quinta-feira, 23 de abril de 2015

O RETRATO DE JENNIE AKA PORTRAIT OF JENNIE - 1948


SINOPSE: 


Eben Adams é um pintor fracassado cuja vida muda radicalmente quando conhece a bela Jennie, que se torna sua musa inspiradora e o faz atingir o sucesso. É o início de um romance que desafiará as fronteiras do tempo e da vida.



DIREÇÃO: 
William Dieterle

ELENCO: 
Jennifer Jones..................Jennie Appleton 
Joseph Cotten...................Eben Adams
Ethel Barrymore................Senhorita Spinney
Lillian Gish.......................Madre Mary
Cecil Kellaway...................Matthews
David Wayne.....................Gus O'Toole
Albert Sharpe....................Moore
Henry Hull........................Eke

Formato: DVD-Rip/AVI 
Tamanho do arquivo: 698MB 
Duração: 1h 24min 
Proporção da imagem: 4:3 (640X464) 
País de origem: Estados Unidos 
Idiomas: Espanhol e Inglês 
Legendas: Português (srt, na pasta) TRADUZIDAS E SINCRONIZADAS POR MAJOR

LINKS DO FILME DIVIDIDOS EM QUATRO PARTES NO MEGA:
 


senha p/descompactar
cinespacemonster.blogspot.com.br



COMENTÁRIOS:
O livro de Robert Nathan no qual o filme foi baseado atraiu a atenção de David O. Selznick, que imediatamente adquiriu seus direitos para rodá-lo com a atriz vencedora do Oscar Jennifer Jones. As filmagens começaram no início de 1947 em Nova York e Boston, Massachusetts, mas Selznick ficou descontente com os resultados e programou refilmagens, bem como a contratação e demissão de cinco roteiristas diferentes antes que o filme fosse concluído em outubro de 1948. 

ALGUMAS CAPAS DO LIVRO

Como o Retrato de Jennie era uma fantasia, Selznick insistiu em filmar em locações reais em Massachusetts (O Farol de Graves) e locais de Nova York (No Central Park, no Museu Metropolitano de Arte e num convento próximo) em oposição aos estúdios fechados, o que aumentou dramaticamente os custos de produção do filme.


O Retrato de Jennie foi um filme bastante incomum para a época, pois não tinha créditos de abertura, a única exceção era a do logotipo dos Estúdios Selznick. Todos os outros créditos só aparecem no final. 


O Retrato de Jennie (com Jennifer Jones) foi pintado pelo artista Robert Brackman. Selznick ficou com a pintura, que foi exibida em sua casa depois que ele se casou com Jones em 1949. 
Uma das coisas notáveis do filme foi a fotografia de Joseph H. August's que conseguiu capturar uma atmosfera cinematográfica única mostrando a obsessão do protagonista por Jennie, entre os arredores de Nova York em pleno inverno. August's fez com que as cenas parecessem com pinturas reais, para isso em algumas delas, ele pôs na frente da lente das câmeras telas de pintura e usou muitas lentes dos tempos do cinema mudo.  August's morreu pouco depois de concluir o filme, ele foi postumamente nomeado para um Oscar de Melhor Fotografia. 


ACIMA DUAS SCREENSHOTS QUE EXEMPLIFICAM A FILMAGEM COM UMA TELA DE PINTURA NA FRENTE DA LENTE DA CÂMERA

Dimitri Tiomkin usou temas de Claude Debussy, incluindo “Prélude à l' ' après-midi d'un faune “ (Prelúdio à tarde de um fauno), dois arabescos, "Nuages" and "Sirènes" das suítes “Nocturnes”, e “La fille aux cheveux de lin”, incluiu também Bernard Herrmann (Compositor de várias trilhas sonoras dos filmes de Alfred Hitchcock) que criou a melodia da canção do “Tema de Jennie”, música essa que se destacava no livro de Nathan ("De onde venho, nada se sabe. E para onde vou, acabam todos indo.”), se utilizando de um Theremin (Um antigo instrumento musical eletrônico que era controlado sem nenhum contato físico pelo músico à partir de osciladores de frequência). Herrmann era o responsável pela trilha sonora original do filme, mas abandonou a produção devido aos atrasos causados pelo descontentamento de Selznick.

 SCREENSHOTS:









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem