quinta-feira, 5 de março de 2015

THE WITCHES aka THE DEVIL'S OWN aka BRUXA - A FACE DO DEMÔNIO - 1966
























POSTADO PRIMEIRAMENTE EM 10/07/2011

SINOPSE:

A professora Gwen Mayfield (Joan Fontaine) sofre um colapso nervoso enquanto leciona na África, atacada por feiticeiros locais que a querem fora do país. Ela retorna à Inglaterra e aceita o emprego de professora num pequeno vilarejo, mas estranha o fato de não haver nenhuma igreja cristã no local. Aos poucos, fatos estranhos passam a incomodá-la, até descobrir que antigos rituais pagãos continuam sendo praticados no vilarejo.





Formato: Avi / DVDRip
Tamanho: 668MB
Duração: 90 minutos
Idioma: Inglês
Legendas: Português (na pasta)

Link único PCLOUD:

CLIQUE AQUI

senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com






Direção: Cyril Frankel

Roteiro: Nigel Kneale, baseado em romance de Norah Lofts

Produção: Anthony Nelson Keys

Música: Richard Rodney Bennett

Fotografia: Arthur Grant

Edição: James Needs


Direção de Arte: Don Mingaye

Maquiagem: Frieda Steiger; George Partleton

ELENCO

Joan Fontaine (Gwen Mayfield);
 Kay Walsh (Stephanie Bax);
 Alec McCowen (Alan Bax);
 Ann Bell (Linda Rigg);
 John Collin (Dowsett);
 Michele Dotrice (Valerie Creek);
 Gwen Ffrangcon Davies (Granny Rigg);
 Duncan Lamont (Bob Curd);
 Leonard Rossiter (Dr. Wallis);
 Martin Stephens (Ronnie Dowsett);
 Carmel McSharry (Mrs. Dowsett);
 Viola Keats (Mrs. Curd);
 Shelagh Fraser (Mrs. Creek);
 Bryan Marshall (Tom)
 

clique para ampliar

COMENTÁRIOS
Uma professora, Gwen Mayfield (Joan Fontaine), está trabalhando num país pobre da África e é forçada pelos nativos locais a abandonar a escola, sofrendo forte pressão psicológica de um curandeiro praticante de cultos vodu. Retornando para a Inglaterra após enfrentar uma crise nervosa, ela é convidada a trabalhar num vilarejo afastado chamado Heddaby, onde é bem recebida pelos moradores e curiosamente descobre que não existem igrejas, pois a única está abandonada e destruída há duzentos anos.
Entre os moradores estão o casal de irmãos Alan Bax (Alec McCowen) e Stephanie (Kay Walsh), proprietários da escola, o jardineiro Dowsett (John Collins), o açougueiro Bob Curd (Duncan Lamont), que demonstra grande habilidade em arrancar a pele de coelhos, a jovem Valerie Creek (Michele Dotrice), filha da governanta da escola, e que está sempre disposta a servir a recém chegada professora, e outros. E entre os alunos destaca-se um casal de namorados adolescentes, Ronnie Dowsett (Martin Stephens, garoto que esteve anos antes nos clássicos "Os Inocentes " e "A Aldeia dos Amaldiçoados ") e Linda Rigg (Ingrid Brett), que desperta uma atenção especial da Prof. Mayfield, por causa de estranhos acontecimentos com eles e suas famílias, que aos poucos vão revelando uma série de mistérios no pequeno vilarejo, envolvendo rituais de feitiçaria.
"Bruxa - A Face do Demônio " é mais uma contribuição da "Hammer " para o subgênero do cinema de horror que aborda o tema da bruxaria e faz parte de uma galeria de filmes que tiveram atrizes famosas em final de carreira atuando em suas histórias, como é o caso de Joan Fontaine, estrela de filmes como "Rebeca, a Mulher Inesquecível " (40) e "Suspeita" (41), ambos de Alfred Hitchcock . Essa tendência tomou forma principalmente após o sucesso do suspense psicológico "O Que Terá Acontecido a Baby Jane? " (62), estrelado pelas veteranas Betty Davis e Joan Crawford.
O filme é dirigido por Cyril Frankel, cineasta pouco expressivo no time da "Hammer ". O roteiro é de Nigel Kneale, baseado em livro de Peter Curtis, cujos direitos para filmagem foram adquiridos pela atriz Joan Fontaine, que apresentou o projeto ao estúdio inglês. Entre os destaques, vale mencionar a seqüência do ritual de bruxaria, com os seguidores da seita dançando freneticamente ao som de batidas de tambor em meio à recitação de frases cabalísticas, preparando o culto para um sacrifício humano.


COMENTÁRIOS
por Cartwright

Eu me refiro sempre a esse filme como o último do ator MARTIN STEPHENS, o garoto símbolo do terror britânico como o memorável: OS INOCENTES e do perfeito VILLAGE OF DAMNED, além de THE HELLSFIRE CLUB em que ele faz o personagem principal JASON, quando menino.
Após THE WITCHES, o diretor JACK CLAYTON ainda tentou reviver sua dupla mirim de OS INOCENTES no filme OUR MOTHER'S HOUSE(TODAS AS NOITES ÀS 9), mas só PAMELA FRANKLYN participou e MARTIN STEPHENS, declarou insatisfeito com a carreira no cinema, mudando-se para Belfast onde se formou em arquiteto e nunca mais apareceu na frente das câmeras.
Outro destaque em THE WITCHES é a adaptação da novela de Norah Lofts( que usa o pseudonimo de Peter Curtis )pelo renomado criador da saga QUATERMASS e do excelente FIRST MEN IN THE MOON, do NATHAN JURAN, o criativo NIGEL KNEALE.
A verdade é que NIGEL, não ficou nada satisfeito com as mudanças impostas pela produção do filme THE WITCHES, já que sua intenção era fazer um clima mais jocoso e irônico, mas devido a exigência feita por JOAN FONTAINE, que ao comprar os direitos da novela, pretendia criar um clima dramático e de conotação misteriosa, sem violencia, sangue ou mesmo efeitos especiais que tornassem seu projeto, um filme típico do terror vindo da Hammer.



 
 
 
 
 
 
 
 
Na verdade JOAN FONTAINE, vinha amargando um declínio na sua carreira de atriz, que nos anos 40 era um dos ícones de HOLLYWOOD, ganhando o OSCAR pelo filme de ALFRED HITCHCOCK, SUSPICION de 1941. Um ano antes ela atuou em REBECCA do mesmo HITCHCOCK, além de vários filmes dirigidos por nomes famosos como o de FRITZ LANG,GEORGE CUKOR,ANATOLE LITVAK,ROBERT STEVENSON,SAM WOOD,MAX OPHULS,BILLY WILDER,ORSON WELLES entre outros. Sua amizade com DICK POWELL a conduziu em 53 para a TV quando participou da série FOUR STAR PLAYHOUSE em 2 episódios e continuou atuando em outras séries, especialmente ONE STEP BEYOND de seu então marido COLLIER YOUNG com quem casou em 52. Ela havia se divorciado do produtor WILLIAN DOZIER, bem conhecido por sua produção da série BATMAN 1966 com ADAM WEST.
Mas querendo voltar às telas, após algum sucesso na BROADWAY, JOAN procurou a SEVEN ARTS que trabalhava com a HAMMER e ofereceu o projeto THE DEVIL'S OWN para adaptação.
O filme não agradou os fans tradicionais da HAMMER, apesar de ser um filme consistente e bem cuidado. E desde então ela nunca mais voltou para o cinema.
Em seu período de ouro nas telas, durante os anos 30 e 40 ela e sua irmã OLIVIA DE HAVILLAND foram as primeiras irmãs a ganharem um OSCAR cada uma e chegaram a disputar juntas num mesmo ano a indicação.


Apesar de nascida no Japão em 1917, nesta época, Tokyo era considerada um território internacional e o pai de JOAN era um influente procurador da Corôa, que levou ela e sua irmã mais velha OLIVIA DE HAVILLAND para Califórnia, onde sob a influência da mãe, a atriz LILIAN FONTAINE, seguiram seus passos.
THE WITCHES apesar de não ser totalmente recomendado para os amantes do gore terror e não ter uma pegada rápida em seu roteiro, contém um exercício bem teatral e consistente impôsto pelo diretor CYRIL FRANKEL, que nunca havia feito um filme do gênero terror, mas foi atuante em suspense com adaptações de EDGAR WALLACE, foi diretor de SEAN CONNERY em ON THE FIDDLE, que dizem foi decisivo para a escolha do ator ser o intérprete da saga JAMES BOND, o qual iniciaria esse papel no ano seguinte.
CYRIL também foi atuante em várias séries britânicas para TV(THE ADVENTURERS,UFO,THE RETURN OF SAINT,DEPARTMENT S e até o incomparável THE AVENGERS, já sem a minha musa eterna, DIANA RIGG então substituida pela gatinha LINDA THORSON). CYRIL FRANKEL ainda dirigiria um episódio da série HAMMER HOUSE OF MYSTERY AND SUSPENSE e um filme alemão, antes de sair de cena em 1990.
Com todos os "senão" que possam decepcionar os fans do terror da HAMMER, eu ainda assim recomendo o filme, por seu conteudo e talento, sendo considerado um raro e cult momento da produtora britânica mais famosa do cinema fantástico



SCREENSHOTS







6 comentários:

  1. A imagem da capa do DVD remete ao paganismo europeu, mas a sinopse fala de rituais africanos, que são bem diferentes. Também menciona-se o voodoo, que até onde eu sei era praticado na América Central e ilhas do caribe. Parece que os roteiristas fizeram uma abordagem abrangente da coisa.
    O Cart comenta que o filme não é direcionado para fãs de gore. Eu pessoalmente prefiro mesmo filmes que apostam mais em uma história bem contada do que em catarses sanguinolentas. Fico no aguardo desse aí.

    Parabens pela postagem.

    ResponderExcluir
  2. É assim mesmo , é tudo fantasia, essa mistureba faz parte, nos Sci Fi principalmente dos 50, 60 e 70, praticamente não existia falta de gravidade no espaço hahahaa! nem precisa ser certinho, ou acaba perdendo a graça !

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, estou louco a procura desse filme, tem como reupar fazendo um favor> Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
  4. Carlos, que filme ótimo! Saudades da velha Hammer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão , não se fazem mais filmes de terror como a Hammer fazia

      Excluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem