quinta-feira, 22 de novembro de 2012

BRIDE OF THE MONSTER aka A NOIVA DO MONSTRO – 1955




O Mestre do Terror em sua mais audaciosa e horripilante história

Mais assustador que “DRÁCULA” e “ FRANKENSTEIN”

A NOIVA DO MONSTRO

SINOPSE:

Bela Lugosi é o Dr. Eric Varnoff, um cientista determinado a criar um raio atômico capaz de transformar pessoas comuns em super-humanos obedientes ao seu comando com o objetivo de dominar o mundo. Seu ajudante Lobo (Tor Johnson) é o responsável pela coleta de espécimes para suas experiências e também de eliminar qualquer um que ouse ficar em seu caminho. Um polvo gigante, outra criação do Dr. Varnoff, é mantido como seu cão de guarda e costuma ser alimentado com visitantes indesejados.

DIREÇÃO:
Edward D. Wood Jr.

ELENCO:
Bela Lugosi ………….....Dr. Eric Vornoff
Tor Johnson ……….......Lobo
Tony McCoy …………..Ten. Dick Craig
Loretta King ………..…Janet Lawton
Harvey B. Dunn …..…..Cap. Tom Robbins
George Becwar ……......Prof. Vladimir Strowski
Paul Marco ....................Policial Kelton
Don Nagel.......................Martin
Dolores Fuller …............Margie


Formato: Avi / DVDRip
Tamanho do arquivo: 699MB
Duração: 69 minutos
Cor: preto e branco
Proporção da imagem: 4x3
Idioma: inglês
Legendas: português (srt)

Links para o Torrent:

http://thepiratebay.se/torrent/3301646

ou então

http://kat.ph/bride-of-the-monster-by-ed-wood-1955-divx-5-02-t502190.html

Legendas

http://www.4shared.com/rar/gpnVvYb5/Bride_Of_The_Monster__by_Ed_Wo.html







COMENTÁRIOS:
POR CARLOS SOLRAC

Antes de mais nada quero relembrar a todos (e avisar aos que ainda não sabem) que Edward D. Wood Jr. (o famoso Ed Wood) foi considerado por muitos críticos com sendo o "pior cineasta" de todos os tempos.
O filme tem início mostrando uma casa de aspecto assustador em meio a uma terrível tempestade com muitos raios, relâmpagos e trovões.
Dois caçadores que estavam nas imediações comentam que aquela é a pior tempestade que já tiveram nos últimos 3 meses e que aquilo não podia ser coisa da natureza. Como não queriam ser atingidos por um raio e, segundo eles, virarem churrasco, resolvem que o melhor a fazer seria procurar abrigo naquela velha casa abandonada (a de aspecto assustador) mesmo sabendo que os jornais noticiavam que um monstro rondava o local. Ao chegarem lá percebem que a casa está habitada. Batem à porta e quem atende é o Dr. Varnoff (Bela Lugosi), que os manda embora. Mas os caçadores insistem para que ele os deixe entrar pois precisam de um lugar para se protegerem da tempestade. Surge então Lobo, o “assistente” do doutor. Os caçadores fogem assustados acreditando que realmente viram o monstro que o jornal dizia existir. Porém o Dr. Varnoff dá uma gargalhada e diz que talvez algum dia eles irão se deparar com o verdadeiro monstro! Logo em seguida aparece o polvo gigante.
Você já deve estar se perguntando: se o título do filme é "Bride of the Monster" (“A Noiva do Monstro”) e se o Dr. Varnoff nos deixa claro que o polvo gigante é o monstro, então eles querem arranjar uma noiva para o polvo? Muito sinistro...
Não se preocupe. Não vou contar o resto da história.
O que posso dizer é que no enredo deste filme vamos encontrar grande parte dos elementos existentes na maioria das produções de ficção/terror daquele período: o medo de que alguma coisa desconhecida possa estar mudando as condições climáticas do planeta, animais mutantes gigantescos, um cientista louco e suas experiências com energia atômica, experiências com pessoas inocentes sendo usadas como cobaias humanas, autoridades incompetentes que não percebem que o inimigo (alguém do outro lado da Cortina de Ferro) pode infiltrar-se facilmente em solo americano, um especialista em criaturas pré-históricas, o uso do hipnotismo para controlar a mente das pessoas, uma intrépida repórter que não tem medo de enfrentar o desconhecido para conseguir um furo jornalístico, uma explosão atômica...
























Ed Wood era um apaixonado por filmes de terror. E para produzir “Bride of the Monster” (“A Noiva do Monstro”) que originalmente deveria se chamar “Bride of the Atom” (faz algum sentido agora?) ele precisava de U$ 60.000,00. Mas a falta de investidores que acreditassem no seu talento tornava inviável seu projeto.
Por um acaso, Ed Wood conhece Lorreta King e achando que ela tinha muito dinheiro, a convence investir na produção. Ela aceita e em troca pede o papel de Janet Lawton, a mocinha da história, e que estava reservado para a atriz Dolores Fuller, uma ex-namorada e amiga de Wood. Mas a ajuda de Lorreta não foi suficiente. Ela investiu U$ 300,00 e imaginou ter deixado claro para Ed Wood que não poderia dar mais do que isso.


Loretta King (a morena) no papel de Janet Lawton
e Dolores Fuller (fazendo uma ponta em “Bride of the Monster”)


Wood continou a procurar investidores. Donald McCoy, proprietário de uma indústria de alimentos processados, concorda em financiar o filme mas impõe duas condições: que seu filho Tony McCoy fizesse o papel do herói (Ten. Dick Craig) e que na cena final uma grande explosão servisse de alerta contra o uso de armas nucleares. Não era o final que Ed Wood tinha planejado, mas ele aceitou as condições impostas.
Finalmente Ed Wood produziu seu tão sonhado filme.
Bela Lugosi, famoso pelo seu papel de Conde Drácula – “Drácula” (1931) - e a quem Wood era um fã declarado, foi convidado para o papel do Dr. Eric Varnoff. Com seu jeito peculiar de interpretação Bela Lugosi pode brilhar nas telas dos cinemas mais uma vez.
Tor Jonhson, nascido na Suécia, foi campeão de luta livre e alternava sua carreira nos ringues com “pontas” em filmes. Foi convidado para o papel de Lobo, o assistente do Dr. Varnoff. Tornou-se amigo de Bela Lugosi.
Dentre os efeitos especiais, um dos “destaques” do filme é o polvo gigante de borracha. Diz a lenda que Ed Wood “tomou emprestado” esse polvo dos estúdios da Republic. Infelizmente, esqueceu de “tomar emprestado” também o motor que movimentava os tentáculos do bicho. Verdade ou não, isso pouco importa.
O polvo havia contracenado com John Wayne no filme “Wake of the Red Witch” (1948), conhecido aqui no Brasil com o título de “No Rastro da Bruxa Vermelha”.


John Wayne lutando contra o polvo gigante
durante um mergulho em “Wake of the Red Witch”


Vítima sendo atacada pelo polvo gigante e imóvel
em “Bride of the Monster” (Note que o bicho está fora d’água)


Assista ao trecho do filme “Wake of the Red Witch” no qual John Wayne
luta contra o polvo gigante



Impressionante também era o poder do raio atômico do Dr. Varnoff. Não era sempre que funcionava. E o mau funcionamento era a razão do polvo estar sempre por perto. Agora, quando o raio atômico funcionava, transformava até um simples sapato num monstruoso sapato com salto plataforma.
Segundo o IMDb (Internet Movie Database) Bride of the Monster foi produzido com um orçamento de U$ 70.000,00 (http://www.imdb.com/title/tt0047898/business).
Bela Lugosi faleceu em 16 de agosto de 1956, aos 73 anos.

SCREENSHOTS




9 comentários:

  1. eu do site rastreamentodecelular.net Estou aqui denovo comentando,por que adoro esse blog,bom demais,muito bom msm!!!!!!me recomendaram e até hj acompanho,mais ai queria tirar uma duvida sera que esse site é bom http://detetive-particular.com ? se alguem souber me falar,e continue com mais post!! fuuuuuuuuui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo não sei te dizer, nunca precisei de detetive particular, o único que conheço é o Hunfrey Bogart rsrsrs

      Excluir
  2. Eu vi esse filme há muitos anos, ainda em VHS.
    rsrs Agora você me fez lembrar das cenas em que os personagens do filme ´lutam` contra o polvo mutante. Com o pequeno detalhe do polvo estar parado durante a ´luta` e o ator que está contracendo com ele na hora ter que rolar pra lá e pra cá em cima do polvo pra fingir que está sendo ferido por ele.rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Bussula do Terror, os atores tem que levantar o braço, rolar, etc, pois quando foram pegar o polvo nos estudios, alias peguaram as escondidas sem ninguem ficar sabendo , esqueceram de pegar o motor que movimentava o povo, é muito bom cara é história pura do cinema independente.
      O grande Ed Wood, não troco ele por nenhum diretor fodão rsrs

      Excluir
  3. O que matou na verdade Bela Lugosi foi sua vontade de largar o vicio de 20 anos em opiódes ( Morfina e metadona ), pois uma pessoa idosa fragilisada, nsofre demais com a abstinencia, ele com certeza teria sobrevivido mais se não tivesse tentado se reabilitar, ele morreu poucos meses depois que saiu da clínica.
    Teria vivido pelo menos mais alguns anos se tivesse mantido seu vício.
    É uma pena

    ResponderExcluir
  4. Aqui eh o melhor sem duvida, eh um pedaço do f.a.r.r.a,hj este blog eh uma das melhores fonte de referencia para o genero, para ajudar o pessoal, vai uma dica:
    j downloads baixa links diretamente ou youtube, veoh e por ai vai, este filme mesmo tem aqui( http://www.veoh.com/watch/v19955548WcRBZ3Fc?h1=Bride+of+the+Monster+%281955%29) é só copiar e adicionar para baixar, só 145 MB em mp4...
    abraço e parabens
    pedro leite

    ResponderExcluir
  5. Esse filme sim é um horror. Atuacoes de teatrinho de escola, cenarios que se movem, dialogos absurdos. Ed Wood peca em todos os aspectos: atores imoveis e camera idem, personagens que entram e saem de cena sem aviso e muitos outros erros. No entanto... nao é, nem de longe, o pior filme que já vi. Tem muito filme, com orcamento bem maior e gente mais capaz por tras, piores que esse.

    ResponderExcluir
  6. show de bola teu blog .qnt saudades .bons tempos aqueles

    ResponderExcluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem