sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

BIRDEMIC aka BIRDEMIC: CHOQUE E TERROR - 2010


 

SINOPSE:

Inspirado em Os Pássaros, de Alfred Hitchcock, Birdemic conta a história de um romance entre os dois personagens principais em sua pequena cidade que é atacada por pássaros.

DIREÇÃO:
James Nguyen

ELENCO:
Alan Bagh, Whitney Moore, Tippi Hedren, Patsy van Ettinger, Rick Camp, Stephen Gustavson, Danny Webber

Formato: MP4 / BRRip / 720P
Tamanho: 750MB
Duração: 93 minutos
Idioma: Inglês
Legendas: Português ( srt na pasta )

LINK 4SHARED:

LINK UPTOBOX:


SENHA PARA DESCOMPACTAR
cinespacemonster


BIRDEMIC UM DOS PIORES FILMES
DE TODOS OS TEMPOS POR GETRO GUIMARÃES





COMENTÁRIOS
POR MARCELO MILICI RETIRADO DO SITE


Ed Wood, Bruno MatteiUwe Boll….conheçam James Nguyen, o homem por trás da versão trash de Os Pássaros, de Alfred Hitchcock. Os animais da produção de 1963 não imaginavam que teriam um representante bizarro feito em 2008 e exibido no SP Terror 2010. Com um orçamento estimado em $10,000 (onde foi usado isso?), Birdemic já nasceu cult, aquela típica produção que você vai ouvir falar, mas não terá coragem de assistir.
Nos dias 3 e 8 de julho, o filme foi exibido em São Paulo causando ataques de gargalhadas por todo o cinema. É impossível não rir das cenas mal-filmadas, das atuações capengas, dos cortes mal-feitos, do som ruim, dos diálogos toscos e, é claro, dos efeitos especiais. Tudo feito de forma amadora, fazendo com que cineastas brasileiros questionem o mau uso de recursos na produção, já que os filmes daqui gastam menos e são melhores.

James Nguyen no centro com os 2 protagonistas de BIRDEMIC

Uma pausa para uma constatação: pouco dinheiro não é justificativa para fazer um filme ruim. Within the Woods (1978), por exemplo, aquele filme que Sam Raimi usou como molde para produzir o clássico Evil Dead, custou aproximadamente $1,600, em seus trinta minutos de duração.
Nota-se que o diretor aqui se esforçou na ruindade e fez um filme sério. O roteiro é extremamente medíocre, a história é fraca, e os diálogos parecem ter sido feitos para aquelas aulas de inglês de cursos especializados (“Olhem! Encontrei uma varinha de pescar. E também tem iscas! Vou pescar uns peixes!”)
Ainda falando do roteiro, é impressionante as mensagens ecologicamente corretas que o diretor tenta passar de modo artificial, como na cena em que dois casais vão assistir Uma Verdade Inconveniente e um deles diz que vai comprar um carro que polui menos. Em outro momento,  o grupo encontra um homem que mora nas árvores (!!!) e traz informações sobre desmatamento, pouco antes de aparecerem algumas queimadas. Sem falar no ornitólogo (“vejam um velho na ponte! Vamos falar com ele?”), com a missão única de explicar a natureza das aves.
O personagem principal dessa podreira é Rod (Alan Bagh), um ambientalista consciente e eficaz vendedor de software que vive na sonolenta cidade de Half Moon Bay, California. Certo dia, ele reencontra uma amiga dos tempos de colégio, a modelo Nathalie (Whitney Moore), que acaba de assinar com a Victoria´s Secret (!!!). Depois de algumas paqueras, artificialmente lentas – que mostram todos os detalhes do casal em vários passeios românticos -, eles começam a namorar (numa cena Disney, três pássaros aparecem durante um encontro, com efeitos risíveis). Uma hora de cenas inúteis, até que o casal vai a um motel, enquanto a cidade é atacada por águias – algumas explosivas (!!!) -, obrigando a população a se defender. Rod e Nathalie se juntam a outro casal do motel e fogem do local se defendendo com cabides (!!!) até o carro. Sabe-se lá por que, o rapaz tem metralhadoras…
A partir daí, novos absurdos acontecem com cenas repetidas do ataque dos pássaros (as aves foram acrescentadas com computador sobre a cena final, o que dá um tom exageradamente falso…embora pareça aqueles gifs animados de sites amadores!), incluindo movimentos artificiais dos animais (são extremamente orquestrados, parecendo o clássico jogo Space Invaders). Mesmo sabendo que a cidade está sendo atacada por pássaros, ainda assim o grupo insiste em ficar nas ruas, até mesmo quando decide fazer um piquenique (!!!) ou simplesmente andar pela mata, campo ou praia.
PREMIERE COM INGRESSOS ESGOTADOS - INACREDITÁVEL

Imagine tudo isso e acrescente alta doses de atuações péssimas e pouco carisma e você terá uma pequena ideia da experiência única de assistir ao filme Birdemic! Os sobreviventes encontram crianças abandonadas (que querem comer um lanche feliz e pouco se importam dos pais estarem mortos) e continuam enfrentando as aves, a procura de sei-lá-o-quê! Impressionantemente as balas da metralhadora não acertam os animais e quando conseguem é sempre a mesma cena dos bichos sendo abatidos. O som dos tiros não condizem com as imagens mostradas, dando mais um argumento para o público ir ao delírio.
Em entrevista ao site Bloody Disgusting, a atriz Whitney Moore disse que foi escolhida para atuar pelo seu currículo e que foram feitas audições para o elenco, mas não sabe o critério de escolha. Também não sabe explicar como tantas bobagens foram colocadas no filme de forma séria, como o diretor estivesse produzindo uma grande obra. Há aqueles que acreditem que o diretor é um gênio e fez tudo de propósito para transformar seu filme numa produção cult, incluindo o contrato com atores ruins para dar veracidade à ruindade de seu trabalho.


Este é o terceiro filme do diretor vietamita James Nguyen – todos com qualidade duvidosa -, mas não será o último. Já foi anunciado para 2013 uma continuação para o ataque dos pássaros, chamada Birdemic: The Resurrection, que contará com o elenco original (!!!), terá um orçamento estimado em $20 milhões (!!!) e possivelmente será feito em 3D (!!!). É esperar para ver o que o diretor fará com grandes recursos. Se é que virão…


SCREENSHOTS

2 comentários:

  1. Na sinopse se diz , "inspirado em Alfred Hitchcock " , papo furado kkkkkkkkkkk
    começando que nesse os passaros só tem aguias que piam feito gaivotas rsrsrskkkkk !

    ResponderExcluir
  2. Recentemente em seu canal do Youtube, o Gaveta fez uma análise do filme. https://www.youtube.com/watch?v=qYRnvHSlSEo

    ResponderExcluir

Para os que comentam anônimos, por não serem membros, pedimos que coloquem seus nomes ou apelidos no final ou inicío da mensagem