passava antes de começar o programa do Capitão AZA na TV Tupi










SCREENSHOTS


LINKS: MEGAUPLOAD 4 PARTES

http://www.megaupload.com/?d=HLC4A33U
http://www.megaupload.com/?d=AA75D00C
http://www.megaupload.com/?d=CW6FU3JW

senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com

Um comentário:

  1. quando David DePatie conheceu Isadore(Friz) Freleng na Warner no começo dos anos 60 e ambos sabiam que a produtora iria encerrar as atividades, trataram de formar uma sociedade, com o talento de Norman McCabe que deu contornos finais à famosa Pantera, já criada para Black Edwards no primeiro projeto entre dePatie e Isadore Freleng.
    Interessante que o primeiro desenho da Pink Panter(The Pink Phink) feita em 64 já ganhou logo um Oscar da Academia, que foi um fato inédito, ou seja, a primeira vez que um estúdio estreava já com o Oscar na premiação. Aliás Friz Freleng como diretor ganhou 5 Oscars.Ele dirigiu os primeiros 10 cartoons de Pink Panthers e trouxe para a emprêsa dele e do David dePatie, outros grandes nomes da animação, como Don Williams, La Verne Harding, Manny Perez e Art Davis. Também seu fiel parceiro Gerry Chiniquy e mais tarde, Robert McKimson. Art Davis estrearia em 68 dirigindo The Pink Package Plot, com Ed Love na animação.
    Mas a série de cartoons da emprêsa que eu mais adorava era sem dúvida SUPER 6, até hoje idolatrado como a mais grata surpresa que veio da dePatie-Freleng, foi um projeto do próprio Gerry Chiniquy com a direção entre outros do Bob McKimson e Norman McCabe.
    Que saudades tenho de SUPER 6, que passava antes de começar o programa do Capitão AZA na TV Tupi

    ResponderExcluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem