PROCURE SEU FILME NO SPACE MONSTER



.

.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

I BURY THE LIVING aka EU ENTERRO OS VIVOS - 1958

I BURY THE LIVING
Direção : Albert Band







Formato : AVI
Fonte : DVDRip
Tamanho : 695 mb
Duração : 87 min.
Idioma : Ingles
Links : 1 partes
Ano : 1958
Direção : Albert Band
Produção : Albert Band/ Louis Garfinkle
História : Louis Garfinkle
Música : Gerald Fried
Fotografia : Frederick Gately
Make-up : Jack P. Pierce
Efeitos Visuais : Edward Vorkapich


********************************


link do archive.org
http://archive.org/download/IBuryTheLiving1958/IBuryTheLiving1958.divx

ou entre nesta página e com o botão direito do mause no arquivo Divx selecionar "salvar como"
http://archive.org/details/IBuryTheLiving1958

legendas
https://rapidshare.com/files/1191932439/IBuryTheLiving1958.rar



**********************************


SINOPSE:

Bob Kraft assume a presidencia temporária de um cemitério  em Millford, em nome da família Kraft, proprietária de uma  tradicional loja de departamentos na cidade.  Contra sua vontade, ele é impossado e passa a administrar  o lugar, assinalando com um alfinete de borda preta, num  mapa completo com toda a dimensão da área, os nomes de  pessoas que falecem e são enterradas no lugar conhecido  como COLINAS IMORTAIS.
Para os que estão vivos e reservam um lote no cemitério,  as marcações são feitas com alfinetes de borda branca.  Por engano, Bob coloca um alfinete preto para um jovem  casal amigo, que acabara de casar e mais tarde descobre  que ambos morreram num acidente de carro. Logo outras  vítimas vão surgindo sempre que ele põe um alfinete da  cor preta, levando-o a acreditar que talves possua algum  poder maligno.



capa do DVD


COMENTÁRIOS:

Esse filme bem que podia fazer parte da série ALEM DA IMAGINAÇÃO, ou do ALFRED HITCHCOCK PRESENTS, ou  THRILLER ou qualquer outra série similar, que passava  na TV dos anos 50.
Com mão firme e visão completa do roteiro, o lendário  ALBERT BAND, estreava na direção e produção com um  orçamento sempre modesto mas com resultado eficiente.

ALBERT BAND, que nasceu em Paris e faleceu em 2002
deixando um legado para seus dois filhos, CHARLES &
RICHARD BAND

ALBERT foi pai do cultuado CHARLES BAND fundador da  FULL MOON, responsável pelos sucessos de terror como  SUBSPECIES, PUPPET MASTERS, GHOULIES,EVIL BONG, e pai também de RICHARD BAND, que sempre criou as trilhas sonoras destes filmes, além de RE-ANIMATOR, um
cult do BRIAN YUZNA, cujo final coloca os nomes de  ALBERT & CHARLES em agradecimentos especiais.


CHARLES BAND a frente de monstrinhos de sua FULL MOON

ALBERT BAND, após esse filme atuou em produções na Itália com o ator famoso de HÉRCULES, Steve Reeves e fez alguns faroestes, retornando aos States e realizando mais alguns cults na direção como GHOULLIES II, ZOLTAN O CÃO DE DRÁCULA, PREHYSTERIA 1 e 2 e também na produção. Nos anos 80, a produtora EMPIRE PICTURES de seu filho faliu devido a problemas na Itália e ele assistiu CHARLES criar a FULL MOON, que se tornou um símbolo dos filmes B terror que foi aumentando a cada ano, o número de lançamentos e criações das mais grotescas ao trash impiedoso.

free image hosting
A FULL MOON tornou-se uma das produtoras mais atuantes
com mais de cem títulos desde sua criação em 89, após o
fim da EMPIRE, que entre outros titulos lançou RE-ANIMATOR

Mas em seu debut, I BURY THE LIVING, ALBERT contou com o ator RICHARD BOONE, que ficou famoso um ano antes na série de televisão HAVE GUN WILL TRAVEL, conhecido no Brasil, como O PALADINO DO OESTE, um enorme sucesso que marcou sua carreira para sempre. Richard Boone já
atuava em filmes de algum êxito como o papel de PONCIUS PILATOS em O MANTO SAGRADO e O ÁLAMO dirigido pelo amigo JOHN WAYNE. BOONE faleceu em 81, após o filme BUSHIDO BLADE, por um cancer na garganta, mas a sua série HAVE GUN WILL TRAVEL até hoje é cultuado em todo o mundo como uma das mais populares da TV, tanto que o primeiro longa dos 3 PATETAS brincou com o título da série, vindo a se chamar "HAVE ROCKET WILL TRAVEL".


O PALADINO DO OESTE tinha audiência expressiva nas
tardes da TV RIO e TV RECORD.

Sua atuação neste ensaio de horror é um ponto marcante, que apresenta um roteiro inusitado e misterioso, o qual reserva um climax inesperado no fim. Quem assistiu a antiga série DENIS O PIMENTINHA de 59, vai se lembrar do ator HEBERT ANDERSON, que fazia o papel do pai do PIMENTINHA e que nesse filme, atua como o repórter policial e amigo do Bob Kraft, Jess Jessup.

free image hosting
HERBERT ANDERSON que fazia o papel de Henry Mitchell
o pai dedicado e paciente de DENIS, O PIMENTINHA

Mais uma pérola do cinema anos 50, feitos com orçamento
baixo, mas muita dedicação e eficiencia.

free image hosting



ELENCO:

Richard Boone - Robert Kraft
Theodore Bikel - Andy McKee
Peggy Maurer - Ann Craig
Howard Smith - George Kraft
Herbert Anderson - Jess Jessup
Robert Osterloh ... Tenente Clayborne


SCREENSHOTS:


8 comentários:

  1. Grande Cartwright, este eu vi a algum tempo atrás, é muito legal. Se eu não me engano éste é um remake de uma produção mais antiga.
    Estou certo ou estou falando besteira? parece que eu baixei a muito tempo, e era uma produção dos anos 30 ou 40, mas não tenho mais, posso estar completamente errado, mas deve ter alguma produção mais antiga parecida.

    E para completar, mais uma vez obrigado por esse trabalho, tanto as legendas como todo seu cuidado em elaborar a matéria sobre o filme.

    Valeu!!!

    ResponderExcluir
  2. não sabia disso não Carlos, acho que esse script do Louis Garfinkle é o original, não encontrei nada sobre um filme anterior que pudesse ter sido adaptado.
    Todavia em 2008 foi feito um fake remake em 2008 postado no YouTube com o aval de um tal de KYRO PICTURES mas que eu saiba não é oficial, é uma brincadeira de cinema, mas faz
    uma homage collage do original de Albert Band.
    Acho que não houve um filme desse roteiro feito antes, este foi o primeiro e é considerado um belo cult dos anos 50.

    ResponderExcluir
  3. Não estou conseguindo descompactar. Dá erro de senha ? Obrigado pelo Site. Ótimo como sempre.

    ResponderExcluir
  4. flávio, voce tem que checar duas coisas antes:
    veja se a primeira parte baixada está com 429mb
    e a segunda com 267mb.
    Se estiverem assim, então escreva a senha:
    cartwrighthh em minúsculo. Veja bem que é meu nome cartwright com + 2 h no fim, tudo junto.
    Tenho certeza que vai descompactar.
    Não copie e cole, pois as vezes ao colar entra um espaço em branco ou no começo ou no fim da palavra-senha, ok ? Faça isso e vai rolar na boa.

    ResponderExcluir
  5. Ok. Deu certo. Longa vida ao Site.

    ResponderExcluir
  6. Amigo Hanscartwright. Estou procurando 4 filmes que já nào vejo há mmmmmuuuuuiiiittooo tempo. Seria muito legal vê-los aqui. São eles: Carro, A Máquina do Diabo(com James Brolin - passou na Globo lá pelos idos de 1977 por aí); A Mansão dos Desaparecidos(Ruth Gordon e Geraldine Page - exibido na TV Tupi); Assassinato Por Causas Naturais(com Hall Halbrook e Katherine Ross) e por fim, um dos primeiros filmes a ser exibido na antiga Premiére Mundial na Globo: Sortilégio(Ritual of Evil), com Louis Jourdan e Ann Baxter. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  7. qual a sinopse do filme "Assassinato por causas naturais" estrelado por Katherine Ross em 1979?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me lembrei do filme. Salvo engano, trata-se de um assassinato perpetrado pela esposa da vítima que tenta fazer parecer tratar-se de uma morte natural, para evitar complicações judiciais. Mais do que isso não posso falar sob pena de frustar a novidade para o pretenso expectaror. É tema muito na moda no submundo do crime e um aviso a potenciais vítimas. Tenho vontade de revê-lo.

      Excluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem