domingo, 11 de julho de 2021

VAL LEWTON: THE MAN IN THE SHADOWS (2007)

 


SINOPSE:  Martin Scorsese narra este documentário-tributo a Val Lewton, produtor de uma série de memoráveis filme de terror de baixo orçamento para os estúdios RKO.


DIREÇÃO:

KENT JONES

ELENCO: 

Martin Scorsese...Narrador (voz)

Elias Koteas...Val Lewton (voz)

Orson Welles... Ele mesmo (voz) (imagens de arquivo)

Val E. Lewton... Ele mesmo- Filho de Val Lewton

Alexander Nemerov... Ele mesmo - Autor de 'Icons of Grief'

Roger Corman... Ele mesmo

Glen Gabbard...  Ele mesmo- Autor de 'Psychiatry and the Cinema' (como Dr. Glen Gabbard)

Jacques Tourneur.. Ele mesmo (imagens de arquivo)

Kiyoshi Kurosawa... Ele mesmo

Geoffrey O'Brien... Ele mesmo- Autor de 'The Phantom Empite'

Ann Carter... Ela mesma (as Ann Carter Newton)

Robert Wise... Ele mesmo (imagens de arquivo)

FORMATO:DVD Rip
TAMANHO:693 Mb
DURAÇÃO:77 minutos
IDIOMA:Inglês
LEGENDAS: Português na pasta (traduzidas por Karamazov)




COMENTÁRIOS:

A Turner Classic Films e o diretor vencedor do Oscar®, Martin Scorsese (The Departed) juntaram
forças para criar a produção do TCM sobre a vida e o trabalho do mestre cineasta Val Lewton. Scorsese produziu e narrou o documentário, que examina de perto o produtor inovador e criativo que formou uma unidade com seus  filmes estranhamente bonitos e perturbadores, feitos com escassos orçamentos.
Nascido em Yalta, na Rússia, Lewton veio para a América ainda criança. Depois de se formar na Universidade de Columbia, tornou-se assistente editorial do lendário produtor David O. Selznick. Foi durante este tempo que ele ajudou a filmar as sequências revolucionárias no A Tale of Two Cities de Selznick e concebeu a famosa cena em Gone with the Wind, no qual Scarlett atravessa fileiras e fileiras de soldados confederados mortos e feridos. (Curiosamente, ele recomendou que Selznick  não comprasse os diretos de Gone with the Wind, que considerava um livro ruim).
Lewton também foi um escritor, com 10 novelas creditadas, juntamente com seis livros de não ficção, um livro de poesia e até mesmo um livro de pornografia. A lenda diz que quando o RKO estava procurando por novos produtores, alguém disse aos executivos que Lewton escrevia "novelas horríveis", o que eles entenderam  como "novelas de horror". Então, em 1942, ele foi encarregado para uma unidade especial da RKO designada para produzir filmes de terror de baixo orçamento. Mas Lewton não se contentou em fazer apenas  sustos rápidos e fáceis. Ele criou uma escola de cinema poético, em que os efeitos assustadores são substituídos por sombras e sons, com monstros  invisíveis, muitas vezes provando serem tão assustadores quanto os vistos na tela.
Os trabalhos altamente psicológicos de Lewton, vários dos quais ele também reescreveu os scripts,  foram feitos em colaboração com os diretores Jacques Tourneur, Robert Wise e Mark Robson. Incluem alguns dos suspenses e filmes de terror mais memoráveis ​​de Hollywood: Cat People (1942), I Walked with a Zombie (1943), The Seventh Victim (1943), The Body Snatcher (1945), Isle of the Dead (1945) e Bedlam (1946). A influência de Lewton foi forte e pode ser vista em muitos filmes posteriores, de The Haunting de Robert Wise (1963), The Sixth Sense de M. Night Shyamalan (1999) até  The Others (2001) de Alejandro Amenábar.
Martin Scorsese apresenta VAL LEWTON: O HOMEM NAS SOMBRAS foi produzido para o TCM pela Sikelia Productions de Scorsese, com roteiro e direção de Kent Jones.
(TCM Film Article - Tradução livre)
FILMES ABORDADOS:
RKO:
Cat People (1942)
I Walked With a Zombie (1943)
The Leopard Man (1943) baseado na novela Black Alibi de Cornell Woolrich
The Seventh Victim (1943)
The Ghost Ship (1943)
The Curse of the Cat People (1944)
Mademoiselle Fifi (1944) baseado em conto de Guy de Maupassant
Youth Runs Wild (1944)
The Body Snatcher (1945) baseado no conto "The Body Snatcher" de Robert Louis Stevenson
Isle of the Dead (1945), sugerido por duas pinturas com o mesmo nome por Arnold Boecklin
Bedlam (1946) sugerido pelo oitava (e última) gravação da série "A Rake's Progress" de William Hogarth
Others:
My Own True Love (1949)
Please Believe Me (1950)
Apache Drums (1951)



SCREENSHOTS:













10 comentários:

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem