sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

FORBIDDEN PLANET - O PLANETA PROIBIDO - 1956


SINOPSE:
Uma nave espacial chega ao planeta Altair IV, com o objectivo de resgatar um grupo de cientistas colonizadores que lá haviam aterrado vinte anos antes com a nave espacial Belerofonte, e que nunca tinham dado notícias à Terra. São estranhamente recebidos com insatisfação pelo Dr. Edward Morbius e pela sua filha Alta, os únicos humanos ainda vivos, e que eram auxiliados por um fantástico robo
O Dr. Morbius informa então ao Comandante da expedição J. J.Adams, que os outros exploradores da nave Belerofonte tinham morrido tragicamente devido a uma força invisível e misteriosa, e que somente ele e a filha eram imunes a essa força. Com a inexplicável insistência do Dr. Morbius em não deixar o planeta e requerer a retirada da expedição recém chegada, além da morte súbita e violenta de um dos oficiais por causas desconhecidas, o Comandante Adams decide ficar e investigar melhor o planeta proibido…
Produzido em 1956, durante a década de ouro do cinema fantástico, “Forbidden Planet” e considerado um clássico da ficção científica. Com Walter Pigdeon e Anne Francis nos principais papéis, “Forbidden Planet” assinalou um marco histórico no cinema de ficção científica.








Formato: Avi/DVDRip
Tamanho: 700MB
Duração: 98 minutos
Idioma: Inglês
Legendas: Português (separada) ,na pasta











Directed by

Fred M. Wilcox (as Fred McLeod Wilcox)

Writing credits

Cyril Hume (screenplay)
Irving Block (story) and
Allen Adler (story)
William Shakespeare (play "The Tempest") uncredited

Produced by

Nicholas Nayfack .... producer

Special Effects by

A. Arnold Gillespie .... special effects
Joshua Meador .... special effects
Warren Newcombe .... special effects
Irving G. Ries .... special effects
Doug Hubbard .... special effects (uncredited)
Robert Kinoshita .... robot builder (uncredited)
Glen Robinson .... special effects technician (uncredited)
Franklyn Soldo .... special effects technician (uncredited)

Visual Effects by

Bob Abrams .... animation effects (uncredited)
Joe Alves .... assistant effects illustrator (uncredited)
Max Fabian .... special photographic effects (uncredited)
Howard Fisher .... matte painter (uncredited)
Henri Hillinck .... matte painter (uncredited)
Bob Trochim .... animator (uncredited)
Matthew Yuricich .... matte painting assistant (uncredited)



ELENCO
Walter Pidgeon ... Dr. Edward Morbius
Anne Francis ... Altaira 'Alta' Morbius
Leslie Nielsen ... Commander J. J. Adams
Warren Stevens ... Lt. 'Doc' Ostrow M.D.
Jack Kelly ... Lt. Jerry Farman
Richard Anderson ... Chief Quinn
Earl Holliman ... Cook
Robby the Robot ... Himself
George Wallace ... Bosun
Robert Dix ... Crewman Grey (as Bob Dix)
Jimmy Thompson ... Crewman Youngerford
James Drury ... Crewman Strong
Harry Harvey Jr. ... Crewman Randall
Roger McGee ... Crewman Lindstrom
Peter Miller ... Crewman Moran
Morgan Jones ... Crewman Nichols
Richard Grant ... Crewman Silvers
James Best ... Crewman (uncredited)
William Boyett ... Crewman (uncredited)
Frankie Darro ... Robby the Robot (uncredited)
Marvin Miller ... Robby the Robot (voice) (uncredited)
Les Tremayne ... Narrator (voice) (uncredited)


Cards de fotos tiradas no set de filmagem
clique na foto para ampliar

















 















COMENTÁRIOS

Embora a década de 50 tenha sido fértil em filmes de ficção cientifica, poucos terão marcado tanto o género como O Dia em que a Terra Parou e Planeta Proibido. Este começou como um projecto de baixo orçamento dos produtores Allen Adler e Irving Block, mas estes, em vez de apresentarem a ideia à um estúdio de filmes B, apresentaram a sua história, na altura intitulada “Fatal Planet“, à Metro-Goldwyn-Mayer. Surpreendentemente o estúdio gostou da história e viu nela a oportunidade de produzir o seu primeiro filme de ficção cientifica. O empenho do estúdio foi tal, que se comprometeu a investir fortemente no filme, tendo este acabado por custar perto de 2 milhões de dólares, o dobro do que estava inicialmente previsto. No entanto, o compromisso da MGM implicou algumas alterações no argumento, que esteve a cargo de Cyril Hume, um romancista com pouca experiência em argumentos, mas que soube trazer novas ideias à história e integrar na perfeição os elementos de “A Tempestade”, a peça de William Shakespeare em que a história de Adler e Block se baseia.
A nível de casting, Planeta Proibido conta com a participação de excelentes atores, entre eles, Walter Pidgeon, cuja carreira começou no cinema mudo e se expandiu à Broadway, Anne Francis, que interpreta a personagem Altaira e Leslie Nielsen. Mais conhecido como ator de comédia, Nielsen tem, em Planeta Proibido, a sua grande estreia cinematográfica e logo como protagonista e galã. Planeta Proibido deu um impulso fantástico à carreira de Nielsen, que foi sedimentada posteriormente com papéis dramáticos, quer em filmes, quer na televisão. Apenas em 1980, ao protagonizar a comédia Airplane, é que a carreira de Nielsen tomaria o rumo pelo que é mais conhecido atualmente.















ANNE FRANCIS LESLIE NIELSEN
E ROBBY O ROBO













Planeta Proibido conta, ainda, com outras “estrelas”, nomeadamente o monstro ID, que marca a única vez em que um grupo de animadores da Walt Disney Pictures participou num filme que não da Disney, e Robby o Robo, um dos mais famosos robos da história do cinema. Desenhado por Robert Kinoshita, “interpretado” por Frankie Darro e com voz de Marvin Miller, Robby custou cerca de $125 mil dólares (o mais caro adereço do cinema à época) e foi um fenómeno de popularidade. De tal forma, que o robo teve direito a uma linha de merchandising própria e que ainda hoje é um sucesso, tendo surgido em diversos filmes e séries de televisão ao longo dos anos (os filmes The Invisible Boy (1957), Gremlins (1984) e Absolutamente Loucos (1988) e as séries Quinta Dimensão e The Man From U.N.C.L.E. são apenas alguns exemplos). Atualmente, Robby faz parte da colecção particular do produtor Bill Malone, considerado o maior coleccionador de objetos de Planeta Proibido.





















As filmagens de Planeta Proibido decorreram, quase na sua totalidade, nos estúdios da MGM, onde foi necessário construir um fundo circular com cerca de três mil metros, tendo sido reutilizados parte de cenários de outros filmes do estúdio, entre eles um jardim do filme O Mágico de Oz. Antes da estreia do filme, os executivos da MGM resolveram testa-lo perante o público, uma vez que estavam receosos que a inovadora banda sonora do casal Bebe e Louis Barron não fosse bem aceita pelos espectadores. Mas a reação do público foi estrondosa, de tal forma que os executivos da MGM não permitiram mais nenhuma alteração ao filme e a versão que estreou no famoso Grauman’s Chinese Theatre, a 1 de Abril de 1956, foi a primeira do filme, que tinha, no entanto, algumas incongruências. Ao longo dos anos Planeta Proibido teve outras versões, nomeadamente quando foi exibido em televisão: a algumas cópias foram cortadas cenas do monstro ID, consideradas muito assustadoras para o público mais jovem (o monstro foi criado pelo mesmo grupo de pessoas que criou A Branca de Neve e os Sete Anões, Pinóquio, Bambi e Fantasia!).
Embora destinado a um público jovem, Planeta Proibido foi um sucesso total, inclusive dos diversos produtos de merchandising e até do livro que romanceou a sua história. Numa prática comum em Hollywood, o sucesso de Planeta Proibido levou ao surgimento de uma onda de filmes e séries de televisão que tentavam emular as suas características, mas a verdade é que o filme perdura por si só e tornou-se numa fonte de inspiração. O maior exemplo disso mesmo é Star Trek, cujo criador (Gene Roddenberry) confessou que Planeta Proibido foi a sua fonte de inspiração na criação da famosa série de televisão.

Comentário por Cartwrighth

Uma nota...é verdade que o filme não é parte das produções Disney, mas o fato é que seria, os membros que atuaram na animação do It e de outros efeitos, eram contratados exclusivos dos estúdios Disney e não trabalharam como free-lancer. O filme seria mais um produto da emprêsa, mas seu diretor administrativo de distribuição, avisou o Walt e o núcleo da Disney que o filme sofreria uma censura de 14 anos pelo teôr um tanto impactante de algumas cenas e um certo erotismo com a atriz Annie Francis.
Disney ordenou que Forbidden Planet fosse desvinculado da Disney, pois nessa época, os seus filmes eram livres para todas as idades e ele não queria que esse ponto idealista mudasse.
Assim os executivos da MGM, que já tinham iniciado os contratos de divulgação, contornaram a situação e enfim o clássico foi lançado nos cinemas.



















SCREENSHOTS



TRILHA SONORA

MP3
320Kbps
144MB

LINK
                             

LINKS:  4 partes megaupload
http://www.megaupload.com/?d=CDXA0ZYY
http://www.megaupload.com/?d=JJ15K0TC
http://www.megaupload.com/?d=1D6OBXSL
http://www.megaupload.com/?d=QPVMZOTN
 
senha p/descompactar
www.cinespacemonster.blogspot.com

12 comentários:

  1. esta postagem ficou muito bem construida e se o Leslie Nielsen tivesse visto ia ficar feliz com a forma de apresentar o filme, aqui no Brasil.
    Cada vez mais brihante no que faz, Carlos.
    Uma nota...é verdade que o filme não é parte das produções Disney, mas o fato é que seria, os membros que atuaram na animação do It e de outros efeitos, eram contratados exclusivos dos estúdios Disney e não trabalharam como free-lancer. O filme seria mais um produto da emprêsa, mas seu diretor administrativo de distribuição, avisou o Walt e o núcleo da Disney que o filme sofreria uma censura de 14 anos pelo teôr um tanto impactante de algumas cenas e um certo erotismo com a atriz Annie Francis.
    Disney ordenou que Forbidden Planet fosse desvinculado da Disney, pois nessa época, os seus filmes eram livres para todas as idades e ele não queria que esse ponto idealista mudasse.
    Assim os executivos da MGM, que já tinham iniciado os contratos de divulgação, contornaram a situação e enfim o clássico foi lançado nos cinemas.

    ResponderExcluir
  2. Legal Cart mais informações, vou colocar lá

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo "lançamento" (rs); um clássico espetacular (sic): boa estória, bons efeitos especiais e um bom tema para reflexão. Quisera hoje termos estórias tão boas...

    Parabéns, parabéns.
    Andre (dede69sp@yahoo.com.br)

    ResponderExcluir
  4. Obrigado André este finsl de semana teremos mais lançamentos, e acima de tudo obrigado por comentar !!!
    Você tem razão a maioria dos Sci Fi da época tinham uma história simples, interessantes mas simples, o Planeta Pr. tem uma história que se desenvolve, com bastante suspense e um final empolgante.

    ResponderExcluir
  5. nossa, o leslie nielsen novinho !!

    carlos, vou colar um negócio aqui no comentário seguinte sobre selo de qualidade, tá?
    né spam não, sou eu mesma , hehehe

    ResponderExcluir
  6. O amigo Markito da Videoteka do Markito e Acervo Nacional indicou o meu blog Don’t Panic com o selo Dardos. Coloquei o selo e preciso indicar três outros blogs que acho interessantes e originais. Os meus escolhidos são:

    1. CINE-CULT-CLASSIC
    http://cinecultclassic.blogspot.com/

    2. SPACE MONSTER
    http://cinespacemonster.blogspot.com/

    3. A VOLTA DOS MORTOS-VÍDEOS
    http://avoltadosmortosvideos.blogspot.com/


    Você deve fazer o mesmo que eu fiz:

    1. Exibir a imagem do selo no seu blog
    2. Linkar o blog pelo qual recebeu a indicação.
    3. Escolher outros blogs para receber o selo Dardos
    4. Avisar aos escolhidos.


    Ps: Podem pegar a imagem do selo no meu blog.
    http://acullendontpanic.blogspot.com/

    Se preferirem um tamanho reduzido tem na Videoteka do Markito
    http://videotekadomarkito.blogspot.com/

    ** IMPORTANTE **
    A mensagem acima é a padrão conforme recebi, mas por favor desconsiderem o “deve”, vocês aceitam se quiserem, tá? É claro que vou achar uma tremenda desfeita, mas consigo conviver com isso, hehehehe, to brincando, vocês colocam só se quiserem meixxmo o/

    ResponderExcluir
  7. Este filme é um clássico eterno e absoluto da ficção.
    Me lembro de ter assistido há muito tempo atrás na Globo.
    Realmente, é uma pena que não se fazem mais filmes assim.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  8. Poderia reupar esse filme novamente ??

    Muito obrigado !!

    -Julio

    ResponderExcluir
  9. Saudações!

    Tem como postar novamente esta Obra Prima? E de preferência que não seja no Mega, está impossível baixar qualquer coisa nele, está bloqueando os downloads gratuitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Frater !
      Não esta barrando downloads gratuítos, só está colocando um limite, mas depois é liberado novamente, depois de algumas horas.
      Entre no youtube que lá existem videos que ensinam como burlar isso , eu instalei uma extensão no Gloogle Chrome , chamado HOLA que resolveu meu problema, agora eu baixo sem limites

      Entre no Chrome em "mais ferramentas" vá em extensões, no final da pagina clique em obter mais extensões e digite HOLA e instale no Chrome, e está feito.

      Para mim deu super certo, tente, mas é só no google chrome

      Excluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem